Translator

sábado, 13 de fevereiro de 2010

UM ENSAIO DE TEATRO POLÍTICO: "O CERRO DOS DESESPERADOS"

.
PS nega responsabilidades
SMS convoca socialistas para manifestação de apoio a Sócrates na Alameda da Fonte Luminosa
13.02.2010 - 17:17 Por Luciano Alvarez, Maria José Oliveira
Uma mensagem anónima está a circular entre os militantes do PS a convocar uma manifestação, no dia 20, para "repudiar esta campanha suja contra o PS e contra Sócrates".


(Paulo Pimenta) Foto

"Vamos de novo encher a Alameda Fonte Luminosa", acrescenta o SMS. A Fonte Luminosa, em Lisboa, foi o local onde, no Verão de 1975, o PS, então liderado por Mário Soares, fez uma grande manifestação de força contra o PCP, num momento considerado histórico entre os socialistas. A direcção do PS conhece a mensagem, mas diz nada ter a ver com ela.
.
"Está na hora do PS se unir e combater esta baixa campanha urdida pela direita dos interesses! Um partido que sempre lutou pela democracia e liberdade não pode aceitar calado este ataque sujo! Vamos de novo encher a Alameda da Fonte Luminosa [em Lisboa] no próximo dia 20 de Fevereiro, pelas 15 horas! Vamos repudiar esta campanha suja contra o PS e Sócrates e mostrar bem altas as nossas bandeiras. Divulga", lê-se na mensagem.
.
Catarina Faria, assessora de imprensa do partido, disse que a mensagem já é do conhecimento do PS, mas diz desconhecer a origem. "O PS não tem nada a ver com isso", afirmou.
Fonte: Publico

O SILVA ANDA MUITO CALADINHO...!!! OU É F******** OU CANELADA.

Chefia do governo cada vez mais perto?

Augusto Santos Silva anda muito calado. Depois de ter assumido várias pastas em governos do PS e ser um dos donos da verdade em Portugal por delegação, por enquanto, de José Sócrates, deve estar a esfregar as mãos de contente. Se calhar é desta que poderá chegar o seu objectivo principal: ser primeiro-ministro.
Fonte: Alto Hama - Orlando Castro

O MÁRIO CRESPO NÃO PÁRA DE REVELAR... GRANDE MÁRIO

-

14 Fevereiro 2010 - 00h30
Entrevista: Mário Crespo
“PS devia afastar José Sócrates” (COM VÍDEO)
Mário Crespo, jornalista da SIC, afirma que a razão pela qual José Sócrates não se demite deve ser a mesma porque Leite Pereira, director do JN que recusou publicar-lhe uma crónica, não toma a mesma decisão. Na entrevista ao Correio da Manhã/Rádio Clube, Mário Crespo entende que está nas mãos dos senadores do PS, como Mário Soares, fazerem cair o primeiro-ministro.

A DESMORONAR-SE O CARMO E A TRINDADE


Teófilo Santiago, coordenador superior da PJ de Aveiro, é um dos mais prestigiados investigadores da Polícia Judiciária.
'Face Oculta'
Investigadores da PJ atacam PGR.
Sindicato da PJ diz que os investigadores de Aveiro têm sido “achincalhados” e que até o PGR tem feito declarações para descredibilizar a legalidade das escutas feitas durante o processo.
Saiba mais na edição em papel do jornal 'Correio da Manhã'.(14.02.10)

QUANDO CAIR, QUANTOS CAIRÃO COM ELE?

 ás costas

3 CABECINHAS PENSADORAS

.

