Translator

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

E PARA NOS ALEGRAR O DIA FALTAVA-NOS ESTA NOTÍCIA BOMBA!!!

José Castelo Branco, A Bicha do IC19, envolvido em orgias sexuais violentas

- José Castelo Branco e Betty Grafstein, também chamada a depor -
«José Castelo Branco está a ser procurado pela Justiça para depor num caso em que uma mulher foi alegadamente obrigada pelo marido, sob ameaça de armas, a participar em orgias de sexo violento. O homem conhecido como "rei do jet-set" é testemunha por ter participado num dos encontros - todos filmados.»
Imagem e Texto in JN online, 26-9-2011




'Testemunha de sexo violento'
Cartoon de Henrique Monteiro
(26-9-2011)

OS BEIJOS, DE GRATIDÃO, DO ALBERTO AO PAPÁ RELVAS

We Have Relvas In The Madeira Garden

Miguel Relvas não deixou qualquer garantia de que o plano de reestruturação da Madeira seja apresentado antes das eleições regionais de 9 de Outubro, apesar de o primeiro-ministro ter afirmado no último debate parlamentar que o plano estaria desenhado antes do acto eleitoral.
.
“Sabendo nós que decorre uma campanha eleitoral na Madeira, é importante que todos os partidos tenham o maior cuidado em tratar desta matéria. A avaliação está ser feita e quando estiver concluída será tornada pública”. Afirmou ainda esperar que a campanha “decorra com a normalidade que o país já se habituou”, que “seja esclarecedora” e desejou que “ PSD ganhe as eleições”. 
.
Ao esperar que o PSD ganhe as eleições na Madeira o que o Miguel Relvas está a fazer é colocar os interesses do seu partido acima das trapalhices e mal-feitorias do “Bicho da Madeira”. Esta gente não presta mesmo para nada a não ser para servir os interesses instalados de alguns amigos.

TONECAS GUTERRAS: "ESTRANHAVA SEU SILÊNCIO... QUERERÁ,TAMBÉM, O LUGAR DO SENHOR SILVA?"


António Guterres lamenta "manifestações de xenofobia" na Europa

2011-09-26 17:28:38

SENHORES E SENHORAS MENINOS E MENINAS PREPAREM-SE PARA O GRANDE ESPECTÁCULO, A DIPLOMACIA ECONÓMICA

PORTAS O "CHICO ESPERTO" VAI ORIENTAR A DIPLOMACIA ECONÓMICA

.

Portas ganha diplomacia económica

Hoje - DN
Portas ganha diplomacia económica

Cenários propostos para o novo modelo de diplomacia económica colocam na tutela dos Negócios Estrangeiros toda a rede externa da AICEP.

PASSOS COELHO: "O SENHOR DOS MILAGRES OU O SEGUIMENTO DO EMBUSTE POLÍTICO?"


Eu começo a ficar cansado e obviamente outros portugueses tanto "palavreado" soprado ao vento por Passos Coelho. Ou o homem é o senhor dos milagres ou mais um embuste que apareceu, de um momento para outro, na arena política portuguesa como o salvador da Pátria.
.
O homem e os que cooperam com ele passam o tempo a mandar "bocas" que duvido que algum dia e em tempo de seu consulado cheguem à ação. O que vai acontecer será que vão bater com a porta e outros que venham que a abram e arrumem a mobília. 
José Martins

DE VOLTA ÀS ORÍGENS: "OH TEMPO VOLTA PARA TRÁS E DÁ-ME O ENCANTO PERDIDO"

.

Reforma do poder local

por Carlos Santos Neves, RTP actualizado às 19:51 - 26 setembro '11

Planos do Governo cortam em freguesias e vereadores

publicado 19:36 26 setembro '11
Planos do Governo cortam em freguesias e vereadores
Passos Coelho troca impressões em São Bento com o presidente da Associação Nacional de Municípios Portugueses, Fernando Ruas Miguel A. Lopes, Lusa

A extinção de freguesias, a agregação de câmaras e a redução de cargos dirigentes e vereadores estão entre as principais metas enunciadas no Documento Verde do Governo para a reforma da Administração Local. 

