Translator

segunda-feira, 21 de março de 2011

RÚSSIA -"A CARIDADADE OFERECIDA AO JAPÃO...AINDA FALTAM 8 DIAS PARA O 1 DE ABRIL"

Presidente russo disposto a receber e dar emprego a japoneses

O Presidente da Rússia, Dmitri Medvedev, declarou que o seu país está disposto a prestar ajuda humanitária ao Japão e, se for necessário, a receber e criar postos de trabalho para eles na Sibéria e no Extremo-Oriente.
Estamos prontos para prestar aos nossos vizinhos japoneses ajuda humanitária, enviar alimentos, água, medicamentos e outros meios necessários”, afirmou ele numa reunião do Conselho de Segurança da Rússia.
Ele acrescentou que se deve pensar também na “possível receção de crianças japoneses e de pessoas vítimas do sismo em casas de saúde russas para reabilitação médica e psicológica”.
Em geral, podemos pensar na utilização, em caso de necessidade, de parte do potencial laboral dos nossos vizinhos, principalmente nas regiões pouco habitadas da Sibéria e do Extremo Oriente”, frisou.
Medvedev exigiu do Ministério para Situações de Emergência da Rússia que “monotorize permanentemente a situação criada no Extremo Oriente, principalmente no que respeito ao nível da radioatividade”.
O dirigente russo mostrou-se também disponível para enviar ecólogos, médicos e outros especialistas para o Japão, se Tóquio considerar necessário, bem como ajudar a elaborar recomendações sobre as medidas de proteção do pessoal contra a radiação.
Dmitri Medvedev anunciou que os sismos no Japão já provocaram mais de 16 mil mortos e desaparecidos no Japão, mas reconheceu que esse número irá crescer.

LÍBIA: BOMBARDEADA TRIPOLI. NÃO HÁ NOTÍCIAS DO PARADEIRO DE KADAFI

Explosões capital do rock da Líbia

Fogo antiaéreo explode em Trípoli após um dia de violentos confrontos entre manifestantes e forças de Gaddafi em outro lugar.
Última modificação: 21 de março de 2011 23:33
A oposição continua a ser desafiadora, dizendo que não vai negociar com Kadhafi para acabar com a violência [Al Jazeera]

Explosões abalaram a capital líbia, Tripoli, pela terceira noite, as forças leais ao Muammar Gaddafi tentam evitar qualquer novo ataque de uma coaligação militar, internacional, que impous uma zona de exclusão aérea sobre o país.

Tiros e fogo antiaéreo também iluminaram o céu na noite de segunda-feira em torno da capital, onde duas grandes explosões podiam ser ouvidas cerca de 10 minutos de intervalo, pouco depois de 09:00, Anita McNaught Al Jazeera, relatou de Trípoli.

Ela acrescentou que duas bases navais fora da cidade teria sido atingido.

"Podemos ver que uma área do porto em chamas, substancialmente. Vimos bombeiros correndo ao longo da estrada costeira.

"Esta noite parece ter sido sobre a segmentação por via marítima meios militares do exército de Khadafi, mas também nos é dado a entender [que era] um ataque ao aeroporto de Sirte."

Mussa Ibrahim, um porta-voz do governo, disse em uma conferência de imprensa que o bombardeio da coliagação mataram civis em zonas do porto e no aeroporto de Sirte, e bombardearam o sul da cidade de Sebha, um bastião da tribo de Khadafi Guededfa.

A correspondente disse que era difícil confirmar de imediato as reivindicações do governo.

"Esperamos que em algum momento, se as vítimas forem importantes como os líbios estão assegurando-nos que são, haverá alguma possibilidade de verificar que, para nós mesmos", disse ela.

LÍBIA: "A EUROPA À BATATADA."

Europa dividida sobre a Líbia missão

Divisões surgiram entre coaligação pela realização de uma acção militar e outras potências mundiais sobre o funcionamento das sanções optadas pela ONU.
Última modificação: 21 de março de 2011 20:45

A campanha militar, internacional, na Líbia criou divisões, aparentemente, entre os líderes da coaligação levada a cabo nas ONU que sancionou operação a outras potências mundiais.

Os ataques aéreos apoiados pelas ONU, montada até agora, contra as forças leais ao líder líbio, Muammar Kadafi foram realizados pela Grã-Bretanha, França e os EUA, actuando fora de seus papéis da OTAN.

