Translator

quinta-feira, 4 de agosto de 2011

IMPÉRIO CERVEJEIRO, DA TAILÂNDIA, SINGHA É UM DOS PATROCINADORES DO MUANGTHONG UNITED.

.
O palco com o pano de fundo com a revelação, designada, do novo patrocinador do  clube Muangthong United. Da esquerda para a direita: Ronnarit Suevaja, director.geral; o empresário e presidente do grupo Singha, Worawut Bhirombhakdi;  vice-presidente Wiluck Lothong e o comunicador, jornalista, que não conhecemos pelo nome.
.

Henrique Calisto sentado a ouvir os patrões do Muangthong e da Singha a revelaram acções, futuras, em cima do novo patrocínio da cerveja Leo produzida e engarrafada pelo império, empresarial, Singha (Leão na língua tailandesa).
 .
O futebol além de alimentar paixões, clubistas, a multidões, em volta dos clubes movimentam-se largos montantes em dinheiro chegado dos patrocinadores e de grandes empresas e impérios que vão aproveitando as multidões para o "marketing" de seus produtos. Atrás destes financiamentos está o valor do clube e dos sucessos alcançados.
 .
As raparigas da cerveja...Quem seria quem que se negaria a beber uma cerveja oferecida por raparigas tão simpáticas... Até apetecia, apanhar uma piela e depois de bêbedo que nem um carro, ser amparado por elas. Bebi, uma Leo, geladinha e fiquei por ali... Um jornalista/fotógrafo tem que portar-se bem!!! Serviço é serviço!
.
Os jornalistas são atendidos por lindas "meninas" na mesa de registo da imprensa... Impressionante a presença de cerca de 100 jornalistas, fotógrafos e operadores de câmera no evento. Na Tailândia, posso afiançar, não crise e desemprego no jornalismo! Todos têm trabalho... Quando são solicitados por uma empresa, Governo ou instituição desportiva, comercial ou outras, têm um tratamento de cinco estrelas, com brindes. Nesta mesa as jovens distribuiram, num saco, à "malta" onde eu me incluí, entre outros brindes uma magnifica camisola com a marca do clube Muangthong e da cerveja Leo.

Na engrenagem, futebolista, há as quedas e a ascenção. Ora o Muangthong United, depois da glória de alcançar a vitória da Taça da Primeira Liga em 2009/2010, começou mal e o clube, antes de Henrique Calisto lhe tomar a direcção de treinamento dos atletas, estava absolutamente em queda livre e com isto o desânimo da "claque".

Uma mesa, abarrotada, de sandes, pasteis, sumos, café e chá para a "malta" dos jornalistas. O que não almoçou em casa, pode ali "dar ao dente" e ficar aviado até à ceia.
.
Do quarto lugar na classificação geral em que se quedava o Muangthong Unitred, em princípio de Março último, em cinco meses Calisto guindou o clube ao terceiro lugar da classidicação geral da Taça da Primeira Liga Tailandesa, a um ponto do segundo classificado e um sério candidato ao primeiro lugar.

Trabalho é trabalho. Uma jovem jornalista, sentada na relva, artificial, depois de ler a brochura que lhe foi fornecida na mesa da imprensa, não perde tempo...Antes da cerimónia começar já, pelo móvel, transmite para a redacção do seu jornal aquilo que se vai passar. É este o mundo alucinante e apaixonante da informação em que o jornalista ou fotógrafo se envolve..
.
E é nas vitórias e na moral levantada dos adeptos que os clubes são conhecidos e nestas o alvo das grandes empresas multinacionais divulgarem o que produzem e vendê-lo às massas.
.
.Antes do evento começar, um jornalista passa pelas "brasas", com o microfone colocado no banco, junto a quatro garrafas de sumos. Pacientemente o operador de câmara aguarda. Se advinha pela quantidade de engarrafados, junto a ele, que na noite anterior se despassarou na bebida... Elas, as "pielas", de facto não matam mas amolecem...O lado feio da comunicação em que os intervenientes nela, por vezes, descuidam-se. Ossos da profissão!
.
A marca de cerveja Leo, subsidiária do império cervejeiro Singha da Tailândia, com 70% de quota de mercado, patrocina, oficialmente, com 20 milhões de bates (cerca de 800 mil euros) o clube de futebol Muangthong United, sob a direcção técnica do português Henrique Calisto.
.
O patético no jornalismo acontece. A imagem dá-nos conta disso.
.
No passado dia 3 foi apresentado, pelos directores do Muangthong, Wiluck Lothong, Ronnarit Suevaja, presidente e patrão do império Corporation Singha Co. Ltd., Worawut Bhirombhakdi  e divulgado o patrocínio a cerca de 100 homens da comunicação social, tailandesa.
.
Esta mania de fotografar sorriso e caras bonitas, de mulheres, jamais me larga... Estas jovens tailandesas são a tentação de qualquer fotógrafo amador ou profissional primir o disparador da câmara. Há sempre um sorriso para a lente. Beleza que não deve ser escondida e não é!
.
O Muangthong além do anunciado e importante patrocínio inserem-se a THAICOM, a Toyota  tomou a seu cargo o financiamento de um campo coberto de relva artificial, anexo Às instalações a que lhe foi dado nome "Singha Football Park", destinado a formar jovens a futuros atletas.
.
Henrique Calisto (1º da esquerda) absolutamente, bem acompanhado.
.
O grupo de empresas da "Singha Corporation Cº. Lda" tem patrocinado, internacionalmente o clube, inglês, Manchester United, nos anos de vitórias douradas, presentemente o Chelsea F.C. do patrão Abramovich e treinado pelo português André Vilas Boas e ainda o Red Bull, participante nas corridas de fórmula1.