A que se soma a interdição de empresas municipais sem “sustentabilidade financeira”. Ao apresentar as traves mestras da iniciativa, o primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, afirmou esta segunda-feira que “chegou a vez de trazer a mudança a uma parte importante” do “sistema político e administrativo” do país.

.

À MARGEM: O voltar às origens das freguesias agregadas às câmaras municipais. As freguesias no tempo da Maria "Cachuça" possuiam um regedor, um presidente que não auferiam salários do erário público. 

O regedor poderia atuar e deter e entregar à justiça da vila um prevaricador e resolver, internamente, divergências entre os habitantes da aldeia. 

O presidente da freguesia para a conservação de ruas, caminhos de acessos ao aglomerado rural e abastecimento de água. Funcionava, uma aldeia, quase no sistema comunitário praticamente sem custos ao Estado. José Martins

PRONTO DESCOBERTA A PÓLVORA EM CIMA DA ADMINISTRAÇÃO DA "SOPA DA PEDRA" AICEP


Internacionalização

por © 2011 LUSA - Agência de Notícias de Portugal, S.A.

Cenário B prevê administração comum do IAPMEI e AICEP pela Economia

publicado 14:00 26 setembro '11

O Cenário B do relatório sobre a internacionalização hoje apresentado prevê a administração conjunta entre IAPMEI e AICEP para facilitar a coordenação entre instituições e fundos e a cooperação com o setor privado, implicando, contudo, a tutela do Ministério da Economia.

Tal como o cenário A, este cenário distingue a dependência funcional (de AICEP) da hierárquica (do embaixador), o que não se verifica no terceiro cenário, mas todos têm como objetivo unificar as redes externas. O relatório do grupo de trabalho liderado por Braga de Macedo explica que este cenário "implica uma administração comum" entre o Instituto de Apoio às Pequenas e Médias Empresas e Inovação (IAPMEI) e a Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP).
.
A administração englobaria partes da Direção-Geral das Atividades Económicas (Ministério da Economia), da Direção-Geral dos Assuntos Técnicos e Económicos (Ministério dos Negócios Estrangeiros) e Gabinete de Planeamento, Estratégia, Avaliação e Relações Internacionais (Ministério das Finanças). A favor deste plano está a facilidade da sua aplicação, pois permite a continuidade, fácil coordenação entre o IAPMEI e AICEP e maior cooperação com o setor privado.
.
Outra vantagem é que acompanha toda a evolução típica das empresas desde que nascem, crescem com base no mercado interno e depois se internacionalizam e não perturba a eficiência actual do Turismo de Portugal (TP).
.
Contudo, face aos outros cenários, destaca-se pela negativa por implicar a tutela direta ou indireta do Ministério da Economia e do Emprego e por deixar de fora o TP. "Como o TP está a funcionar, tem receitas próprias que estão alinhadas com a sua missão, bastaria cruzar administradores com AICEP/IAPMEI", diz o documento, destacando que a administração poderia ter desde logo serviços partilhados, uniformizar procedimentos e coordenar os fundos à sua disposição.
.
Já a fusão, acrescenta, "não é uma necessidade", pois "toda a área de negócio e crescimento ficaria facilmente coordenada". Este cenário visa o apoio às empresas, crescimento, internacionalização, oportunidades de negócio, feiras e investimento direto estrangeiro. Para tal, prevê a existência de articulação entre o TP e o Instituto Português de Apoio ao Desenvolvimento (Ministério dos Negócios Estrangeiros), passando os representantes no exterior a ficar com dependência hierárquica dos embaixadores e funcional da AICEP e a tutela seria exercida pela presidência do Conselho de Ministros, eventualmente através do Ministério da Economia.
.
Este cenário, como os outros dois, diz o relatório, não teve "consenso" e, por isso, a "a nota da última reunião inclui as posições individuais dos membros do grupo de trabalho". O relatório assenta em trinta e duas audições, designadamente a quinze serviços e organismos, a que se acrescentam vinte e nove visitas e reuniões.