Cabecinhas pensadoras...
A “saga” José Sócrates está a ficar ao rubro! Há tempos correram rumores que o Luís Figo teria recebido uns “trocos” avantajados para apoiar, nas eleições, o seu amigo (o verdadeiro amigo do Figo é o "cacau") José Sócrates.
O certo que foi que tiverem os dois almoçarada a sós e de amigos numa praia nos arredores de Lisboa.
Foi um evento de tal importância que esteve a rapaziada e a raparigada da Comunicação Social a relatar o almoço (por encomenda).
Mas depois surgem boatos das “massas” que o Figo teria embolsado.
O caso parece que ficou esquecido...
Entretanto o Figo foi ao rubro e declarando que iria processar o Correio da Manhã.
Surgem agora outras luzes... O Pedro da “Portugal Telecom” (ex-moço de recados do Sócrates) vem ao palco (como suspeito) das misérias humanas e políticas que teria sido o intermediário para que a imagem do Figo aparece-se como apoiante do Sócrates pelo preço de 750 mil euros.
Por último: “É tempo de os portugueses deixarem de ser uns parolinhos de Santa Comba Dão (de outros tempo) e que não vão em venda de imagens de Figos e de outros “palermoides” que de tudo são capazes, desde o baixar a “cueca” (até sei lá que mais) para conseguir aquilo com que se compram os melões!
Há vigaristas e piratas na costa!

Clique em baixo e divirta-se

http://pinpix.ig.com.br/Widgets.mvc/
Visualiza/201002132115586588266?v=5081611

O COSTA DA CÂMARA E A SUA MODÉSTIA...

Nacional
António Costa defende Sócrates e recusa ser primeiro-ministro
Ontem (JN)
Presidente da câmara de Lisboa af
asta a necessidade de o primeiro-ministro, José Sócrates, ser afastado do cargo e declarou que está "absolutamente fora de causa" vir a assumir essas funções.

"Em primeiro lugar, não é necessário substituir o chefe do governo. Em segundo lugar, estou impossibilitado de o fazer porque tenho um compromisso com a cidade", disse António Costa aos jornalistas quando confrontado com a possibilidade de assumir o lugar de José Sócrates.

O número dois do PS sublinhou que "está absolutamente fora de causa" abandonar a Câmara de Lisboa para exercer funções governamentais.

O autarca falava aos jornalistas à margem da inauguração da reabilitada Fonte Luminosa da Praça do Império.

"Se a oposição entende que este governo não se deve manter em funções tem uma forma de o fazer: é apresentar uma moção de censura e assumir a responsabilidade", afirmou, reiterando o desafio que já tinha lançado no programa Quadratura do Círculo, da SIC Notícias, e repetido hoje, sábado, pelo dirigente socialista Capoulas Santos.

Para António Costa, "José Sócrates tem todas as condições, quer internas, no PS, quer democráticas", para se manter à frente do governo.

O autarca da capital considerou ainda "muito importante" o acordo obtido para a viabilização do Orçamento do Estado.

António Costa sublinhou a necessidade de o país "serenar", depois de "um ciclo eleitoral muito pesado", com eleições europeias, autárquicas e legislativas.

"Agora, cada um deve exercer os mandatos para os quais foi eleito, é o que tenciono fazer e o engenheiro Sócrates também, porque os portugueses escolheram-no para governar", afirmou.

"O que eu acho importante é que, perante a gravidade dos problemas do país, nos concentremos na sua resolução", sublinhou.