Solicita que a aliança da OTAN para assumir a execução da zona de exclusão aérea foram recusados ​​pela Turquia, enquanto os outros membros têm expressado preocupações sobre se a OTAN e equipamentos das aeronaves seria desviada das outras missões, incluindo a do Afeganistão.

William Hague, o ministro dos Negócios Estrangeiros britânico, recusou nesta segunda-feira para afastar, usando os ataques aéreos, da coaligação e a meta atingir suster os ataques de Kadafi a populações civis, dizendo que isso depende "das circunstâncias no momento".

Mas Robert Gates, secretário da Defesa dos EUA, disse que tal ação seria "imprudente" e Laurent Teisseire, porta-voz do ministério francês da Defesa, disse que "a resposta é não", quando questionado sobre o assunto.

Medieval "cruzada"

Na Rússia, Vladimir Putin, primeiro-ministro da Rússia, criticou a resolução da ONU que sancionou o uso da força na Líbia, chamando-a de "acção medieval de cruzada".

"A resolução do Conselho de Segurança, é claro, de deficiente falha," as agências de notícias russas citaram Putin, dizendo aos operários, em uma visita a uma fábrica de mísseis.

"Para mim, assemelha-se algum tipo de apelo a uma cruzada medieval quando alguém iria recorrer a alguém para ir a um determinado lugar e alguém mais livre."

Dmitry Medvedev, presidente russo, disse mais tarde que a referência às "cruzadas e assim por diante" era inaceitável, mas apesar de que parecia ser uma repreensão, ele não mencionou Putin pelo nome.

Laurence Al Jazeera Lee, relatórios de Bruxelas, disse: "Há muitas fendas, apenas, no desenvolvimento, alguns deles dentro da União Europeia e alguns fora dela.

"Os comentários de Vladimir Putin, por exemplo - que é primeiro-ministro, lembre-se, ele não é o presidente que ele deveria estar no comando da política, doméstica externa ... não demonstrar como esta campanha da Líbia está dirigindo afastamento entre as pessoas que estão deveriam ser aliados na atualidade. "

A resolução da ONU que impõe a zona de exclusão aérea sobre a Líbia foi aprovada depois da Rússia, que tem poder de veto, se absteve durante a votação do Conselho de Segurança.

Não foi Gaddafi o alvo '

À medida que a campanha militar continuou na Líbia, os líderes mundiais procurou, reiterar o objetivo da operação.

O general britânico David Richards, o chefe das Forças Armadas da Grã-Bretanha, disse na segunda-feira que Kadafi foi "absolutamente não" um alvo para a acção militar.

Os EUA também disseram que a operação militar não se destina a mudança de regime, mas a execução de uma zona de exclusão aérea para proteger a população civil da Líbia dos ataques das forças de Gaddafi.

No entanto, Barack Obama, o presidente dos EUA, disse na segunda-feira que o mandato da ONU que autoriza a zona de exclusão aérea é clara, e que o líder líbio "precisa de ir".

Obama também disse que os EUA esperam transferir seu papel de liderança na acção militar a Líbia a seus aliados.

"Nós antecipamos que essa transição possa ter lugar em questão de dias e não em questão de semanas", disse ele.

Em outra parte, Amr Moussa, o chefe da Liga Árabe, questionou a necessidade de um bombardeio das posições na Líbia por forças da coalizão, dizendo que eles se arriscaram a matar civis.

Os EUA já disseram que não há provas de civis na Líbia têm sido prejudicados no ataque aéreo.

Enquanto isso, na Alemanha, Guido Westerwelle, catedral externa do país, falando em Bruxelas, defendeu a decisão de seu país para não voltar ataques aéreos contra as forças de Khadafi.
.
Ele disse que as críticas da Liga Árabe dos ataques aéreos tinham justificado a relutância da Alemanha para voltar a ação, mas que a Alemanha ficou com outros países da União Europeia em reforçar sanções contra o governo da Líbia.

