Translator

domingo, 21 de agosto de 2011

FRASES DO DIA 22 DE AGOSTO DE 2011

por Ana Vidal | 22.08.11
.
"Eu, que não consigo definir-me como de esquerda nem de direita, acho que a esquerda é fundamental para denunciar quem explora os trabalhadores, e a direita para lhes dar emprego." 

Ora aqui está uma frase que eu subscrevo. Gostei, Gi.


JOGADAS DOS BONS RAPAZES OU OS ESQUEMAS DA MALANDRAGEM


.
JOGADAS DOS BONS RAPAZES – Um filme no seu Video Club perto de si.
Paulo Portas negociou em Luanda as condições de venda do Banco Português de  Negócios (BPN) aos angolanos do Banco Internacional de Crédito (BIC).
.
O encontro com Fernando Teles, presidente, e Mira Amaral, presidente do BIC Portugal, aconteceu no dia 23 de Julho, sábado, depois do ministro dos Negócios Estrangeiros ter participado na quinta e sexta na reunião da CPLP.
.
Em 2006, o BPN tinha concedido um crédito da ordem dos 1,6 mil milhões de  euros à empresa Amorim Energia para a compra de uma participação na Galp. A Amorim Energia é uma holding que tem como accionistas Américo Amorim, a  Santoro Holding Financial, de Isabel dos Santos, filha do presidente angolano, José Eduardo dos Santos, e a Sonangol.
.
Com a venda do BPN ao BIC, que tem como accionista principal a Santoro, de  Isabel dos Santos, esse crédito da Amorim Energia, fica num banco adquirido por outro que tem como principal accionista a própria devedora.
.
Afinal parece que a história de um concurso para saber quem queria comprar o  BPN era uma grande treta e que o comprador há muito que estava decidido. Decidido e com um belo negócio para o BIC e o Mira Amaral e uma vez mais à  nossa custa. O poder do dinheiro e as voltas que ele dá para cair nos sítios do costume.

BPN que continua a ter como único arguido o Oliveira e Costa. Onde é que  estão os outros?

O MALANDRO DO KAOS NA SEGUNDA-FEIRA

Onde está o António José Seguro?

Sobem impostos, aumenta 17% o IVA da luz e do gás e os transportes públicos até 25%, oferece-se o BPN mais umas boas centenas de milhões de euros aos patrões angolanos do Mira Amaral e ninguém vê o novo líder da oposição aparecer ou dizer nada. Não sabe o que dizer ou concorda com as medidas do governo? Convinha que nos dissesse.


Na campanha eleitoral o Pasos Coelho prometeu, o Paulo Portas também, o programa eleitoral também que com eles no governo não havia cá boys nem meios boys. Só competencia. Claro que o famoso Super-Alvaro afirmou recentemente numa entrevista televisiva que a ideia não é de "no jobs for the boys", é "less jobs for the boys", mas mesmo assim fiquei espantado com a esperteza saloia da solução que encontraram para nomear os quadros superiores do Estado. Por concurso, com regras claras para ser escolhido o melhor mas, com a última palavra a ser dada pelo Ministro que pode simplesmente não ligar nenhuma ao resultado do mesmo. Honestamente prefiro o modelo actual em que se sabe que a nomeação é de um boy e é feita com celeridade que um que finja não ser aquilo que é e ainda se vai perder tempo e dinheiro a fazer um concurso para depois o Ministro escolher quem quer para o lugar.
Um Ilusionista tenta criar-nos uma ilusão sabendo que nós sabemos que é só uma ilusão, mas esta gentinha não nos quer iludir, quer mesmo é enganar-nos.

