Translator

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

HOMOSSEXUAIS E A VIDA DURA QUE LEVAM QUE TERMINA EM MORTES VIOLENTAS

O jornal Rolling Stone com a manchete que anunciou fotos de 100 supostos homossexuais do país com a inscrição: 'enforque-os' (Foto: AP)UGANDA:
.
Brutal assassinato de um activista dos direitos sexuais

Genebra-Paris-Kampala, 28 de janeiro de 2011. O Observatório para a Protecção dos Defensores dos Direitos Humanos, um programa conjunto da Organização Mundial Contra a Tortura (OMCT) e a Federação Internacional para os Direitos Humanos (FIDH) e a Fundação para os Direitos Humanos Initiative (FHRI) condenam o assassinato de David Kato, director da organização de defesa das Minorias Sexuais do Uganda (SMUG), em um contexto de estigmatização grave e criminalização da homossexualidade e defensores dos direitos sexuais.

QUER ADOECER? VEJA A PRAÇA DA ALEGRIA!

.

.
Estes dois queridinhos, da Praça da Alegria, há muito que cheiram mal que tresandam, porque a praça não é de alegria nenhuma mas de doenças e tratamento delas. Quem na praça se inserir fica desde então apanhado de qualquer mal. Mas a praça não trata só de doenças e na leva, destes dois ignorantes comunicadores, vão outras "chachadas" em cima de assuntos sem interesse algum. É a RTP que temos.

Venha a Montalegre de Janeiro a Janeiro…

O comboio de Braga a Chaves acabou por nunca acontecer; Chegar à Feira do Fumeiro de Montalegre só mesmo por estrada.

Publicado em geral, regiões Tags Publicar um comentário

UM PAÍS DE MERDA - ARTIGO DE CLARA FERREIRA ALVES



UM PAÍS DE MERDA
.

Artigo de Clara Ferreira Alves (Expresso)
EU ESPERAVA SABER ISTO SÓ DEPOIS DA SUA MORTE.
FELIZMENTE ALGUÉM COM CORAGEM ...
O 'GRANDE' MÁRIO SOARES !!!
(artigo de uma jornalista de esquerda!)
Clara Ferreira Alves, no Expresso)
Tudo o que aqui relato é verdade. Se quiserem, podem processar-me.

Eis parte do enigma. Mário Soares, num dos momentos de lucidez que ainda vai tendo, veio chamar a atenção do Governo, na última semana, para a voz da rua.

A lucidez, uma das suas maiores qualidades durante uma longa carreira politica. A lucidez que lhe permitiu escapar à PIDE e passar um bom par de anos, num exílio dourado, em hotéis de luxo de Paris.

A lucidez que lhe permitiu conduzir da forma "brilhante" que se viu o processo de descolonização.

A lucidez que lhe permitiu conseguir que os Estados Unidos financiassem o PS durante os primeiros anos da Democracia.

A lucidez que o fez meter o socialismo na gaveta durante a sua experiència governativa.

A lucidez que lhe permitiu tratar da forma despudorada amigos como Jaime Serra, Salgado Zenha, Manuel Alegre e tantos outros.

A lucidez que lhe permitiu governar sem ler os "dossiers"..

A lucidez que lhe permitiu não voltar a ser primeiro-ministro depois de tão fantástico desempenho no cargo.

A lucidez que lhe permitiu pôr-se a jeito para ser agredido na Marinha Grande e, dessa forma, vitimizar-se aos olhos da opinião pública e vencer as eleições presidenciais.

A lucidez que lhe permitiu, após a vitória nessas eleições, fundar um grupo empresarial, a Emaudio, com "testas de ferro" no comando e um conjunto de negócios obscuros que envolveram grandes magnatas
internacionais.

A lucidez que lhe permitiu utilizar a Emaudio para financiar a sua segunda campanha presidencial.

A lucidez que lhe permitiu nomear para Governador de Macau Carlos Melancia, um dos homens da Emaudio.

A lucidez que lhe permitiu passar incólume ao caso Emaudio e ao caso Aeroporto de Macau e, ao mesmo tempo, dar os primeiros passos para uma Fundação na sua fase pós-presidencial.

A lucidez que lhe permitiu ler o livro de Rui Mateus, "Contos
Proibidos", que contava tudo sobre a Emaudio, e ter a sorte de esse mesmo livro, depois de esgotado, jamais voltar a ser publicado.