RISO:AS ECONOMIAS MUNDIAIS DISCUTIDAS NA RUA

Inglês absolutamente intendível

O CANAL DOS AGIOTAS,INTERNACIONAIS, PREDADORES

PEC: "PARA ENTERRAR A CASA" - AS NOSSAS PÉTALAS POLÍTICAS


APANHADOS: "AMERICANICES"

.
Num programa americano de apanhados, um babysitter é contratado para tomar conta de uma miúda que perdeu a irmã enquanto a mãe vai jantar fora. Engraçado nisto é que a miúda começa a falar com a irmã morta e o gajo fica maluco de tão assustado.

ENTREVISTA: "SEM PAPAS NA LÍNGUA"


Entrevista publicada no SOL Pedro Boucherie Mendes:
Custa-me acreditar que vivemos em crise
12 de Março, 2011
Por José Fialho Gouveia
.
Para o director dos canais temáticos da SIC, crise existe em África.
.
Sem papas na língua, diz que não compreende um país em que os jovens não andam de scooter mas andam de Smart...
.
Consegue posicionar-se politicamente?
Sou um libertário no sentido americano do termo. Entendo que as pessoas não devem chatear-se umas às outras. Se eu não quero que o vizinho me vá bater à porta não posso pôr a música muito alta. Acho que tenho um lado conservador, sou completamente pró-capitalismo e, para irritar os outros, sou anti-esquerda.
.
Também é libertário nos costumes?
Não me importo que as pessoas fumem haxixe desde que não me chateiem. Por mim até podiam andar nuas. Então, de certa forma, encaixa-se em algumas posições da esquerda. A grande diferença entre mim e a esquerda é que a esquerda tem um objectivo e eu não. Eu não quero nem deixo de querer que os homossexuais se casem. Se quiserem, podem casar à vontade, desde que não encham a entrada da minha casa de grãos de arroz para eu não tropeçar e cair. Não tenho como objectivo de vida o desejo que as outras pessoas sejam felizes. Tenho como objectivo não fazer nada que o impeça.
.
Sendo anti-esquerda é de direita?
Pois, inevitavelmente um gajo anti-esquerda é de direita, por isso sou obrigado a dizer que sim, embora não pense em mim dessa forma. Penso em mim sendo anti-esquerda e não como sendo de direita. Mas claro que me identifico mais com as posições da chamada direita.
.
O que odeia na esquerda?
A infantilidade de acharem que tudo no mundo - desde a Amazónia até ao casamento dos homossexuais, passando pela programação das televisões - devia ser . Para a esquerda tudo no mundo devia ser . Esta noção que a esquerda tem de que pode controlar a existência através de legislação e de manifestações é uma infantilidade que me irrita. E depois acho a esquerda muito barulhenta e pouco inteligente na forma como se expressa.
.
E a falta de inteligência perturba-me. Já votou à esquerda?
Já votei no PS.
.
É esquerda? Este PS é de esquerda?
.
Vou tentar responder no fim. Só pode haver democracias com partidos. Irrita-me muito a má fama que a política tem em Portugal e acho que isso é muito culpa da esquerda - tanto que nem há partidos de direita em Portugal e não, o CDS não é de direita. Já votei PS, mas não me lembro bem quando. Tenho uma noção útil do voto, embora ache que não seria capaz de votar no BE - mas isso é uma mania minha. Sei que os partidos não são associações de malfeitores. É óbvio que há pessoas que aproveitam o facto de estarem na política para melhorarem a vida de formas menos ortodoxas, mas isso acontece em todo o lado, até nas filarmónicas.
.
Se este PS é de esquerda?