Escravos da fama... a velha estrela, inglesa, futebolista, Robbie Fowler, sempre solicitado por jovens "palminhos" de cara para uma fotografia. Confesso, que eu velho já sou, tenho inveja dos famosos, e não eu, estar no lugar deles.
.
Durante a cerimónia de apresentação à comunicação social, igualmente se junto ao anunciamento da nova estrela de futebol, inglesa, Robbie Fowler, recentemente contratado pelo Muangthong.

Robbie Fowler apresentado, pela segunda vez, aos jornalistas. Da esquerda para direira: Ronnarite Suevaja, Director-Geral do Muangthong, Robbie Fowler, o patrão do grupo cervejeiro Singha, águas engarrafadas, sodas, sumos e sei lá que mais, Worawut Bhirombhakdi, Vice-presidente do Muangthong United Wiluck Lothong, o nosso porteguesíssimo Professor Henrique Calisto e o comunicador que não conheço.
A foto oficial da equipa de futebol do  Muangthong United a partir de 3 de Agosto de 2011.
Ronnarit Suevaja (camisa branca) director-geral do Muangthong, um jovem activo e óptimo amigo. Desloca-se, assim,assim em bombas topo de gama BMW e outras etc.etc.etc. Grangeou a popularidade entre os adeptos e o respeito dos patrões.
José Martins

PEIXEIRADAS PORTAS E JARDIM E MAIS AINDA!


 Que comece a peixeirada


O líder do CDS-PP, Paulo Portas, foi à Madeira festejar o aniversário do CDS e afirmou não ser possível à Região Autónoma da Madeira endividar-se mais.
Paulo Portas disse ainda que Jardim na Madeira é igual a Sócrates no continente. «No país, os socialistas fizeram uma política de endividamento para lá do que era aceitável e aqui, na Região da Madeira, os sociais-democratas fizeram uma política de endividamento que é também para lá do aceitável. É que não é possível continuar a endividar mais um país ou uma região».
Alberto João Jardim guardou os ataques ao CDS para a festa anual do partido no Chão da Lagoa, e sem nunca mencionar Paulo Portas, Jardim referiu-se aos centristas como "os fariseus do CDS" e "falsos cristãozinhos", que criticou por terem optado pela abstenção na votação da lei das finanças regionais. "Vejam a lata deles. Dizendo-se um partido cristão foram para a Assembleia da República querer fechar o ''Jornal da Madeira''. São aqueles fariseus que têm de ser expulsos do templo com chicote", afirmou Alberto João Jardim, acrescentando que "eles sabem é jogar no casino".
Mais um murro no estomago do Passos Coelho que agora ainda vai ter de se preocupar com a guerra entre o seu parceiro de coligação e os madeirenses do PSD. Pela primeira aproximação, se o Portas não mete a viola no saco, a coisa vai ficar animada.