FALTA DE HONRA EM SATISFAZER OS CRITÉRIOS DE ESTABILIDADE LÁ SE VAI A SOBERANIA

.
Governador austríaco lamenta tendências proteccionistas na Alemanha

Merkel sugere perda de soberania para quem não cumprir critérios de estabilidade

26.09.2011 - 11:28 Por PÚBLICO, Agências
  • 10 de 23 notícias em Economia
 
(Tobias Schwarz/ Reuters)
A chanceler alemã, Angela Merkel, defendeu o agravamento de sanções a países da zona euro que não cumpram os critérios de estabilidade, incluindo a perda de soberania, em entrevista ontem à televisão pública ARD.

“Quem não cumprir, tem de ser obrigado a cumprir”, afirmou a chefe do governo alemão, sugerindo ainda alterações aos tratados europeus para que os países prevaricadores possam ser processados no tribunal europeu de justiça, se necessário.

O Tratado de Maastricht impõe um limite de três por cento para o défice orçamental e um limite máximo de endividamento de 60 por cento do Produto Interno Bruto (PIB) aos países da União Europeia.

Portugal por exemplo, teve um défice orçamental de 9,1 por cento em 2010, que tenciona baixar para 5,9 por cento este ano, e traçou a meta de voltar a cumprir o limite de três por cento em 2013.

Já hoje, o governador do banco central da Áustria, Ewald Nowotny, veio lamentar as tendências proteccionistas que se têm feito sentir na Alemanha, onde a vontade de se envolver com o euro “diminuiu nitidamente”.

Nowotny, que faz também parte do conselho de governadores do Banco Central Europeu, disse ainda, numa entrevista publicada hoje num jornal austríaco e citada apela AFP, que as medidas de ajuda à zona euro progridem lentamente porque devem ser tomadas decisões políticas e que “o país mais sensível a este respeito é a Alemanha, que beneficiou enormemente do euro”.

A POLÍTICA E A SUGIDADE PRATICADA PELO COLARINHO BRANCO

políticos ilegais

Por John Lichfield em Paris
Imagem:GETTY

Thierry Gaubert, à esquerda, um associado do presidente Sarkozy, foi preso na semana passada. Princesa, à direita, Hélène fez contundentes acusações contra seu marido AFP / GETTY
.
A esposa de um aristocrático ex-assessor do presidente Nicolas Sarkozy acusou, publicamente, seu ex-marido de fazer freqüentes viagens ao exterior na década de 1990 para coletar "sacos de dinheiro" para os fundos ilegais para a  política.
.
Em seu primeiro comentário público, sobre um escândalo de aprofundamento político, a princesa Hélène da Jugoslávia, de 50 anos, também disse que ela havia sido ameaçada pelo marido com a perda da guarda de seus filhos e "terminando em um asilo" se ela falasse livremente a investigadores independentes.
.
Princesa Hélène, grande-neta do último rei da Itália, tornou-se uma das figuras-chave no chamado "caso de Karachi" desde que seu marido, Thierry Gaubert, e Nicolas Bazire, um outro colaborador próximo de Sarkozy, foram presos na semana passada e formalmente acusados de manipulação de kick-backs em contratos de biliões de dólares na compra de armas.
Artigos relacionados
.
 Em entrevistas ao jornal Le Monde e a rádio Europe1 no fim de semana, a princesa confirmou as alegações de que ela fez  à polícia e um juiz de instrução no início deste mês.
.
Ela alegou que o deputado Gaubert, de 60 anos, fez cinco ou seis viagens por ano a Genebra 1994-5 para pegar "sacos cheios de dinheiro", acrescentando que o Sr. Gaubert, era o n º 2 no gabinete de Sarkozy, no momento e sempre retornado via Londres, para evitar a "verificações personalizadas na fronteira franco-suíça".
.
A princesa disse que seu marido lhe havia dito que os sacos de dinheiro eram destinado ao Sr. Bazire, que era gerente de campanha para o então primeiro-ministro, Edouard Balladur, quando concorreu sem sucesso à presidência em 1995.
.
Sr. Bazire, agora um executivo sênior de luxo e bens, foi padrinho de casamento do presidente Sarkozy com Carla Bruni em 2004.