FACE OCULTA: A BONDADE DE LUIS FIGO PARA COM O SÓCRATES

Escutas do 'Face Oculta'
.
Figo nega pagamento para fazer campanha por Sócrates
por Lusa- ontem 13.02.10
.
O ex-jogador de futebol Luís Figo afirmou hoje estar "tranquilo" em relação às suas "acções", referindo-se à notícia sobre o alega
do pagamento de 750 mil euros pela Portugal Telecom (PT) para participar na campanha de José Sócrates.
.
"Estou tranquilo com as minhas acções e com a minha consciência", sublinha o comunicado de Luís Figo, enviado à agência Lusa.
.
Segundo o jornal Correio da Manhã, "o ex-futebolista Luís Figo recebeu 750 mil euros da PT pouco tempo depois de acertar a sua participação na campanha eleitoral de José Sócrates".
.
No mesmo comunicado, Luís Figo recorda que há um processo crime em curso, que iniciou no ano passado, contra o Correio da Manhã.
.
Esse processo "irá provar que tudo quanto este jornal tem afirmado se destina exclusivamente a difamar-me, com propósitos que desconheço", salienta o ex-internacional.
.
A Fundação Luís Figo negou também ter recebido qualquer quantia da PT.
.
Em comunicado, a Fundação informa "que é mentira que tenha recebido, ou esteja previsto receber, da forma que for, o montante referido ou qualquer outra quantia da PT" e acrescenta que as suas contas "são públicas e os seus extractos bancários estão à disposição para serem consultados".
.
Artigo do CM envolve Inês de Medeiros
.
O mesmo jornal adianta que o "pivô" da operação foi o administrador da PT Rui Pedro Soares e envolve no mesmo esquema de financiamentos a deputada socialista Inês de Medeiros, referindo que esta terá recebido da PT um apoio de 50 mil euros para um festival de cinema e que "estreou-se depois na política".
.
A deputada classificou o seu envolvimento nas notícias como uma "obscenidade total", lamentando as "insinuações" relativas a um patrocínio para um evento cultural.

Um Calvário que não parece ter fim, mas ele merece

 calvario

FRANÇA: EMIGRANTES CLANDESTINOS SOB ALÇADA DAS AUTORIDADES

.

O governo Sarkozy vai fazer parar " em área de espera" os imigrantes ilegais
.
F
rança implementou as expulsões para imigrantes indocumentados
.
JIMENEZ ANTONIO BARCA - Paris - 12/02/2010
.
O governo de Nicolas Sarkozy está determinado a reduzir os direitos dos 300.000 imigrantes ilegais que existem em França e acelerar o processo de repatriamento.
.
O ministro da Imigração e da identidade nacional, Eric Besson, apresentou ao Conselho de Ministros, em Março, um projecto de lei que estipula, nomeadamente, a possibilidade de que a autoridade exige para isso ", em áreas de espera "como os de aeroportos, fronteiras, ou seja, lugares especiais, onde a polícia pode deter imigrantes indocumentados e decidir o que fazer com eles.
.
O Governo francês considera que este é o caminho para combater o "grande afluxo de imigrantes e inesperada de seu território.

OLHAI O SOL!

Clique em baixo e vá para peça

JOSÉ SÓCRATES, O CRÁPULA – PS, O CANEIRO DO LARGO DO RATO

.

JOSÉ SÓCRATES: O CRUCIFICADO

.

Presidente do Governo Regional pede substituição de Sócrates

.

Jardim compara Portugal à Sicília
12.02.2010 - 22:13 Por Lusa
O presidente do Governo Regional da Madeira e do PSD/Madeira, Alberto João Jardim, considerou hoje que num país com tradição democrática um primeiro ministro na situação de José Sócrates já teria sido substituído.

“O país parece uma Sicília”, declarou Alberto João Jardim aos jornalistas, ao chegar à sede do PSD, em Lisboa, para a reunião do Conselho Nacional social democrata.

Questionado se concorda com o seu colega de partido António Capucho, que defendeu que José Sócrates não tem condições para se manter no cargo de primeiro ministro e deveria ser substituído, mantendo-se o PS no Governo, Jardim respondeu: “Em primeiro lugar, não são as pessoas do PSD que têm de dizer quem deve ser o líder do PS, mas tudo o que se tem passado não era possível num país de longa tradição democrática como a Inglaterra”.

“Depois de tudo o que se passou, em Inglaterra o partido do poder continuava no poder mas tinha mudado o primeiro-ministro. E é assim que se faz nos países democráticos”, considerou.

Depois de comparar a situação do país com a da Sicília, o presidente do PSD/Madeira responsabilizou os portugueses: “A culpa não é só dos políticos, é de um povo que deixou este país chegar ao estado em que está, de um povo que não tem valores, de um povo que acha piada em todas estas golpadas que vão por aí. Cada povo tem aquilo que merece”.