Espiões à portuguesa


Um caso de espiões portugueses onde tudo começou com um SMS da Manuela Moura Guedes para o Passos Coelho para lixar o Bernardo Bairrão. Dai até agora muito mais já se sabe e nada cheira bem. De negações que depois se confirmam verdades, do SMS tantas vezes naegado até à informação enviada pelo chefe dos nossos espiões para a Ongoing onde agora trabalha. Ora o marido da Manuelinha é Administrador da Ongoing pelo que é fácil descobrir como ela soube dos dados da investigação, desmentida, feita ao Bairrão. Poretanto um espião, o chefe do serviço de segurança do Esatado, envia informações para uma empresa privada que o viria a contratar e um administrador dessa empresa conta à mulher que, por acaso, até é jornalista e vingativa.
Isto só por si era mau e grave, mas pior ficamos quando vemos o tal espião, Jorge Silva Carvalho, ir à Assembleia reconhecer que tinha enviado informações do seu computador para empresas privadas mas com autorização até do Primeiro-ministro da altura José Sócrates. Grave, mas depois ficámos a saber que afinal o nome do Sócrates tinha sido invocado em vão e nem o Sócrates nem ninguém tinha dado ordem ou autorização para o envio dessa informação. O Espião resolve então dar o dito pelo não dito e dizer que afinal não tinha enviado informações nenhumas para a Ongoing, mas arranja um advogado para processar, por violação do seu mail, aqueles que dizem que ele enviou a informação, que pelos vistos enviou como comprovam os mails supostamente violados.
Eu não sou Espião mas tenho a certeza que tinha arranjado uma história mais credivel e não tinha metido tanto os pés pelas mãos. Acreditava eu que um Espião devesse ter mais jogo de cintura e uma melhor capacidade para gerir situações apertadas. Este nem necessitou de ser torturado para se baralhar todo. Pelo menos nos filmes os espiões parecem mais capazes e competentes. Aguardemos sentados o resultado de tudo isto e do inquérito que, se ainda não mandaram fazer, vão mandar.

Os Silvas vão de férias para a Coelha


De partida para férias o Presidente da República, Cavaco Silva, escreveu uma mensagem no Facebook aos portugueses:
“Nesta época em que muitos podem abrandar o ritmo de actividade ou gozar uns dias de descanso merecido, muitos outros não poderão fazê-lo, ou vivem uma grande intranquilidade quanto ao seu futuro. Os portugueses estão hoje plenamente conscientes das dificuldades que enfrentamos e que exigirão um grande esforço para serem ultrapassadas. Por isso mesmo, este é o momento para recuperar forças e ânimo… para um novo ano, que será de grande exigência mas que deverá também ser, como tanto desejamos, de coragem e de esperança. Portugal não pode falhar o esforço de recuperação da economia e da confiança dos investidores internacionais, para o que é fundamental o contributo, a energia e a determinação de todos nós”.

Quando vejo o Cavaco a fazer estas retoricas em que fala muito para não dizer nada, em que tudo esprimido não é mais do mesmo, da necessidade de nos conformar com a nossa sorte e aceitar e trabalhar para servir os interesses dos mercados, só me apetece mandá-lo de vez ao "cócó". Que vá usufruir dos bons negócios que fez na altura do BPN para a sua vivenda na Coelha, convide os seus amigos como o Dias Loureiro, ou os seus ex-ministros como o Mira Amaral, Que vá mas que se cale que já não há paciência para o ouvir. Desapareça.

Sei que nos últimos dias tenho abusado da imagem de grupos de mafiosos para fazer os meus bonecos, mas quando olho para tudo isto que se passa à nossa volta é o que vejo. Atacam os nossos direitos e os nossos salários, aumentam impostos e preços, reduzem a quantidade e qualidade dos serviços públicos e começam a desbaratar o que ainda resta do estado. O caso do BPN é um caso evidente. Vende-se o banco onde os contribuintes já "enterraram" mais de 5 mil milhões por 40 milhões e onde o estado ainda vai pagar o despedimento de mais de 750 trabalhadores, capitalizar o banco em mais 550 milhões e ficar com o resto do "lixo tóxico" e do crédito mal parado que por lá exista, sabendo que havia quem desse mais, (fala-se em 100 milhões) e se comprometesse a não despedir ninguém. A juntar a isto e, perante as dúvidas e indignação geral de muitos, o PSD e o CDS recusaram que os preteridos no negócio e até o próprio Ministro das Finanças, fosse ao parlamento dar explicações. O caso do BPN é o maior caso de trafulhices e roubalheira de toda a história portuguesa, (o Alves dos Reis era um anjinho comparado com esta gente), e não se vêm culpados em lado nenhum. Será que é porque a justiça é cega ou porque vê bem demais?