REBELDES LÍBIOS ENTRAM EM TRIPLOLI E COMEMORAM

Rebeldes entram em Tripoli, multidões nas ruas a comemorar

Gaddafi procura falar, pede cessar-fogo (01:35)
AL-MAYA/TRIPOLI | dom 21 de agosto de 2011 07:24 BRT
.
Um comboio de rebeldes entraram num bairro ocidental da cidade, disparando as armas para o ar. Rebeldes disseram que a toda a cidade estava sob seu controle, excepto Bab Al-Gaddafi de Aziziya-Jazeera fortaleza, de acordo com a al-Jazeera de televisão. Gaddafi fez dois apelos pela  televisão, estatal, convidando líbios para combater os rebeldes.
.
"Estou com medo, se não agirmos, eles vão queimar Tripoli", disse ele. "Não haverá mais água, comida, electricidade ou a liberdade."
.
Gaddafi, um autocrata colorido e muitas vezes brutal,  governa a Líbia há mais de 40 anos, disse que eles estavam pilhando as lojas de armas para armar a população. Seu porta-voz, Ibrahim Moussa, previu um ajuste de contas violenta pelos rebeldes.
.
"Um massacre será cometido dentro Tripoli se um lado ganha, porque os rebeldes vêm com muito ódio e vingança ... Os apoiantes do líder ou recuam agora, ou haverá uma carnificina."
.
NATO, que tem apoiado os rebeldes com uma campanha de bombardeio, disse que a transição de poder na Líbia deve ser pacífica.
.
Depois de uma guerra civil de seis meses, a queda de Tripoli veio rapidamente, com um levante, cuidadosamente, orquestrada, lançado na noite de sábado, para coincidir com o avanço das tropas rebeldes em três frentes. Os combates eclodiram após a chamada à oração dos minaretes das mesquitas.

Rebel Conselho Nacional de Transição Coordenador Adel Dabbechi confirmou que o mais jovem filho de Gaddafi, Saif Al-Islam foram capturados. Seu filho mais velho de Mohammed Al-Gaddafi se rendeu às forças rebeldes, disse ele à Reuters.
.
Apenas cinco meses atrás as forças de Gaddafi foram criadas para acabar com o reduto rebelde de Benghazi, o aviso de líder em um discurso pela televisão que não haveria "nenhuma piedade" para seus adversários. Suas forças iriam caçá-los "distrito por distrito, rua em rua, casa a casa, sala em sala."
.
As Nações Unidas, em seguida, agiram rapidamente, abrindo caminho para a criação de uma zona de exclusão aérea que a NATO, com uma campanha de bombardeios, utilizado em última análise, para ajudar a dirigir de volta as forças de Gaddafi.
"Acabou. Gaddafi terminou", disse Saad Djebbar, antigo conselheiro legal do governo líbio.
.
TV Al Jazeera lançou para ar  imagens de pessoas comemorando, no centro de Tripoli e rasgando os cartazes de Kadhafi, que havia dominado cidades líbias por décadas.
Em Benghazi, no leste, milhares se reuniram em uma praça do centro da cidade agitando bandeira da oposição vermelha, preto e verde como a notícia filtrada através dos avanços dos rebeldes em Tripoli.
.
"Acabou!" , gritou um homem quando ele saiu correndo de um edifício, com um telefone móvel junto ao ouvido. Tiros de comemoração e explosões ressoaram sobre a cidade e os carros tocando suas buzinas, lotados, circulando nas ruas. Balas, tracejantes, vermelhas, rasgaram no céu negro.
.
"Ele faz parecer que está chegando ao fim", disse Anthony Skinner, analista de Oriente Médio, Maplecroft. "Mas ainda há muitas perguntas. O mais importante é exactamente o que Gaddafi faz agora. Será que ele pode fugir ou lutar contra ele?"
.
"Agora ou mais a longo prazo, o que acontece a seguir? Sabemos houve alguns graves divisões entre o movimento rebelde e nós ainda não sabemos se eles serão capazes de formar uma frente coesa para dirigir o país".Gaddafi, em sua segunda transmissão de áudio em 24 horas, rejeitou os rebeldes como ratos.
.
"Eu estou dando a ordem para abrir a depósitos de armas", disse Gaddafi. "Apelo a todos os líbios a aderir a esta luta. Aqueles que têm medo, dar suas armas para suas mães ou irmãs.
.
"Vá para a rua, eu estou com você até o fim. Estou em Tripoli. ... Nós vamos vencer."
Um funcionário do governo líbio disse à Reuters que 376 pessoas de ambos os lados do conflito foram mortos em combate durante a noite no sábado, em Tripoli, com cerca de 1.000 feridos.
.
Uma fonte diplomática em Paris, onde o governo tem apoiado os rebeldes de perto, disse que  células rebeldes, subterrâneas na capital tinham  planos em pormenor elaborado há meses e estava esperando um sinal para agir.
.
Esse sinal foi "iftar" - o momento em que os muçulmanos observando o mês sagrado do Ramadã quebrar seu jejum diário. Foi nesse momento que começaram a transmitir os seus imãs mensagem do mesquitas, segundo moradores. (Reportagem adicional de Missy Ryan em Tripoli, Robert Birsel em Benghazi, Líbia, William Maclean em Londres, Hamid Ould Ahmed em Argel; escrita por Christian Lowe e Richard Valdmanis ; edição por Andrew Roche )
AL-MAYA/TRIPOLI (Reuters) - Combatentes Rebel transmitido em Tripoli como forças Muammar Gaddafi entrou em colapso e as multidões foram às ruas para comemorar, rasgarem posters do líder líbio.