“Vamo-nos deixar de hipocrisias. Este país precisa de disciplina democrática. Continuar a consentir na asneira e depois dizer que a culpa é dos políticos, isso é bem português”, acrescentou

JORNAIS DE PORTUGAL

Estremadura

DIARIO DE NOTICIAS

Lisboa

www.dn.pt

PUBLICO

Lisboa

www.publico.pt

CORREIO DA MANHA

Lisboa

www.correiomanha.pt

24 HORAS

Lisboa

-----

A CAPITAL

Lisboa

www.acapital.pt

O DIA

Lisboa

-----

RECORD

Lisboa

www.record.pt

A BOLA

Lisboa

www.abola.pt

DIARIO ECONOMICO

Lisboa

www.de.iol.pt

CORREIO DE SETUBAL

Setubal

-----

Douro Litoral

JORNAL DE NOTICIAS

Porto

www.jn.pt

O COMERCIO DO OPORTO

Porto

www.ocomerciodoporto.pt

O PRIMEIRO DE JANEIRO

Porto

www.oprimeirodejaneiro.pt

O JOGO

Porto

www.ojogo.pt

Beira Litoral

DIARIO DE COIMBRA

Coimbra

www.diariocoimbra.pt

AS BEIRAS

Coimbra

www.asbeiras.pt

DIARIO DE AVEIRO

Aveiro

www.diarioaveiro.pt

DIARIO DE LEIRIA

Leiria

www.diarioleiria.pt

Beira Baixa

DIARIO DE FUNDAO

Fundao

www.jornaldofundao.pt

Beira Alta

DIARIO REGIONAL VISEU

Viseu

www.diarioregional.pt

Minho

DIARIO DO MINHO

Braga

www.diariodominho.pt

CORREIO DO MINHO

Braga

www.correiodominho.com

Alto Alentejo

DIARIO DO SUL

Evora

-----

Açores

DIARIO INSULAR

Angra do Heroismo

www.diarioinsular.com

A UNIAO

Angra do Heroismo

www.auniao.com

AÇORIANO ORIENTAL

Ponta Delgada

www.acorianooriental.pt

DIARIO DOS AÇORES

Ponta Delgada

www.virtualazores.net/diario

CORREIO DOS AÇORES

Ponta Delgada

-----

O TELEGRAFO

Horta

www.ciberacores.pt

CORREIO DA HORTA

Horta

www.ciberacores.net

Madeira

JORNAL DA MADEIRA

Funchal

www.jornaldamadeira.pt

DIARIO DE NOTICIAS DA MADEIRA

Funchal

www.dnoticias.pt

Máscaras para este Carnaval - António Vitorino


 grilo falante

Porque nunca há um Pinóquio, Engenheiro ou não, sem ter um Grilo Falante.
0 Pastagens Link

Tribunal adia extradição de Vale e Azevedo

.
Ex-presidente do Benfica quis adiamento para novo advogado conhecer caso
00h18m
RITA JORDÃO, correspondente em Londres

O Supremo Tribunal inglês voltou, ontem, sexta-feira, a adiar a decisão sobre o pedido de extradição de Vale e Azevedo, ex-presidente do Benfica, pendente desde Junho de 2008 quando foi emitido pelas autoridades portuguesas um mandado de captura europeu.

Vale Azevedo alega que o actual mandado deixou de ser válido por se referir a uma pena de sete anos e meio de prisão referente apenas ao caso Dantas da Cunha. Desde então, a justiça portuguesa decretou um cúmulo jurídico referente a quatro casos de 11 anos e meio de prisão.

A última audiência, agendada para 5 de Novembro passado, foi adiada a pedido de Vale e Azevedo, que alegou necessitar de nomear um defensor jurídico. O pedido seguiu-se ao anúncio, em Julho de 2009, de que passaria a auto-representar-se alegando questões financeiras. Ontem, o novo pedido de adiamento teve como base a necessidade do novo advogado, Alun Jones, nomeado há apenas uma semana, se inteirar da lei portuguesa relativamente ao cumprimento de mandados de captura.

A procuradoria da Rainha, em representação do Estado português, alega que o mandado não tem que especificar a sentença exacta mas apenas assegurar que esta seja final.