A lucidez que lhe permitiu passar incólume as "ligações perigosas" com Angola, ligações essas que quase lhe roubaram o filho no célebre acidente de avião na Jamba (avião esse transportando de diamantes, no dizer do então Ministro da Comunicação Social de Angola).

A lucidez que lhe permitiu, durante a sua passagem por Belém, visitar 57 países ("record" absoluto para a Espanha - 24 vezes - e França - 21), num total equivalente a 22 voltas ao mundo (mais de 992 mil
quilómetros).

A lucidez que lhe permitiu visitar as Seychelles, esse território de grande importância estratégica para Portugal, aproveitando para dar uma voltinha de tartaruga.

A lucidez que lhe permitiu, no final destas viagens, levar para a Casa-Museu João Soares uma grande parte dos valiosos presentes oferecidos oficialmente ao Presidente da Republica Portuguesa.

A lucidez que lhe permitiu guardar esses presentes numa caixa-forte blindada daquela Casa, em vez de os guardar no Museu da Presidência da Republica.

A lucidez que lhe permite, ainda hoje, ter 24 horas por dia de vigilância paga pelo Estado nas suas casas de Nafarros, Vau e Campo Grande.

A lucidez que lhe permitiu, abandonada a Presidência da Republica, constituir a Fundação Mário Soares. Uma fundação de Direito privado, que, vivendo à custa de subsídios do Estado, tem apenas como única função visível ser depósito de documentos valiosos de Mário Soares. Os mesmos que, se são valiosos, deviam estar na Torre do Tombo.

A lucidez que lhe permitiu construir o edifício-sede da Fundação violando o PDM de Lisboa, segundo um relatório do IGAT, que decretou a nulidade da licença de obras.

A lucidez que lhe permitiu conseguir que o processo das velhas construções que ali existiam e que se encontrava no Arquivo Municipal fosse requisitado pelo filho e que acabasse por desaparecer convenientemente num incêndio dos Paços do Concelho.

A lucidez que lhe permitiu receber do Estado, ao longo dos últimos anos, donativos e subsídios superiores a um milhão de contos.

A lucidez que lhe permitiu receber, entre os vários subsídios, um de quinhentos mil contos, do Governo Guterres, para a criação de um auditório, uma biblioteca e um arquivo num edifico cedido pela Câmara de Lisboa.

A lucidez que lhe permitiu receber, entre 1995 e 2005, uma subvenção anual da Câmara Municipal de Lisboa, na qual o seu filho era Vereador e Presidente.

A lucidez que lhe permitiu que o Estado lhe arrendasse e lhe pagasse um gabinete, a que tinha direito como ex-presidente da República, na... Fundação Mário Soares.

A lucidez que lhe permite que, ainda hoje, a Fundação Mário Soares receba quase 4 mil euros mensais da Câmara Municipal de Leiria.

A lucidez que lhe permitiu fazer obras no Colégio Moderno, propriedade da família, sem licença municipal, numa altura em que o Presidente era... João Soares.

A lucidez que lhe permitiu silenciar, através de pressões sobre o director do "Público", José Manuel Fernandes, a investigação jornalística que José António Cerejo começara a publicar sobre o tema.

A lucidez que lhe permitiu candidatar-se a Presidente do Parlamento Europeu e chamar dona de casa, durante a campanha, à vencedora Nicole Fontaine.

A lucidez que lhe permitiu considerar Jose Sócrates "o pior do guterrismo" e ignorar hoje em dia tal frase como se nada fosse.

A lucidez que lhe permitiu passar por cima de um amigo, Manuel Alegre, para concorrer às eleições presidenciais mais uma vez.

A lucidez que lhe permitiu, então, fazer mais um frete ao Partido Socialista.

A lucidez que lhe permitiu ler os artigos "O Polvo" de Joaquim Vieira na "Grande Reportagem", baseados no livro de Rui Mateus, e assistir, logo a seguir, ao despedimento do jornalista e ao fim da revista.

A lucidez que lhe permitiu passar incólume depois de apelar ao voto no filho, em pleno dia de eleições, nas últimas Autárquicas.