Um juiz de instrução está investigando alegações de que a campanha Balladur foi ilegalmente financiado pelo kick-backs de comissões sobre as vendas de armas francesas para o Paquistão e Arábia Saudita.

A investigação, separada, judicial está investigando as alegações de que o cancelamento das comissões pelo presidente Jacques Chirac em 1996, conduziu eventualmente a um ataque à bomba a um autocarro em Karachi, em 2002, em que 15 pessoas, incluindo 11 engenheiros de submarino francês, morreram.

O Palácio do Eliseu rejeitou e considera "calúnias politicamente motivada" e nega qualquer suspeita de que Sarkozy estava ligada ao financiamento ilegal de campanhas.

DURÃO BARROSO - ALMOCREVE DAS DESGRAÇAS A DEFENDER O "TACHO"

Defende integração

por RTP

Barroso garante que nenhum Estado vai deixar o euro

publicado 09:20 26 setembro '11
Barroso garante que nenhum Estado vai deixar o euro
O presidente da Comissão Europeia acredita que o projeto europeu está a fortalecer-se enquanto bloco através da integração EPA

O Presidente da Comissão Europeia garante que nenhum Estado membro da Zona Euro vai abandonar a moeda única. Durão Barroso sublinhou que está em curso um processo de integração para tornar a Europa mais forte dentro de uma década. 

Ainda na perspetiva de Barroso, o principal problema a afetar o euro reside nas “diferentes posições fiscais e os diferentes níveis de competitividade entre alguns Estados membros da União Monetária”.

PORTAS ASSUME A GESTÃO DO AICEP E....BLÁ,BLÁ,BLÁ,BLÁ E MAI NADA!

Portas assume gestão do AICEP

Grupo de trabalho que estudou a diplomacia económica coloca a agência do comércio externo na alçada de Paulo Portas.

Já na alçada de Passos Coelho estará um gabinete dedicado aos "grandes investimentos privados".
Nos três cenários estudados pelo grupo de trabalho a quem o primeiro-ministro encomendou um parecer sobre a diplomacia economica, é sobre a tutela política do ministro dos Negócios Estrangeiros que será colocada o AICEP.


No entanto, caberá ao ministro da Economia a gestão politica do IAPMEI, sendo que num dos cenários Álvaro Santos Pereira não terá a gestão dos fundos que actualmente integram esta estrutura. A apresentação oficial será do estudo será feita esta manhã.
Em todos os cenários estudados por Braga de Macedo, Campos e Cunha e o embaixador Antonio Carlos Monteiro, existem vários pontos consensuais: o topo da pirâmide da diplomacia economica é ocupado pelo primeiro-ministro, o ministro dos Negócios Estrangeiros assume a gestão política do AICEP, dando aos embaixadores o papel de coordenação da acção externa.
Antonio Monteiro defendeu como consensual a concentração de poderes nos embaixadores "como coordenadores de toda a acção externa". O grupo propõe ainda a criação da figura do "embaixador viajante", a cargo de "figuras de destaque, no plano diplomático, e que cobririam uma zona do globo". Para o ex-ministro dos Negócios Estrangeiros, com esta proposta seria possível "acomodar as limitações financeiras" actuais.
ECONOMICO

MARCELO: "O BRUXO DO RESTELO"