Alvaridades


O Ministro Álvaro Santos Pereira, o tal que veio do Canadá para nos salvar, foi à Assembleia da Republica responder a perguntas dos deputados. Devia ter ido para responder a perguntas mas como parecia não ter respostas para nada, (ficou para as enviar mais tarde por escrito), ocupou todo o tempo a queixar-se do passado e a promover a sua pessoa. Um triste espectáculo o de dizer que encontrou no Ministério "regalias exageradas e salários desproporcionados, que serão devidamente analisados e reajustados" e depois tentar justificar que tenha nomeado uma chefe de gabinete que ganha "mais 50%" do que os chefes de gabinete dos restantes ministros (Primeiro Ministro incluido), simplesmente pela competencia da Senhora. "Também é verdade que a minha chefe de gabinete é uma super-chefe de gabinete. Está a perder mais de 50 mil euros em ordenado por estar a trabalhar para nós", justificou Santos Pereira."Desde que sejam respeitadas as regras estabelecidas pelo Governo para salários, a qualidade tem de ser paga", insistiu o ministro, considerando que "esta pessoa tem as qualidades que é preciso para governar um super-ministério da melhor maneira".
Um Super-ministério de que ele se considera um super-ministro e andou a apagar luzes e de onde até agora saíram a ideia das bandeirinhas de portugal e o aumento dos transportes públicos que nalguns casos ultrapassa os 25%.
Mais um a quem todos deviamos era fazer um belo manguito, pagar-lhe o bilhete de avião de volta para de onde veio. Recusar pagar bilhete nos transportes públicos, se feito por muitos, pode ser uma boa ideia para começar.


Um gang de bons rapazes


Imposto extra ordinário sobre o 13º Mês, aumento de transportes que chegam aos 25% e ainda falta o IVA, o IMI e sei lá que mais impostos para aumentar porque cada milhão é necessário para conter o défice e pagar a dívida. Vendem-se as empresas do Estado. Ou serão que, como no caso do BPN, para oferecer? Oferecer com bonus. Um banco onde já foram enterrados 5 mil milhões dos nossos impostos, sem que se veja acusar ninguém pela da maior fraude de sempre da História Portuguêsa. Há mesmo quem fizesse parte dos Órgãos sociais do BPN que seja nomeada para a nova administração da CGD. O grande amigo do Cavaco, Dias Loureiro mudou de ares para o sol de Cabo Verde. BPN agora vendido por 40 milhões em que vai ter de ser o Estado a pagar o despedimento de 750 trabalhadores depois de capitalizar o banco com mais 550 milhões do dinheiro dos nossos impostos, dos nossos sacrificios. Lixa-se a vida de milhões de portugueses para poupar meia duzia de milhões e depois oferecem-se 550 milhões de mão beijada. Tenham vergonha, os vampiros que nos sugam e nós força para os combater.

As capas dos jornais e as principais notícias de Quinta-feira, 4 de Agosto de 2011.

Capa do Correio da Manhã Correio da Manhã

Praias: Banhos autorizados
Albufeira: Feridos em colisão
Portimão: Acidente a 250 km/h
Porto: Jovem agredido por grupo
Minho: Dois homens atropelados
Atropela e foge à PSP em perseguição
Assunção Cristas: Ajudas a agricultores

Capa do Público Público

Governo vai mesmo apresentar um segundo Orçamento Rectificativo com o OE para 2012
Revista de impernsa: destaques do "Diário Económico"
Sorteio do Totoloto (52/2011)
Controladores aéreos desmarcam greve na Alemanha
Benfica é cabeça-de-série e escapa a Bayern, Arsenal, Lyon e Villarreal
Microsoft dá 250 mil dólares em prémios a quem descubra falhas de software
Jesus destaca apuramento mas queria mais golos

Capa do Diário de Notícias Diário de Notícias

N@escolas: 18 anos em Paris
64 acidentes de trabalho investigados por dia
Crise e redes sociais fazem disparar burla com casas
Governo vai estudar "portagens" à entrada das cidades
Manuais têm aumento mais baixo dos últimos 5 anos
Animais marinhos feitos de areia
Mocho e tartaruga com ovos brilham na areia

Capa do Jornal de Notícias Jornal de Notícias

Praça madrilena blindada aos "indignados"
Multa radical contra estacionamento proibido
Todos os dias há 62 novos portugueses falidos a pedir ajuda à Deco
Menezes no Conselho de Estado
Benfica cabeça de série no sorteio de sexta-feira
Terra teve duas Luas
Chave do Totoloto

Capa do i i

CP. Linha de Cascais em risco de fechar
DGS revê tratamentos no estrangeiro até ao final do ano
Jerónimo Martins alimenta e apoia 1100 funcionários durante 2012
O mês horribilis de Sócrates. Ficar sem pai e irmão em 15 dias
Queimar os últimos cartuchos antes do Ramadão não dá bom resultado, não
Coligação com limites. Desta vez Portas não entra no Conselho de Estado
Sud Expresso. Espanhóis da Renfe vendem bilhetes mais baratos que a CP