No final de uma vida de lucidez, o que resta a Mário Soares? Resta um punhado de momentos em que a lucidez vem e vai. Vem e vai. Vem e vai.
Vai.... e não volta mais.
Clara Ferreira Alves
Expresso
Tendo a implementação da Democracia em Portugal mentores como Mário Soares, não admira que a versão instalada no país esteja obsoleta.
O sistema precisa, urgentemente, de uma profunda renovação, ou seja, de novos protagonistas.
Obrigado, Clara.

O REGABOFE DE ORDENADOS MILIONÁRIOS DA RTP

Reenvio...e concordo plenamente
SE ÉS PORTUGUÊS E GOSTAS DE PORTUGAL TENS O DEVER DE FAZER ALGUMA COISA.
CHEGA DE SERMOS ALDRABADOS, ROUBADOS, GOZADOS.
CHEGA DE FALTAS DE RESPEITO POR QUEM TRABALHA E PRODUZ.
O LUÍS NAZARÉ DISSE QUE BASTAVA QUE PRIVATIVASSEM A RTP PARA NÃO HAVER ESTA AVALANCHE DE CORTES NAS RECEITAS E AUMENTOS DE IMPOSTOS.
.
EM VEZ DISSO , O GOVERNO QUER AUMENTAR EM 30% A TAXA DE AUDIOVISUAL DEBITADA NA FACTURA DA EDP PARA PAGAR OS ORDENADOS MILIONÁRIOS DOS FUNCIONÁRIOS DA RTP, por ex.:
-
Judite de Sousa: 15.000,00 EUR / mês x 14 meses
-
Catarina Furtado: 25.000,00 EUR / mês x 14 meses
.
Malato: 20.000,00 EUR / mês x 14 meses
O escritor: 16.000,00 EUR / Mês x 14 meses
.
O chefe de programação: 17.000,00 EUR / mês x 14 meses
etc., etc., etc..
.
Por outro lado um casal que tenha 1 filho e ganhe no seu conjunto 800,00 EUR mês é-lhe retirado o abono de família.
.
Esta gente está no seu perfeito juízo?
Devem estar a gozar com a nossa cara. Até aqui pensaram que eramos todos estupidos. Agora pensam que somos parvos. E se este orçamento passar a culpa é dos todos os portugueses que deixam o país ser gerido por estes politicozinhos provincianos que nunca geriram nada, que não sabem nada, que levaram o país à falência, que fizeram leis para terem 2, 3 e 4 reformas e deixar o povo à míngua.
.
ESTAMOS A VIVER A DITADURA DA DEMOCRACIA DE LADRÕES.
VENHA O FMI. VENHA BRUXELAS. VENHA A ALEMANHA. VENHA ESPANHA. VENHAM TODOS GOVERNAR ESTE PAÍS.
POLÍTICOS PORTUGUESES DEMITAM-SE.
.
VENDAM A RTP. FECHEM A RTP. NÃO NOS ROUBEM O PÃO NOSSO DE CADA DIA.
DEIXEM-NOS VIVER COM DIGNIDADE. DEIXEM VIVER OS NOSSOS FILHOS PORQUE TÊM ESSE DIREITO. NÃO NOS ASFIXIEM MAIS.
REPASSA PARA QUE CIRCULE POR TODO O PAÍS.

DISTÚRBIOS NO EGIPTO - COMUNICAÇÕES CORTADAS


.
A polícia no Cairo dispersa manifestantes Os caminhões da polícia tomaram posições, os usuários não têm acesso à rede de comunicações e de telefone foram cortadas.
.
A polícia tentou dispersar os protestos contra Mubarak no Cairo.Por Achren Verden (vídeo)
.
FRANCE 24 (texto) O tom sobe no Egito para o quarto dia consecutivo de protestos no Egito.

Apesar da grande presença policial no local, os grupos móveis de uma centena de pessoas estão se movendo em direção Tahrir Square ea mesquita de al-Azhar, a Meca do Islã sunita, onde a situação se deteriorou rapidamente.

Em torno da Mesquita de al-Azhar, a polícia disparou balas de borracha contra os manifestantes, que responderam jogando pedras na linha de polícia, gritando slogans contra o presidente Hosni Mubarak.

Segundo o enviado especial da France 24, Ygal Saadoun, presente em um desfile, no Cairo, um policial disparou uma granada de gás lacrimogêneo ponto branco na barriga de um manifestante.