ASSOADELA A PAULO PORTAS O MINISTRO DOS ESTRANGEIROS

É tudo mentira o que dizem sobre
o regime de Eduardo dos Santos!!


Tudo quanto, nomeadamente em Portugal, se diz sobre José Eduardo dos Santos é mentira, dor de cotovelo e obra dos preconceitos coloniais de alguns (cada vez menos, é certo) os jornalistas lusos.

Desde logo, é mentira que José Eduardo dos Santos seja um presidente que está no poder há 32 anos sem nunca ter sido eleito.

O processo de bajulação dos governos portugueses ao regime do MPLA continua porque Angola, como e natural, apenas quer ajudar o povo irmão das ocidentais praias lusitanas.

Embora custe a muita gente em Portugal, o actual líder de Angola que preside à Comunidade de Países de Língua Portuguesa e, como prova da democraticidade do seu regime, está no poder – repita-se - há 32 anos como resultado das eleições.

Paulo Portas, que até foi excepcionalmente recebido pelo dono de Angola, acredita que o importante para Portugal são os poucos que têm milhões e não, claro, os milhões que têm pouco… ou nada. E tem razão. São esses poucos que compraram o BPN e, pela via económica, oferecem a Portugal o estatuto de protectorado.

E se Portas diz que as relações com Angola são excelentes, é porque são mesmo. Eu diria bem mais do que excelentes... na óptica da Oferta Pública de Aquisição lançada por Angola sobre Portugal.

Acrescente-se que é mentira quando se diz que 68% (68 em cada 100) de angolanos são gerados com fome, nascem com fome e morrem pouco depois com fome.

É mentira que 45% das crianças angolanas sofrem de má nutrição crónica, sendo que uma em cada quatro (25%) morre antes de atingir os cinco anos.

É mentira que Angola seja um dos países mais corruptos do mundo.

É mentira que a dependência sócio-económica a favores, privilégios e bens, o cabritismo, seja o método utilizado pelo MPLA para amordaçar os angolanos.

É mentira que 80% do Produto Interno Bruto ser produzido por estrangeiros; que mais de 90% da riqueza nacional privada seja subtraída do erário público e esteja concentrada em menos de 0,5% da população.

É mentira que o acesso à boa educação, aos condomínios, ao capital accionista dos bancos e das seguradoras, aos grandes negócios, às licitações dos blocos petrolíferos, esteja limitado a um grupo muito restrito de famílias ligadas ao regime no poder.

Mas é verdade que um dia destes o Jornal de Angola, um órgão que não é estatal, que não é correia de transmissão do regime, poderá divulgar – como tem ameaçado fazer - "as listas dos nomes dos quadrilheiros portugueses capturadas no bunker de Jonas Savimbi no Andulo".