Acho que é do centrão. Diz que é pró-capitalismo. Como vê esta crise alegadamente originada pelas más práticas do liberalismo? Em primeiro lugar, não tenho a certeza de que vivemos em crise. Tenho mesmo muita dificuldade em acreditar nisso - refiro-me a Portugal e à Europa. Crise vive-se em África, onde as pessoas são pobres de facto. Crise é as pessoas meterem-se em barcos na Somália para chegarem até Itália. Para mim, um gajo não poder ir a Nova Iorque tantas vezes quantas gostaria não é crise. O problema do desempregado que estiver a ler esta entrevista não deve ser reduzir o número de viagens a Nova Iorque. Obviamente que depende do desempregado de que estamos a falar. Sem querer ser chocante - embora me esteja a cagar -, estou preparado para estar desempregado. Isto quer dizer que tenho dinheiro de parte; quer dizer que tenho uma casa boa, mas abaixo das minhas posses; quer dizer que o meu filho anda numa escola pública, quando poderia andar no Saint Julian s, porque tenho dinheiro para isso. Estou preparado para estar desempregado. Se o desempregado que estiver a ler esta entrevista estiver irritado porque o problema dele não é poder ir a Nova Iorque, na minha opinião ele quer ter um emprego para poder ir a Nova Iorque e comprar um iPad. Não consigo conceber um país onde as pessoas não andam de scooter e andam todas de Smart. Qualquer parque de estacionamento de uma universidade está cheio de carros de estudantes.
.
Este país está em crise? É demagógico o que estou a dizer?
Pode ser considerado demagógico, mas não acho que seja.
.
Por que é que em Portugal não há scooters? Por que é que os putos não vão de scooter para o Bairro Alto beber copos e vão de Smart?
Já as pessoas que vivem na Covilhã e foram para o desemprego porque a fábrica fechou - isto para caricaturar outro tipo de desempregado - têm mecanismos do Estado à sua disposição, como o subsídio de desemprego e o rendimento mínimo. Embora este não seja um discurso politicamente correcto, estou a tentar pôr as coisas em perspectiva. É evidente que em todas as sociedades há situações dramáticas. Mesmo que Portugal estivesse a crescer 18% ao ano haveria pessoas no desemprego. Mas creio que as pessoas vivem melhor do que aquilo que julgam, porque em Portugal vigora a política do não conta .
.
O que é isso da política do não conta ?
Há um gajo que diz: Eh pá, estou desempregado, isto está péssimo . Mas tu tens uma casa no Algarve e vais para lá todos os fins-de-semana no Verão . Eh pá, mas isso não conta, um gajo tem de espairecer . Portugal é o país da Europa com maior taxa de segunda habitação. Portugal é o país da Europa onde os estudantes têm mais computadores portáteis. Mas isso não conta. Os festivais de música estão sempre cheios, mas isso também não conta. E depois vemos reportagens - e isso dá-me vontade de rir - sobre pessoas que estão em situação dramática, mas têm empregada doméstica. Se eu ficasse desempregado, uma das primeiras coisas que faria seria despedir a minha e passava eu a lavar a roupa. Não deve ser muito difícil. E os telemóveis também não contam.
.
Como vê a geração à rasca dos Deolinda?
Não acredito em Deus, mas acho uma ironia do caraças terem nome de empregada doméstica. Todas as gerações tiveram os seus desafios, mas antes não havia Facebook nem computadores. Os jovens agora podem ir a Nova Iorque à vontade porque se tiverem uma oferta de emprego toca-lhes o telemóvel. Eu estive desempregado, com 23 anos e passava as tardes em casa à espera que o telefone tocasse porque só havia telefone fixo. Se calhar é melhor estar desempregado, agora. E não estou a ser irónico. Hoje o mundo é muito mais pequeno. Os jovens podem ir trabalhar para o estrangeiro ou trabalhar em casa. Na minha altura não. E muitos destes jovens são filhos de pais que ganham bem e vão herdar uma casa. É preciso ver as coisas em perspectiva, mas reconheço que não gostava de ser jovem hoje porque sei que é quase impossível arranjar emprego.
.
Não estando certo de que há crise, como vê as políticas de austeridade? Sei que a democracia representativa é um dos maiores achievements da humanidade e um gajo tem de acreditar que os gajos sabem o que estão a fazer.
.
Simpatiza com Sócrates e com Cavaco? Se ia jantar fora com eles?
Se acha que estão bem nos seus papéis. Acho que Portugal tem exactamente o que merece.