Capa do Diário Económico Diário Económico

Governo quer taxar entrada de carros nas grandes cidades
Terra teve duas Luas
Síria autoriza novos partidos
“Juros estão perto da posição insustentável”
IC19 e CRIL continuam sem portagens
Governo baixa em 80% preços de vacinas tropicais
Bandeira azul é garantia de uma "boa qualidade" da areia

Capa do Jornal Negócios Jornal Negócios

EDP e Jerónimo Martins sobem mais de 2% e animam bolsa
Lloyds regista prejuízos de 2,31 mil milhões de libras
As notícias em foco na edição de hoje, dia 4 de Agosto, no Negócios
Benfica é o campeão das suspensões na bolsa
Crise do euro trava subida dos juros da habitação
Portugueses estão entre os maiores operadores petrolíferos do Brasil
Floresta portuguesa ainda só recebeu 3,5% dos apoios europeus ao sector

Capa do Oje Oje

BCE deve manter taxa nos 1,50%, economistas esperam novo aumento este ano
Sonae Sierra aumenta resultado líquido para 13,2 milhões no 1.º semestre
Economia italiana tem "fundamentos sólidos", garante Berlusconi
PSI 20 fecha a perder 1,33%
Lucro da ANA sobe 9,6% no 1.º semestre
Genéricos em Portugal são mais baratos que em Espanha, França, Itália e Grécia
Brasil foi o país que mais aumentou a produção de petróleo na última década

Capa do Destak Destak

Ajudas aos agricultores deverão ser distribuídas dentro de semana e meia
Conselho de Segurança condena autoridades pela repressão
Estado deve cerca de 30 ME aos causídicos que prestam apoio judiciário
Ministra quer pagar o mais cedo possível bonificações dos créditos de desendividamento
Mais de mil pessoas picadas por escorpiões desde Janeiro
Controladores aéreos desmarcam greve
Indivíduo em fuga com carro roubado atropela um homem e embate em várias viaturas

Capa do A Bola A Bola

João Gonçalves apresenta-se hoje
Adilson não entra nas contas
Soudani já se encontra em Guimarães
Michelle regressa em Toronto
Zapater sai livre de Alvalade
Cluj tenta garantir Weldon na FIFA
Kléber põe Falcao em dúvida na equipa para a Supertaça

Capa do Record Record

Panaitolikos insiste em Hélder Barbosa
Professores sem colocação
Dady pode sair para Espanha
PORTUGAL-CAMARÕES, 1-0
Olear motor na China com quarteto especial
Insolvências batem recorde
Treinar o planeta em português

Capa do O Jogo O Jogo

Jorge Jesus explica o porquê da não utilização de Cardozo em Istambul
Jéffren assinou por cinco temporadas
Gil Vicente e Varzim empatam sem golos
Glasgow Rangers, Rosenborg e Dínamo de Kiev eliminados
Rubin Kazan, Udinese, Odense, Twente e FC Zurique no caminho encarnado
Pablo Aimar: “O importante era passar"
Jorge Jesus: “Não devemos ter nota artística em todos os jogos, porque isso não é competição”

AMANHÃ (5.8.2011) SERÁ EM TODA A HISTÓRIA DA TAILÂNDIA, UMA MULHER, ASSUME O LUGAR DE PRIMEIRO-MINISTRO

Estive junto à Senhora Yingluck Shinawatra há pouco mais de 15 dias no Estádio do Muangthong United, treinado pelo português Henrique Calisto.
.
Pouco me interessa as vozes que têm surgido e publicadas de gente, estrangeira, (inclusivamente de Portugal) que nada têm a ver com os destinos deste Reino da Tailândia e até, ao ponto, de provocarem a figura da Yingluck como se eles tivessem algo a dizer ou a criticar sobre o país que os acolheu, por uns tempos e não se fartaram de elogiar a hospitalidade.
.

A Senhora Yingluck, a primeira mulher Primeiro-Ministro da Tailândia, cumprimenta a sorrir-se o técnico de futebol, português, Henrique Calisto, no estádio Yamaha e certamente o primeiro português a cumprimentar e conhecer o nome, Yingluck Shinawatra, desde que foi eleita Primeiro-ministro da Tailândia.
.
Interessa-me, sim, que com estes ou outros primeiros.ministros  eu já vivo neste Reino ha mais de 30 anos e nunca fui molestado.
.
A Senhora Yingluck Shinawatra foi eleita, pela maioria de votos, pelo Povo Tailandês e a deveremos respeitar  como a futura dirigente deste Reino.
.
E mais ainda desde que os thais se identificaram como nação e Povo em 1180, em Sukhothai, será de regozigo para os tais e para mim, também, que algo no mundo está a mudar que foi eleita uma mulher na Tailândia a dirigir os destinos do Reino.
José Martins