"A polícia resolveu fazer uma blitz para parar os protestos por todos os meios. O exército não tomou parte na operação, mas é na maior parte policiais, polícia anti-motim equipados com bombas à água e gás lacrimogêneo ", disse Yigal Saadoun.

INTERNET BLOQUEADa PELAS AUTORIDADES
Por Mouterde Perrine

A polícia egípcia impediu também o ex-diretor da Agência Internacional de Energia Atômica, Mohamed ElBaradei, de circular livremente no Cairo, onde ele planejava se juntar ao cortejo de manifestantes, de acordo com o canal de notícias Al Jazeera.

Encontros também são organizadas em Alexandria, Al-Mansoura, Suez e Aswan.

Um aparato policial grande

Dezenas de caminhões da polícia patrulhavam o centro da cidade de manhã, segundo a França, 24 correspondentes no local. Caminhões ocupadas por milicianos à paisana também foram vistos percorrendo as ruas do Cairo.

"A polícia regular são implantados em toda parte. Mas houve também um desfile de caminhões barreling pelas ruas com seus homens na placa civil, com pedaços de madeira", diz Gallagher Fenwick, enviado especial FRANCE 24, no Cairo.

O "baltageyas" em árabe, bandidos reconhecidos por seus clubes são pagos por dia pelo governo para "pôr ordem". Eles estão agrupados perto de Tahrir Square, o principal local de eventos rassemblementdepuis de 25 de Janeiro.

NÚMEROS DA OPOSIÇÃO
Por FRANCE 24

"Às vezes eles se misturam com os manifestantes torcida e do clube", continua Ygal Saadoun.

No Facebook, ativistas egípcios temem que emprega os provocadores da polícia egípcia, cujas ações servem como desculpa para a repressão.

"Os ativistas esperam que o governo incendiaram carros e acusam os manifestantes queimaram tudo, usando-o como um pretexto para reprimir as manifestações na maior violência", lê a página Facebook Stephen McInerney, diretor do Projeto para a Democracia no Médio Oriente, que foi capaz de falar com os manifestantes quinta-feira.

A "fortaleza no processo de fechamento em si mesmo"

A Internet e os telemóveis estão cortadas desde esta manhã. Mas os adversários fizeram um compromisso por vários dias ao meio-dia, hora local, depois da oração.

"Parece uma fortaleza, que agora está fechando em si mesmo", atesta Gallagher Fenwick.

A liderar o protesto, o movimento de 6 de abril, um grupo de ativistas pró-democracia, chamadas por alguns dias para continuar a mobilização na sexta-feira, apesar da disponibilização de um policial de grande porte.

"Data: meio-dia de evento::. Sexta-feira Horário. Despedida de Hosni Mubarak," ele disse em árabe na página de Facebook de um jovem egípcio.

Mas a presença da polícia ainda deixa algumas dúvidas sobre o curso do dia.

Um sistema de aplicação da lei maior

Pelo menos 1.000 pessoas foram detidas desde terça-feira, de acordo com os serviços de segurança, 500 por um único dia na quarta-feira. Entre estes estão cerca de 90 pessoas presas na área de Tahrir Square, no centro do Cairo, e 121 membros da Irmandade Muçulmana islâmicos, oficialmente proibida, mas tolerada na prática, detido em Assiut, no sul da capital egípcia.

Esses eventos são sem precedentes desde as revoltas de 1977, causada pela subida do preço do pão.

Por Yigal Saadoun , correspondente no Cairo

Hosni Mubarak, 82, está no poder desde 1981. A eleição presidencial está prevista para setembro, mas o chefe de Estado ainda não tornou pública a sua intenção de buscar a reeleição. Seu filho, Gamal, de 47 anos, foi anunciado como um possível sucessor do "rais".



JORGE MIRANDA: "QUEM MERENDAS DÁ MERENDAS PAPA"



O constitucionalista Jorge Miranda e o filho André Miranda
O insigne professor dr. Jorge Miranda entende que o corte dos salários no sector público não é in-constitucional, porque está em causa o "interesse público"...
Ó minha querida caneta, o Jorge Miranda tem o rabo preso – Sabem por anda o filho do Mestre?!
André Miranda foi nomeado pelo governo Director da Política de Justiça...
Vejam nos links abaixo o curriculum do rapaz:
.

http://economico.sapo.pt/noticias/chefe-de-gabinete-de-lacao-nomeado-directo
r-na-justica_103650.html

.
http://oscafeinicos.wordpress.com/2011/01/05/3939/

O André Miranda é filho do Jorge Miranda (32 aninhos – um verdinho – e“foi escolhido para a Direcção-Geral de Política de Justiça pela sua~“reconhecida aptidão e experiência profissional adequadas às funções”).