26
Set
11

Tarot presidencial

Marcelo Rebelo de Sousa afirma que António Barreto “é um possível candidato a Belém”, mas não fecha a porta a ser candidato a Belém nas próximas presidenciais: “Escolherei o momento e no momento escolhido decidirei se faz sentido ou não faz sentido”. Ele nem necessita de dizer nada que há muito que lhe está estampado na cara que sonha em ser Presidente da Republica. Até agora, com as candidaturas do Cavaco isso tem-se mostrado impossível, mas ele sabe que o tempo não pára e ele já não vai para novo. Na entrevista dada ao jornal I debita uma série de nomes que vão desde o Guterres ao Durão Barroso passando pela Leonor Beleza até ao António Costa. Não se percebe que  com as eleições presidenciais ainda a tantos anos de distancia  já se ponha a falar deste tema e a adivinhar futuros candidatos a não ser para criar ruído  e lançar desde já a futura candidatura mesmo que diga que ainda não decidiu. Curioso é que este politico que tantos gostam de ouvir nunca tenha ganho nenhuma eleição mesmo andando aos caixotes de lixo ou a mergulhar nas águas do Tejo. Um ser que gosta mais de lançar a confusão política do que a exercer e mais de falar do que fazer.

NOTAS VERBAIS : "FARPAS DE 26 DE SETEMBRO DE 2011"

Até à soma final

Portas não está a resolver os problemas... Está a acumulá-los.

MNE descurou a OCDE

Portugal perdeu o lugar de Secretário-Geral Adjunto da OCDE, numa votação surpresa em que foi eleito um belga, Ives Leterme, para o cargo. O nome de Maria João Rodrigues era, há meses, praticamente consensual.

É evidente que o facto de, desde Maio, Portugal não ter Embaixador acreditado junto da OCDE tem muito a ver com a perda desse estratégico lugar. Já ninguém se lembra que a OCDE e o seu secretário-geral foram, ao longo dos últimos anos, extremamente simpáticos para Portugal, ao ponto de chegarem a ser acusados de parcialidade antes das eleições? É sabido que Angel Gurria deve, em grande parte, a sua reeleição como Secretário-Geral da OCDE, em 2011, ao trabalho do então decano dos embaixadores, Ferro Rodrigues. Com a saída deste, a OCDE é, para Portugal, um deserto.

Conselho de Segurança...

Os considerandos são excelentes, todavia deixemo-nos de falsos lirismos e há que perguntar quantos assentos Israel dispõe no Conselho de Segurança por interpostos Estados. Portugal pode dar uma ajuda na resposta...

Misturas

Naturalmente que o discurso do primeiro-ministro na AG nada tem a ver com a inauguração da adega do conselheiro das comunidades... Quem misturou isso, misturou mal e é mais uma daquelas misturas típicas do provincianismo espertalhão. Mas que misturou, misturou.

Diplomacia económica...

Mas o que é que está para sair da cabeça de Braga de Macedo que é assim tão difícil de sair? E uma cabeça da qual saia diplomacia económica, não é cabeça - é seminário.

24 Setembro 2011

Passos Coelho. Bom dircurso

Bom discurso de Pedro Passos Coelho na Assembleia Geral da ONU. Tocou nos assuntos sem subterfúgios, foi claro, palavras exatas. Deixou para trás outros que por lá passaram.

As capas dos jornais e as principais notícias de Segunda-feira, 26 de Setembro de 2011.



Capa do Correio da Manhã Correio da Manhã

Ladrões agridem e roubam turistas em hotel do Rio
Delphine: Expulsa da ‘Casa’
Faro: Novo pároco na Sé
P. Varzim: Feirantes detidos
Militar morre em despiste
Miguel Relvas: ‘Corrige’ Gaspar
Elvas: Acidentes ferem quatro

Capa do Público Público

Segurança Social notifica 31 mil empresas que retiveram contribuições de trabalhadores
Quase metade dos jovens europeus já teve relações sexuais desprotegidas
Sorteio do Joker (39/2011)
Chave do Totobola (39/2011)
Merkel confiante que coligação vai aprovar alargamento do fundo de resgate
Portugal arranca Mundial de hóquei em patins com vitória sobre Angola
Por quantos vão perder os Welwitschias na despedida?