Mas é mentira que dessa imensa listagem constem  oficiais das FAPLA e depois das FAA que nunca trabalharam para Savimbi, ou políticos do MPLA, alguns com altos cargos no Governo e que também não trabalharam para o líder da UNITA.

Ó POVO QUE LAVAS COM LÁGRIMAS AS TUAS DESGRAÇAS



Casos de depressão aumentam em Portugal

O ALBERTO DA MADEIRA CHEIO DE CALOTES E SEM CACAU PARA OS PAGAR!

Espero, que o Alberto, não nos penhore a Madeira pela falta de liquidez...!!!

Alberto João Jardim está a negociar acordo com Passos Coelho

Alberto João Jardim está a negociar acordo com Passos Coelho

2011-08-20 13:19:52

"MAS VÁ LÁ, NÃO SEJAS TÃO MÁ SÃOZINHA E ARRANJA UMA REFORMA CHORUDA PARA ESSES TRAFULHAS..."

Três duma cajadada. Governo manda empresas públicas à faca

por Nelson Pereira , Publicado em 20 de Agosto de 2011   
2826283.jpg
Com dívidas avultadas, a Parque Expo vai ser extinta. E com ela o projecto Arco Ribeirinho Sul e a empresa Baía Tejo
A Parque Expo tem os dias contados. O governo quer extinguir a empresa por considerar que, passados 13 anos, o objectivo desta se esgotou e porque apresenta dívidas avultadas. A sentença de morte foi confirmada por Assunção Cristas em conferência de imprensa: "A decisão está tomada".

A ministra da Agricultura, Mar, Ambiente e Ordenamento do Território admitiu como consequência o despedimento de trabalhadores, que considerou, porém, um cenário "prematuro". E justificou a medida com a urgência de racionalização de estruturas e despesas: "Tem a ver com a análise que está a ser feita no seio do governo no sentido de perceber que estruturas têm razão de existir no quadro do Estado e que estruturas devem ser extintas".

Assunção Cristas prevê que o processo que vai levar à extinção da Parque Expo seja longo. E explicou que o governo tomou esta decisão também por causa do problema financeiro que ainda continua a ser a Parque Expo. "Quando existe uma grande dívida existem grandes juros a pagar", pelo que o valor que se realizar com a venda "irá abater nessa mesma dívida", sublinhou.

Constituída com o objectivo específico de coordenar a Expo 98 e a urbanização daquela área de Lisboa, a empresa "esgotou o fim para o qual foi criada". Em declarações à Lusa, a ministra confessou não ver razão hoje para manter a Parque Expo, "que é uma empresa que no fundo é uma holding com várias empresas associadas com fins muito díspares".

No leque destas empresas figuram o Oceanário de Lisboa, Pavilhão Atlântico, Marina, Gare do Oriente. A Parque Expo tem assegurado igualmente o abastecimento de água e o sistema de condutas de lixo da estrutura urbana local.

No que diz respeito aos projectos do Programa Polis, como os da Costa da Caparica e Viana do Castelo (ainda em curso) e Polis Litoral Norte (Ria de Aveiro, Ria Formosa, Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina), a ministra do Ambiente quer deixá-los para a fase final do processo de extinção da Parque Expo. Assunção Cristas ressalvou que os projectos Polis "estão todos a ser avaliados para ver o que é urgente".

O projecto Arco Ribeirinho Sul, criado para requalificação dos terrenos das antigas áreas industriais da Quimiparque, no Barreiro, da Margueira, em Almada, e da Siderurgia no Seixal, será também extinto.

A Parque Expo assinou em Outubro de 2010, com a Sociedade Arco Ribeirinho Sul, responsável pelo projecto, um contrato de gestão.