E agora, já percebem melhor como o Jorge Miranda pagou o favor?

BAPTISTA BASTOS: "ISTO DÁ VONTADE DE MORRER"


"Neste mundo cá se fazem e cá se pagam! Embrulha Manuel Alegre do velho e calejado Mário!"

Crónica do Baptista-Bastos sobre as eleições

Peças do 'puzzle'
BAPTISTA-BASTOS
Mário Soares foi o vencedor das eleições. A astúcia e a imaginação do velho estadista permitiram que Fernando Nobre, metáfora de uma humanidade sem ressentimento, lhe servisse às maravilhas para ajustar contas.
.
É a maior jogada política dos últimos tempos. Um pouco maquiavélica. Mas nasce da radical satisfação que Mário Soares tem de si mesmo, e de não gostar de levar desaforo para casa.
.
Removeu Alegre para os fojos e fez com que Cavaco deixasse de ser tema sem se transformar em problema. O algarvio regressa a Belém empurrado pelos acasos da fortuna, pelos equívocos da época, pelo cansaço generalizado dos portugueses e pelos desentendimentos das esquerdas (tomando esta definição com todas as precauções recomendáveis).
.
Vai, também, um pouco sacudido pelo que do seu carácter foi revelado. Cavaco não possui o estofo de um Presidente, nem um estilo que o dissimulasse. Foi o pior primeiro-ministro e o mais inepto Chefe do Estado da democracia.
.
Baço, desajeitado, inculto sem cura, preconceituoso, assaltado por pequenas vinganças e latentes ódios, ele é o representante típico de um Portugal rançoso, supersticioso e ignorante, que tarda em deixar a indolência preguiçosa.
.
Nada fez para ser o que tem sido. Já o escrevi, e repito: foi um incidente à espera de acontecer. Na galeria de presidentes com que, até agora, fomos presenteados, apenas encontro um seu equivalente: Américo Tomás.
.
E, como este, perigoso. Pode praticar malfeitorias? Não duvido. Sobre ser portador daqueles adornos é uma criatura desprovida de convicções, de ideologia, de grandeza e de compaixão.
.
Recupero o lamento de Herculano: "Isto dá vontade de morrer!"
.
P.S. - A grafia é da responsabilidade deste blogue

PORTUGAL O BALDE DO "LIXO" DA ALEMANHA E A MÁFIA À LÁ PORTUGUESA


.
Reportagem alemã denuncia «máfia social» em Portugal
Associações que receberam jovens problemáticos acusadas de estarem apenas interessadas no dinheiro do estado germânico
Por: tvi24 28- 1- 2011 0: 2

A Alemanha enviou nos últimos anos crianças e jovens problemáticos para serem reeducados em Portugal por associações privadas, mas entre eles têm surgido casos de criminalidade e até de suicídio, revelou esta noite a televisão pública ZDF.

De acordo com a agência Lusa, na reportagem surge uma alemã que trabalhou durante oito anos para uma das associações dizendo que os relatórios que fazia sobre a evolução do comportamento dos jovens «eram censurados» para que eles não fossem reenviados para a Alemanha e a associação não perdesse o subsídio do Estado.

A ex-educadora, que não é identificada na reportagem, acusa as associações de serem «uma verdadeira máfia social», que só têm interesse em manter os jovens em Portugal o máximo de tempo possível, para receberem dinheiro da assistência social alemã.

A jornalista da ZDF entrevistou também portugueses perto de Lagos e em Aljezur que lhe relataram vários delitos cometidos por jovens alemães - que em Aljezur terão mesmo incendiado um clube de motards - a cargo de educadores das mesmas associações.

Um jovem alemão toxicodependente, Gordon, de 22 anos, confessa também à ZDF que teve 17 tutores desde que chegou a Portugal, há cinco anos, e que alguns deles também eram consumidores drogas.

As ajudas do Estado alemão para a reeducação de Gordon, pagas a uma associação privada em Portugal, atingiam 3.800 euros por mês e cessaram quando ele completou 18 anos, diz-se na reportagem.