AS PANELEIRICES DE PORTUGAL

Indignação!

14 de Maio de 2010! Esta data diz algo, a alguém? E 2 de Dezembro de 2010? Sim? Não? Bom, não admira! Não admira que esta sociedade não saiba, não queira saber e se esteja perfeitamente nas tintas para os dias em que desapareceram duas figuras de prôa, de luxo e de respeito na nossa "sociedade".
Prof. Saldanha Sanches.
Prof. Ernani Lopes.
E que lhe fez a sociedade?!?!?

Pouca coisa, uma ou duas notícias nos jornais rádios e televisões. Perderam-se dois faróis da democracia, fiscalidade e economia e nada...

Entretanto, algures num quarto de hotel em Nova Iorque, também em 2010, um jovem de 21 anos enche-se de coragem e num acesso de raiva, mata e mutila um velho maricas de 65 anos.

Alguém que era "conhecido"por dizer cobras e lagartos de uns e de outros... e que faz a sociedade?!?!?

Não... não... não irão erguer uma estátua ou dar o nome de uma rua, ou sequer apoiar publicamente um jovem de 21 anos, que arrastado para um meio de proxenetas e prostituição que é o da moda e do mediatismo, não aguentou a pressão de uma bicha que o queria apalpar e sodomizar e o castrou... não... antes pelo contrário!

Esqueçam-se Saldanha Sanches, José Torres, Hernani Lopes, Carlos Pinto Coelho, Mariana Rey Monteiro, Rosa Lobato Faria, Matilde Rosa Araújo, Mário Bettencourt Resende, Virgílio Teixeira.
TODOS desaparecidos em 2010.

E claro, não me posso esquecer, nem nunca o farei.
Esse senhor do entretenimento, com inteligência, que foi António Feio. O país chorou esse homem, esse actor, esse lutador que desapareceu em 2010.

Que lhe fizemos? Nada, esquecer...
Agora querem dar o nome de rua a um parasita que "escrevia umas crónicas" e ... levava nas nalgas.

Aí está o lobby da paneleirice em movimento...

DIVULGUEM


SKY NEWS: LÍBIA A FERRO,FOGO, MÍSSEIS E BOMBAS

Reino Unido, segunda-feira 21 de Março de 2011
Ataques aéreos aliados que bateu a Líbia por uma segunda noite, destruindo um edifício perto da residência privada do coronel Kadhafi, que se diz ser "um alvo legítimo".



Assista Sky News a cobertura ao vivo sobre as últimas sobre a Líbia, incluindo uma declaração do Ministério da Defesa a partir de 12:00, David Cameron na Câmara dos Comuns em 3:30, e Barack Obama a partir de 18:00.

E A "MARICAS" LOGO À CABEÇA QUER O MINISTÉRIO DA DEFESA...Ó LARILAS!

Um estranho namoro


Depois de há algum tempo atrás o PSD ter recusado uma aliança pré-eleitoral com o CDS, com a perspectiva cada vez mais credível de eleições antecipadas foi a vez de ser o CDS, no seu congresso, a elevar a fasquia de exigências para uma coligação pós-eleitoral. Ainda não ganharam nada, ainda não foram a votos, mas já começam a marcar terreno e a discutir de como vão dividir o espólio do poder. Um estranho namoro em que há mais interesses que amor.

A PIADA DO MOMENTO EM PORTUGAL...



Um grande empresário português marca uma audiência com José Sócrates, na Residência Oficial do Primeiro-Ministro.
.
Enquanto aguarda, encontra Armando Vara que o recebe com muitos abraços.
Quando é recebido pelo Primeiro-Ministro, sente falta da carteira e resolve abordar o assunto com o PM:
- Não sei como lhe hei-de dizer, Senhor Primeiro-Ministro, mas a minha carteira acabou de desaparecer!
E continuou:
.
- Tenho a certeza de que estava com ela ao entrar na sala de espera. Tive o cuidado de a guardar bem, após apresentar o BI ao segurança. Não quero fazer nenhuma insinuação, mas a única pessoa com quem estive depois disso foi o Dr. Armando Vara, que está aqui na sala de espera ao lado.
.
O Primeiro-Ministro retira-se do gabinete. Pouco tempo depois, regressa com a carteira na mão.
,
Reconhecendo a sua carteira, o empresário comenta:
- Espero não ter causado nenhum problema pessoal entre o Senhor Primeiro Ministro e o Dr. Armando Vara . Ao que José Sócrates responde:
- Não se preocupe!
Ele nem percebeu!...

UM MIÚDO COM PINTAROLA!

E de pequenino se indireita o pepino!

LIBIA: KADAFI AINDA NÃO FOI AGARRADO À MÃO...ESTÁ QUASE!

.
.Líbia Blog Live - 21 de março
Al Jazeera em África

Como o levante na Líbia continua, atualizá-lo com os mais recentes desenvolvimentos de nossos correspondentes, agências de notícias e os cidadãos em todo o globo.