A Parque Expo registou prejuízos de 4,98 milhões de euros em 2010, com um resultado operacional positivo de 292 mil euros, elevando o passivo bancário em nove milhões de euros, para 225 milhões. O mandato de Rolando Borges Martins na liderança da empresa terminou no final de 2010 e a sua renovação estava dependente do novo Executivo. Com Patrícia Rebelo
Comentários
  • A ideia megalómana do Parque Expo,só serviu, à boa maneira socialista ,de arranjar mais uns tachos para os amigalhaços,veja-se que passados tantos anos da Expo 98,esses cadeirões ainda existem.Como é possível esse organismo estatal ainda existir,sem mostrar resultados.Mas vá lá, não sejas tão má Sãozinha e arranja uma reforma choruda para esses trafulhas.........

ENGANEI-ME REDONDAMENTE... "AFINAL O SENTIDO DA INDEPENDÊNCIA DOS PRETOS (NÃO É PEJORATIVO) ERA OUTRO O DO "GAMANÇO"!

E se o "preto", brother, levanta a grimpa...Porrada nos cornos!

Veja aqui o vídeo da detenção dos jovens manifestantes em Luanda


manifestaçao angola 2
Os organizadores da manifestação de 25 de Maio contra a pobreza, gravaram um vídeo com a sua detenção que disponibilizaram na internet.
Veja o vídeo:


.
LÁ COMO CÁ..... A Grande Familia.Tá bonito, tá!
.
17 Agosto 2011 - Club-k.net - O salário mensal do Director Nacional das alfândegas de Angola, Silvio Franco Burity, está na casa dos 100 mil dólares norte-americanos.  A revelação foi recentemente feita em tribunal, na Sala dos Crimes Comuns da 7ª Secção, à margem do processo judicial que o mesmo move contra o director do Folha-8, William Tonet.
.
Durante a acareação, dirigida pelo juiz Manuel Pereira da Silva, o director Sílvio Franco Burity sancionou os dados, tendo apostilado que o seu salário é adjudicado em função de procedimentos de multas/impostos   arrecadados por aquela direcção ligada ao Ministério das Finanças. Nas explicações dadas pelo mesmo, o auditório ficou igualmente a saber que o seu salário é instável, havendo momentos em que chega a ser equivalente a  200 mil dólares americanos.
.
Em reacção ao processo judicial que envolve o Director Nacional das Alfândegas, sectores em Luanda têm sido unânimes em afirmar que o caso contra o jornalista William Tonet abriu precedentes, precipitando a exposição da imagem de Silvio Burity.
.
A saber:
- Foi reafirmado no cargo em finais do ano passado; porém, em aproveitamento do assunto, uma corrent do MPLA, que também cobiça aquele cargo, tem estado a fazer corredores para o seu afastamento em honra da política de “tolerância zero”.
.
- O  Ministério Público, por exemplo, deu “razão” para absorção do réu  por se ter provado em tribunal as acusações que a sua publicação fez em torno do suposto caso de nepotismo envolvendo nomes de familiares de Silvio Burity colocados nas Alfândegas.
.
- O seu assunto deu azo a que o Serviço de Inteligência e Segurança de Estado (SINSE) apreciasse informações que corriam em torno do mesmo. O caso que está agora em consideração envolve uma funcionária que fora afastada há cerca de 5 meses, por supostas incompatibilidades, mas que em cooperação com o mesmo arrecadava verbas que eram alocadas numa conta privada de Silvio Burity.
.
O SINSE sempre se dedicou a manter elementos seus nas estruturas das  alfândegas e em outras instituições “chaves” do aparelho de Estado.  Muitos desses elementos estão reunidos em torno de uma estrutura “sombra”, o QPE – Quadro do Pessoal Estratégico - cuja a missão é manter informado a Presidência da Republica. Um dos quadros mais activos que o SINSE tinha na direção das Alfândegas era Elias André, já falecido em circunstâncias pouco claras.  Esteve colocado no Departamento de Fiscalização Aduaneira.
--------------------------------------
.
23 JUNHO 2011 - Club-k.net - O Director Nacional das Alfândegas de Angola, Silvio Franco Burity, foi confrontado em tribunal com uma lista de familiares e filhos de amigos que o mesmo empregou na organização que dirige, tendo sido convidado a provar que os mesmos entraram naquela instituição por concurso público.
.
A confrontação foi feita no passado dia 15 de Junho à margem de um processo de calúnia, difamação e injúria que o mesmo moveu contra o Jornalista William Tonet.  Este, através dos seus advogados de defesa,  Tiago Ribeiro, David Mendes e André Dambi, apresentou as evidências da suposta difamação.
.
Lidas na presença na 7ª secção da Sala dos Crimes Comuns do Tribunal Provincial de Luanda Dona Ana Joaquina, sob orientação do juiz de direito Manuel Pereira da Silva, as posições da defesa do jornalista seguiram as seguintes argumentações, que o Club-K, repassa:
“- Os valores oriundos da transportação do crude entram na conta bancária da Alfândega e às vezes transitam dessa conta para a outra dos funcionários seniores do Departamento de Fiscalização Aduaneira, cujo chefe é o senhor Elias André.
.
- No que diz respeito à gestão da Alfândega, o semanário publicou que tem havido irregularidade na atribuição das obras de construção civil, beneficiando uma empresa construção civil portuguesa sem antes realizarem concurso público, cujo sócio maioritário é amigo pessoal da directora geral adjunta. Em troca deste favor, a empresa reabilitou a casa dela no Projecto Nova Vida.
.
- A empreiteira CRSO reparou a delegação aduaneira do Aeroporto Internacional 4 de Fevereiro.
.
Familiares do director geral, Sílvio Burity.
- Andreia Burity, irmã, colocada no Departamento de Contencioso (onde se pagam as multas). 
- José Burity Neto, sobrinho, Gabinete de Orçamentos e Contas da Alfândega.
- O advogado da Alfândega, Jerónimo Basto de Almeida, também arranjou forma de empregar lá, de forma ilícita, a sua esposa, Carla de Almeida, funcionária da delegação regional de Luanda. Departamento de contencioso.
.
- Gisela Mawete, filha do actual governador de Cabinda, Mawete João Baptista, foi enquadrada com o estatuto dos funcionários mais antigos, apesar de ser nova na instituição.
.
- Adriano Gregório, ex-quadro da Polícia, entrou também sem concurso público e foi contemplado com a criação de um gabinete, denominado Petróleo e Gás, por ser esposo da chefe do Departamento de Recursos Humanos, Teresa Gregório.  
.
- Catarina dos Santos, sobrinha do Presidente da República, colocada num departamento que também não existe no organigrama. O seu marido, António Bento do Amaral, também funciona na instituição como chefe de um dos departamentos.
.
- Aida Morais, sobrinha do antigo ministro das Finanças, José Pedro de Morais, trabalha na área de cobrança das multas, enquanto Paula Morais, filha deste, trabalha na repartição de Intercâmbio e Cooperação.
.
- O Departamento de Orçamentos e Contas é dirigido pelos advogados Garcia dos Santos e mais um outro sobrinho do Presidente da República. Estes moveram um processo estranho contra o antigo chefe desta área, Pedro Benga.
.
- A directora nacional adjunta da Alfândega, Maria da Conceição dos Santos, tem as duas filhas a trabalharem nesta instituição, nomeadamente, Salomé e Marta dos Santos (Departamento de Contencioso e Contas) da Direcção Provincial de Luanda. E acomodou uma cunhada de nacionalidade cubana no Departamento de Tecnologias de Informação e Informática.” Fim de citação da exposição da defesa do jornalista William Tonet.

As capas dos jornais e as principais notícias de Domingo, 21 de Agosto de 2011.