Capa do Diário de Notícias Diário de Notícias

Porque gostamos da Mulher Ketchup?
70 mil atestados médicos a professores em 4 meses
105 operacionais e dois helicópteros em incêndio florestal
Miguel Macedo acusa anterior governo de "leviandade" na questão da remuneração dos polícias
Chaves: Um morto em despiste e colisão violenta
Baião: Falta de pessoal impede a "escola a tempo inteiro"
Homem de 70 anos ferido a tiro em acidente de caça

Capa do Jornal de Notícias Jornal de Notícias

Castelo Branco em caso de orgias sexuais violentas
Saco plástico estará na origem de morte de menino de três anos
Acusação "infeliz" de D. José Policarpo surpreendeu políticos
Jornalista mexicana decapitada por denunciar crimes na Internet
Líbios gozam com Kadafi
Dois detidos por agressão a agentes da polícia em Elvas
Pelo menos 19 mortos em vários atentados no Iraque

Capa do i i

Passos Coelho e Portas vão ter de se entender sobre diplomacia económica
Tribunal absolve Livraria Barata de pagar coima à ASAE
Madeira. Campanha arrancou, ninguém imagina saída de Jardim
Carlos Moreno: "O buraco na Madeira é normal em todo o Estado"
Porque é que a um animal feroz sucede sempre um manso?
José Niza. O pai da senha da revolução
Marcelo. "António Barreto é uma hipótese possível para candidato a Belém"

Capa do Diário Económico Diário Económico

LIDE reúne 100 empresários de Angola, Argentina e Portugal
Militares voltam a salários anteriores a 2010
CP contrata francesa Alstom para recuperar comboios da linha de Cascais
"Quem não cumprir tem de ser obrigado a cumprir"
Segurança Social notifica 31 mil empresas
Grécia e zona euro enfrentam nova semana decisiva
Jerónimo Martins prepara entrada na Colômbia

Capa do Jornal Negócios Jornal Negócios

Bolsas asiáticas recuam para mínimos de 16 meses
As notícias em foco na edição de hoje, dia 26 de Setembro, no Negócios
Juros da casa podem baixar até 1% este ano
Steen Jakobsen: "Estímulos nos EUA estão a começar a fazer efeito"
Ex-chefe da Câmara de Mangualde acusado de abuso de poder
Steen Jakobsen: "Estamos tão mimados que precisamos de um choque de realidade"
Roland Berger propôs ao Governo criação de um fundo para a construção

Capa do Oje Oje

Bolsa de Tóquio encerra em forte queda de 2,17%
Vettel sai de Singapura a um ponto do título
Banca europeia precisa de 200 mil milhões
Sang e Keitany vencem Meia-Maratona de Portugal
Privatizações na mira de árabes, Turquia e Brasil
Boeing acelera produção
Sporting de Braga aproveita empate no Dragão e chega ao topo

Capa do Destak Destak

Marítimo vence Guimarães e está a um ponto dos líderes
Socialistas franceses conquistam maioria absoluta no Senado
Papa termina primeira visita oficial ao país natal
Monumental de Barcelona recebe última tourada com aplausos e gritos de "liberdade"
Manifestação juntou centenas de "indignados" no aterro do Funchal
Durão Barroso garante que nenhum país abandona a moeda única
Engane o seu cérebro que ele agradece

Capa do A Bola A Bola

Com regresso às vitórias na mente
Águia ainda invicta na Roménia
«Pugilistas protegem Benfica» - Correio da Manhã
«Espero que o Ricardo Carvalho volte à selecção» - Público
Danilo rematou para a história
Ronaldo festejou 9.º hat trick
Fábio Faria muito contestado

Capa do Record Record

Pedro Caixinha: «Falta de sorte é argumento ridículo»
Euforia argentina no arranque do Mundial
De Jong salva ponto ao Twente
FC Porto na final do Lordelo do Ouro
Zurique soma mais um desaire
Cluj já comanda provisoriamente
Palermo testa Lazio para leões

Capa do O Jogo O Jogo