O CACAS QUE TEM GOVERNADO OS PORTUGUESES...PORRADA,PORRADA NO LOMBO!

Este "cacas" de gajo tantas fez aos portugueses, que não tarda a levar uma coça e ficar todo borrado de merda!!!

.

AS SUAS NOTÍCIAS DO DIA 21.3.11

Capa do Correio da Manhã Correio da Manhã

Tavira: Degustar água tratada
Gondomar: Despiste em rotunda
Barcelos: Carro arde na A11
Batem com Ferrari e fogem a pé
Rebelo de Sousa: Cavaco Silva refém

Capa do Público Público

Apoiante de candidato à presidência do Haiti foi alvejado na mão
Coligação internacional prepara nova fase da "Operação Amanhecer" na Líbia
Villas-Boas: “Só um FC Porto muito superior conseguirá trazer a vitória da Luz”
Há cada vez mais famílias a pedir ajuda por causa de dívidas
AT&T compra T-Mobile USA por 27,5 mil milhões de euros

Capa do Diário de Notícias Diário de Notícias

Apreensões de cocaína aumentaram 530% este ano
Voluntariado é uma coisa de mulheres? Assista ao debate
Entre o Prémio Nobel e o voo das borboletas
Sócrates quer ir a Belém na quarta
Transportes voltam a parar esta semana

Capa do Jornal de Notícias Jornal de Notícias

Sismo no Japão causou cerca de 20 mil mortos
Cerca de 80 portugueses "presos" no aeroporto de Barcelona
José Malhoa acusado de espancar homem na rua
Villas-Boas diz que F. C. Porto não está obcecado por conquistar título na Luz
Ataque aliado destruiu edifício a 50 metros de tenda de Kadafi, em Tripoli

Capa do i i

CDS. Paulo Portas corre sozinho sem PSD e contra Sócrates
O PEC por eleições. Marcelo aponta caminho para aprovar austeridade
Crise política já tem data. PEC IV chega hoje ao parlamento
Advogado de Leonor Cipriano apresenta queixa de Portugal à ONU
Freeport: Castro Caldas nomeado relator de processo disciplinar a magistrados

Capa do Diário Económico Diário Económico

Coligação criticada pelos bombardeamentos à Líbia
Pensão média na função pública dispara 28%
Portugal no ‘top 10’ de vendas da Nespresso
Programa de apoio ao arrendamento subsidiou menos jovens em 2010
Fundo soberano da Noruega mantém aposta em Portugal

Capa do Jornal Negócios Jornal Negócios

Privados podem regressar à administração da REN com lista própria
Brisa vai pedir compensações de 210 milhões ao Estado
Gasolina com margem para recuar de recorde
Volatilidade regressa ao bolso dos investidores
Paulo Azevedo: "Vamos ser grandes e internacionais"

Capa do Oje Oje

Mota lidera corrida a barragens no Peru
Brisa estuda regresso ao Brasil
União Europeia e Brasil liberalizam operações de transporte aéreo
NAV concorre a torres no espaço espanhol
Nike vai aumentar preços em 2012

Capa do Destak Destak

Rasca?
O dono e o Euromilhões
História de Portugal para cada político
Dois mortos e incidentes em várias localidades
PSD volta a rejeitar qualquer negociação

Capa do A Bola A Bola

Marselha admite que Taiwo pode dar à Luz
Liedson regressa e resolve
Bruno de Carvalho bem lançado
Éder Luís marca «golaço» na vitória do Vasco (com vídeo)
Indian Wells: Djokovic vence Nadal e conquista troféu

Capa do Record Record

Foi 100 espinhas
Carlos Lopes: «Ajudem o clube a renascer das cinzas!»
Jesus: «Que joguem!»
Quinteto de fora ao serviço de três seleções
Neca: «Equipa precisava muito desta vitória»

Capa do O Jogo O Jogo

Indian Wells: Wozniacki vence torneio e conquista 14.º título da carreira
GP Qatar: Stoner vence primeira corrida da época
Marselha vence PSG e sobe ao terceiro lugar
Nápoles vence Cagliari (2-1) e consolida terceira posição
Luiz Nunes: “Sentimos a força do F.C. Porto”