Vale e Azevedo tem defendido que, enquanto houver um recurso sobre o cúmulo jurídico, a decorrer em Portugal, a sentença não pode ser dada como final. O antigo dirigente desportivo reside em Londres, desde 2006, mas só em 2008 foi oficialmente procurado pelas autoridades portuguesas. Vale e Azevedo acabou por ser detido a 8 de Julho desse mesmo ano e encontra-se desde então sob termo de identidade e residência, com passaporte retido e impedido de viajar ao estrangeiro.

Em 27 de Novembro de 2009, o tribunal de magistrados de Westminster deu provimento ao mandado de captura mas, desde então, o recurso apresentado ao Supremo Tribunal tem sido sistematicamente adiado. Ontem o juiz Patrick Elias afirmou estar preocupado com o "arrastar do caso".

Sócrates recusa ser substituído sem eleições legislativas

.
Escutas do 'Face Oculta'

por JOÃO PEDRO HENRIQUES Hoje (DN)
.
Crise. Face aos apelos, oriundos do PSD, para que Sócrates saia, Silva Pereira deixou o aviso: "Esses assuntos resolvem-se nas eleições"

Uma frase de Pedro Silva Pereira, ministro da Presidência, sinalizou ontem, com clareza, que o PS recusa uma sucessão de José Sócrates como primeiro-ministro sem eleições legislativas (o que aconteceu quando Durão deu lugar a Santana Lopes, em 2004).

Comentando, no final do Conselho de Ministros, uma entrevista de António Capucho à Antena 1, onde o dirigente "laranja" e conselheiro de Estado defendeu que o PS deveria indicar uma personalidade para substituir Sócrates na chefia do Governo, Silva Pereira, citado pela Lusa, afirmou: "Que uma das figuras mais destacadas do PSD não queira que Portugal seja governado por este primeiro- -ministro, isso é muito compreensível, mas esses assuntos resolvem-se nas eleições."
.
Acrescentando: "Quanto a saber quem é ou deixa de ser o secretário-geral do PS, é uma coisa que cabe ao PS resolver e, tanto quanto sei, é o PSD que está agora encarregado de resolver o seu problema interno."

O cenário de uma substituição de Sócrates por outra personalidade do PS à frente do Governo começa a ser objecto de especulações no interior do partido. Cresce a convicção de que o líder socialista está em trânsito da condição de solução para a condição de problema. António Costa, Vieira da Silva, Luís Amado, Teixeira dos Santos e também Francisco Assis, líder parlamentar, têm sido alguns dos nomes referidos. Além de António José Seguro, que nunca foi apoiante de José Sócrates.

Quinta-feira à noite, na Quadratura do Círculo (SIC Notícias), António Costa, n.º 2 do PS, desafiou os seus oponentes (Pacheco Pereira, do PSD, e António Lobo Xavier, do CDS) a serem consequentes: "Não estão satisfeitos com o primeiro-ministro? Porque não apresentam uma moção de censura?"

A aprovação de uma moção de censura implica, automaticamente, a demissão do Governo. Mas a demissão do Governo, por sua vez, não implica necessariamente eleições. O Presidente da República poderá tentar um novo Governo do PS (com outro primeiro-ministro) ou encontrar outra solução no Parlamento ou ainda apresentar um Governo de iniciativa presidencial.

Ontem, Pedro Silva Pereira comentou também a edição do Sol. Sublinhou que tanto o procurador-geral da República (PGR) como o presidente do Supremo Tribunal de Justiça (STJ) concluíram que não havia motivo para dar andamento à a suspeita de "atentado ao Estado de direito".
.
Estas duas instâncias concluíram "não apenas pela inexistência de uma factualidade que pudesse justificar um qualquer procedimento criminal, mas também em relação à inexistência de um plano gizado pelo primeiro-ministro ou pelo Governo no sentido do controlo da comunicação social".
.
Acrescentando, num comentário já à substância das novas escutas ontem divulgadas pelo semanário: "As escutas que foram divulgadas de forma alguma desmentem essas conclusões [do PGR e do presidente do STJ]. Uma coisa são os elementos e as conclusões a que terá chegado um juiz de instrução em Aveiro, outra coisa são os elementos e conclusões a que chegaram os responsáveis pela justiça nas suas mais altas instâncias", sublinhou o ministro da Presidência.
.
As vozes governamentais multiplicaram-se no controlo de danos. Jorge Lacão (Assuntos Parlamentares) reafirmou a intervenção de Pedro Silva Pereira. E Alberto Martins (Justiça) voltou a sublinhar a importância de separar política e justiça