Capa do Correio da Manhã Correio da Manhã

Portugal perde Mundial
Teófilo Gutiérrez: Interessa ao FC Porto
V. N. Cerveira: Artista no galinheiro
Matosinhos: Assalta farmácia
Vila Verde: Fogo em serração
Herman Van Rompuy: Contra as eurobonds
Turista ferido por hélice de embarcação

Capa do Público Público

Brasileiro Henrique melhor jogador, Nelson Oliveira segundo
Portugal perde a final no prolongamento
México derrota França e garante terceiro lugar
Sorteio do Totoloto (57/2011)
Jesus responde a Vítor Pereira: "Não baixo ao seu nível"
Incêndio em Estarreja provoca um morto e um ferido grave
Benfica derrota Feirense mas só respira de alívio no fim

Capa do Diário de Notícias Diário de Notícias

Jardim conta com Passos para fechar campanha
Praia da Torreira (14.º dia)
"Vou revelar um segredo: se pudesse já não era actriz"
Reforma de 'profs' ameaça deixar milhares sem aulas
Gerentes da Megafinance ouvidos por suspeita de fraude
PCP pede ao Governo para apoiar produtores de cereais
Amália voltou a ser rainha no areal de Moledo

Capa do Jornal de Notícias Jornal de Notícias

Brasil vence Portugal na final do Mundial
Mundial sub-20: México bate França e fica em terceiro
Portugal tenta o 'tri' na final do Mundial Sub-20 frente ao Brasil
35 mil inscritos no site que promove encontros entre comprometidos
Movida deixa ruas do Porto cheias de lixo
Jesus recusa-se "baixar" ao nível de Vítor Pereira e a fazer juízos de carácter
Luso-venezuelano entre as vítimas de helicóptero que caiu ao mar

Capa do i i

Correia de Campos "Paulo Macedo pode ser excelente no Ministério da Saúde"
Três duma cajadada. Governo manda empresas públicas à faca
Paulos nos extremos. Macedo quem mais ganhou, Portas o que ganhou menos
Manuel Alegre e António Arnaut são "os principais responsáveis" se o SNS se desmantelar
Incêndios. PJ já deteve 17 suspeitos de fogos florestais este Verão
Cavaco contra Merkel e Sarkozy: não ao limite do défice na Constituição
Incêndios. PJ já deteve 17 suspeitos de fogos florestais este Verão

Capa do Jornal Negócios Jornal Negócios

Banco Efisa pediu insolvência do Vitória de Setúbal
Van Rompuy discorda da emissão de "eurobonds"
Ministro alemão da Economia volta a rejeitar Eurobonds
Santos Silva: Só as promoções "irregularidades" foram sanadas após eleições
Associação Sargentos reitera "estranheza" pela forma como Santos Silva tratou questão das promoções
Alberto João Jardim: Madeira precisa "urgentemente de liquidez"
Encerramento de três bancos eleva para 68 o total de falências este ano

Capa do A Bola A Bola

Briosa chama adeptos
Nolito iguala Eusébio
Michael é o melhor guarda-redes, Danilo e Nélson Oliveira no top
Portugal perde com Brasil no prolongamento (com fotos)
James marca lugar para a Supertaça
Clubes indicam árbitro
Volta a Espanha 2011: Pelotão cumpre tirada de 174 quilómetros

Capa do Record Record

PORTUGAL-BRASIL, 1-1 (1.ª parte)
Golfe: Ricardo Santos deixa Noruega na liderança
Mário Saldanha: «Irá sempre haver encontros»
Natação: Angélica André em 12.º nos 1500 livres
João Silva é 8.º em Lausanne
Vermelha de Fuglsang
DJ Axel Witsel

Capa do O Jogo O Jogo

Torneio Cincinnati: Djokovic e Murray apuram-se para a final
Twente goleia Heerenveen e assume comando
Rali Alemanha: Ogier passa Loeb no final da segunda etapa
Santa Clara: Pacheco único ausente da convocatória de Bruno Moura
Universíadas: Alberto Paulo reconhece que Ouro superou as expectativas
Antigo internacional Sócrates hospitalizado nos cuidados intensivos
Toulouse de Paulo Machado é líder provisório