AGUENTAI "TUGAS" QUÉ É O ASSALTO AOS NOSSOS DINHEIROS!

AS SUAS NOTÍCIAS NO DIA 28.01.11

Capa do Correio da Manhã Correio da Manhã

O teatro vem de autocarro
Benfica desmente interesse em Funes Mori
Brasil: Presa 16 anos pelo marido
Barreiro pede ‘Paz Mundial’
Cliente vai pagar subida de preços

Capa do Público Público

Custos da manutenção ainda não estão contabilizados
Inquérito à aquisição dos submarinos ficou sem equipa de investigação
Decisão da justiça espanhola abala a estrutura do mercado europeu do crédito à habitação
Onze deputados suspenderam as pensões e continuam a receber o salário do Parlamento
CMVM usa estatuto público para escapar a cortes de dez por cento

Capa do Diário de Notícias Diário de Notícias

Oito detidos por fraude no sector farmacêutico em liberdade
Um enorme passado, um futuro em aberto
Saída de Capucho abre dança de cadeiras nas câmaras
Governo trava cortes nos salários dos gestores públicos
Melo pede protecção para empresas

Capa do Jornal de Notícias Jornal de Notícias

Processos acumulados no Tribunal de Trabalho
Resgate a 20 metros de altura "salva" trabalhadores
Soflusa e Transtejo estão em situação de falência técnica
Futura ponte pedonal sobre o Rio Antuã
Sé entra na rota das catedrais

Capa do i i

Renato Seabra arrisca acusação de homicídio em 1º grau
Casa Pia. Rui Rangel é o presidente que se segue
Filhos aos 35. Quando o relógio biológico é atrasado
Movimento SOS Educação. "A revolta é mesmo para levar até ao fim"
"Em vez de cortar salários, governo devia lançar imposto extraordinário"

Capa do Diário Económico Diário Económico

Governo quer reavaliar remunerações dos gestores públicos
Empordef aquece debate sobre vencimentos dos gestores
Estado perde 40 milhões por ano com fraudes em medicamentos
Colégios encerrados não apresentam queixa
Universidades estão a ajudar os alunos para travar desistências

Capa do Jornal Negócios Jornal Negócios

Actualização dos preços dos combústiveis penaliza Galp em 21,1 milhões
Fundo de pensões do BES encaixa 152 milhões com venda de posição na Bradespar
Corte de "rating" de Japão prejudica bolsas asiáticas
As notícias em foco na edição de hoje, dia 28 de Janeiro, no Negócios
Municípios avisaram sobre o Cartão do Cidadão

Capa do Oje Oje

BES opta por "dividendos moderados"
Bial aposta na internacionalização para a Europa
Vodafone aposta em soluções de mobilidade empresarial
Banca prevê novas restrições ao crédito
Fiat obtém terceiro lucro consecutivo

Capa do Destak Destak

Promo de James Franco e Anne Hathaway para os Óscares
Golo preferido de Cristiano Ronaldo foi contra o FC Porto
Demitiu-se o director adjunto do Centro de Estudos Judiciários
Charlie Sheen internado de urgência
Prémio Zon Criatividade atribuído a videojogo português para PS3

Capa do A Bola A Bola

André Micael certo até 2013
Ukra em estreia na Taça da Liga
Patrocinador a travar sonho de Armindo Araújo
Mercado estremece Alvalade
Falcao guardado para as águias

Capa do Record Record

Roberto Cavalo: «Pé esquerdo de Kelvin foi tocado por Deus»
Hulk total
Carole ainda à espera
Lesão de Maniche mantém trio ao meio
David Luiz num impasse

Capa do O Jogo O Jogo

Eleições: Miguel Galvão Teles defende que TAD é “a melhor via” para resolver os conflitos
CR7 elege golo frente ao FC Porto como o melhor da carreira
Tiger Woods inicia época sem ‘bogeys’
Ricardo Martins: “Marcar presença nos quartos-de-final é um feito inédito e sentimo-nos orgulhosos”
Manuel Machado define Taça como objectivo primordial

O IMPÉRIO FINANCEIRO E NÓS OS "MORCÕES" QUE SUSTENTAMOS OS BANCOS


.
Isto video é mesmo mais do que bom... Nós os pobres, dos contribuintes, aguentarmos com todas e mais, impostas, vigarices!