A MÁFIA SOCRÁTICA

"Não falimos por um milagre"

José António Saraiva, director do semanário ‘Sol’, revela ao CM que o Governo o pressionou para não publicar notícias do Freeport e que depois passou aos investidores

Correio da Manhã – O ‘Sol’ foi coagido pelo Governo para não publicar notícias do Freeport?

José António Saraiva

Recebemos dois telefonemas, por parte de pessoas próximas do primeiro-ministro, dizendo que se não publicássemos notícias sobre o Freeport os nossos problemas se resolviam.

– Que problemas?

– Estávamos em ruptura de tesouraria, e o BCP, que era nosso sócio, já tinha dito que não metia lá mais um tostão. Estávamos em risco de não pagar ordenados. Mas dissemos que não, e publicámos as notícias do Freeport. Efectivamente uma linha de crédito que tínhamos no BCP foi interrompida.

– Depois houve mais alguma pressão política?

– Sim. Entretanto tivemos propostas de investimentos angolanos, e quando tentámos que tudo se resolvesse, o BCP levantou problemas.


– Travou o negócio?

– Quando os angolanos fizeram uma proposta, dificultaram. Inclusive perguntaram o que é que nós quatro – eu, José António Lima, Mário Ramirez e Vítor Rainho – queríamos para deixar a direcção. E é quando a nossa advogada, Paula Teixeira da Cruz, ameaça fazer uma queixa à CMVM, porque achava que já havia uma pressão por parte do banco que era totalmente ilegítima.

– E as pressões acabaram?

– Não. Aí eles passaram a fazer pressão ao outro sócio, que era o José Paulo Fernandes. E ainda ao Joaquim Coimbra. Não falimos por um milagre. E, finalmente, quando os angolanos fizeram uma proposta irrecusável e encostaram o BCP à parede, eles desistiram.

– Foi um processo longo...

– Foi um processo que se prolongou por três ou quatro meses. O BCP, quase ironicamente, perguntava: "Então como é que tiveram dinheiro para pagar os salários?" Eles quase que tinham vontade que entrássemos em ruptura financeira. Na altura quem tinha o dossiê do ‘Sol’ era o Armando Vara, e nós tínhamos a noção de que ele estava em contacto com o primeiro-ministro

Portanto, eram ordens directas.

– Do primeiro-ministro?

– Não temos dúvida. Aliás, neste processo ‘Face Oculta’ deve haver conversas entre alguns dos nossos sócios, designadamente entre Joaquim Coimbra e Armando Vara.

– Houve então uma tentativa de ataque à liberdade de imprensa?

– Houve uma tentativa óbvia de estrangulamento financeiro. Repare--se que a Controlinveste tem uma grande dívida do BCP, e portanto aí o controlo é fácil. À TVI sabemos o que aconteceu e ao ‘Diário Económico’ quando foi comprado pela Ongoing

– houve uma mudança de orientação. Há de facto uma estratégia do Governo no sentido de condicionar a informação. Já não é especulação, é puramente objectiva. E no processo ‘Face Oculta’, tanto quanto sabemos, as conversas entre o engº Sócrates e Vara são bastante elucidativas sobre disso.

– Os partidos já reagiram e a ERC vai ter de se pronunciar. Qual é a sua posição?

– Estou disponível para colaborar.

Será que não há ninguém em Portugal capaz de mandar esta cáfila de corruptos e ladrões para o deserto, para o fundo do oceano, para o inferno ou para a p.q.p.?