Translator

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

A CHANFALHADA PREVIAMENTE ANUNCIADA - PORTUGAL À LAMBADA!

.
Não perder o clique a seguir e ver o video
.

 

"DR: JOSÉ MARTINS - A MAÇONARIA - MIGUEL RELVAS E OUTRAS MIUDEZAS"

 

Segunda-feira, 3 de Outubro de 2011


Parece claro que é a Maçonaria a responsável pela miséria que grassa em Portugal.
.
A maçonaria é uma associação que manobra e manda na Política.
O que os portugueses esperavam era que Passos Coelho retirasse a confiança ao actual PGR e nomeasse outra pessoa.
Mas não!
.
Terá Miguel Relvas algo a ver com isso? Pelo facto de haver influências da Maçonaria?
.
Bom, se Passos Coelho não conseguir enfrentar a Maçonaria perderá o Poder.
O actual PGR perdeu a confiança dos portugueses , os casos "Sócrates", incluindo a Face Oculta mostra bem que a PGR em Portugal não está à  luz do Ministério Público em Itália, onde o PM é investigado, julgado.
 
Em Portugal as coisas são com o são.
O Dr. Passos Coelho terá de enfrentar o "Polvo", sob pena de os aventais o cozinharem em lume brando...
.

O PGR deve ser demitido já.

E.... ASSIM SE PROVA QUE COM "CACAU" SE RESOLVE MUITA COISA!

Está quase. 2012 é já ali

Desde o último post que fiz sobre o Isaltino de Morais muita coisa aconteceu. Como seria de esperar os seus advogados conseguiram colocá-lo cá fora e até se concluiu que a sua prisão tinha sido um erro judiciário que justificava abrir um inquérito. Eu, que até me explicarem não sabia que a função de quem seguia Direito não era para aplicar a justiça mas sim as leis puras e duras, (por mais esburacadas que sejam), tenho de me sentir confuso.
A coisa é mais ou menos assim, o homem já foi condenado, foi recorrendo e continuando a ser condenado  até que agora foi finalmente confirmada a pena pelo mais alto tribunal Supremo, e o juiz pensou que estava na altura de o meter dentro da jaula. Mas não, há ainda um outro recurso sobre uma outra questão “protocolar” de um dos julgamentos de um dos recursos que ainda não tinha tido resposta.
O Isaltino, tem direito a estar em liberdade e a gerir a Câmara mesmo que a condenação tenha sido feita por crimes de corrupção e branqueamento de capitais (aquela história do primo taxista na Suíça).  A lei é a lei embora todos saibamos que está feita de forma a garantir quem tem dinheiro para contratar um destes advogados que se especializaram em recursos e atrasos processuais dificilmente vai algum dia preso.
Ao Isaltino parece já faltar pouco pois “Os crimes pelos quais Isaltino Morais foi condenado, numa sentença ainda dependente de um recurso para o Tribunal Constitucional, poderão prescrever em 2012.” Se prescrevem ou não é coisa que não sei, mas que deve dar azo a mais um turbilhão de recursos e mais recursos é mais do que certo.

NOTAS VERBAIS: "CÔNSUL EM ZURIQUE, PAULO RUFINO REGRESSA UM ANO DEPOIS"

03 Outubro 2011


Nunca, aqui, nos referimos diretamente ao caso do agora ex-cônsul-geral em Zurique, Paulo Rufino, que é um caso muito nublado e típico da intrigalhada das Necessidades. 
.
E nunca nos referimos diretamente ao caso para não dar oportunidade a que as más línguas habituais que volta e meia são também institucionais, falando na paz dos gabinetes ou nas guerras de corredor (como sempre) propalassem que o caso era aqui tratado apenas por uma questão de amizade pessoal. 
 .
Mas mesmo assim propalaram, pois houve quem tivesse propalado, ainda que o caso tivesse sido comedida e vagamente referido, sendo de razão comum a outros mais "casos". O cônsul-geral regressa um ano depois de ter sido nomeado, acreditado e de se ter instalado, portanto sem ter cumprido a missão até ao fim como seria expetável, num processo paralelo a um outro onde a forma da boa fé sobressai sobre um fundo de sugerida má fé. 
 .
Ora. não escondemos, antes pelo contrário deixamos claro que a amizade que nos liga a Paulo Rufino, como a que nos liga a tantos e tantos outros diplomatas, em nada influencia a apreciação do caso, nem essa amizade alguma vez pôs em crise a deontologia do diplomata ou a nossa. 
 .
Até porque essa amizade não vem de escola, nem de copos, nem de mordomias, nem por salários de valor social - ela tem uma história e essa história prende-se exclusivamete com o nosso dever deontológico por duas vezes exercido em denunciar situações (passaportes na Tailândia e serviços secretos do regime comunista em Praga) em que o diplomata foi alvo de manifesta injustiça calculada de proteção de terceiros, abuso de poder e manipulação de influências. 
 .
Um dia, recapitularei esses dois momentos da história porque são emblemáticos da forma como a carreira cultiva a sua deontologia e como por vezes quer interferir na dos outros mesmo em prejuízo do interesse público. Por agora, fica apenas o registo de que um cônsul-geral regressa um ano depois do Estado ter despendido e não pouco com a sua partida para o posto, dispêndio que ninguém põe em causa para uma missão normal de quatro anos e que apenas se justifica ser intempestivamente interrompida por prevaricação grave, conflitualidade insanável com a hierarquia ou com a comunidade à qual presta serviço, ou por imprevistos da vida (cabeça partida, doença irreversível ou esmagamento por comboios). 
.
O caso deste regresso antecipado é um caso no mínimo estranho e também no mínimo deixa sugerido que a máquina, a célebre "máquina", está a ser gerida tal como a Junta Autónoma das Estradas outrora era - corporativamnente, naquele mau sentido que está longe de ser o do sentido neo-liberal que, este, até pode ser um bom sentido desde a lei e as regras sejam para todos e em iguais circunstâncias. E não assimo a rogo, assimo mesmo.
Carlos Albino
.
Este blogue, logo que teve conhecimento, publicou uma peça com entrevista à Rádio Lora de Zurique. Favor clique na barra a seguir

SUIÇA: "CÔNSUL PAULO RUFINO REGRESSA A LISBOA"

Enganação até quando? A Grécia está falida!

A  alta volatilidade da economia internacional nos últimos dias reflete simplesmente o mais óbvio dos fatos: a Grécia está quebrada. Não há possibilidade alguma da Grécia conseguir sanar suas “dívidas” sob os atuais moldes propostos pelos “investidores”, as verdadeiras aves de rapinas.
Como já venho defendendo de maneira lógica -  aliás qualquer um que saiba as quatro operações também sabe disso – não existe fórmula financeira para impedir a terra de Sócrates de sucumbir à sua maior crise econômica desde o séc. V a.C.
.
O que estão propondo (FMI) e o governo subserviente está aceitando, é simplesmente o colapso econômico do país. Sem salários, mais impostos e mais cortes, os gregos não terão como sobreviver. É simplesmente suicídio.  Atenas prefere a saúde financeira de uma dezena de “investidores” (estrangeiros) do que  salvar a pele dos seus 11 milhões de habitantes.
Apesar da miséria de milhares ou milhões de gregos, os “investidores” perderão de qualquer jeito o que mais amam, mais do que as suas próprias vidas: milhões, bilhões de euros serão pulverizados…. É questão de tempo.

Fonte: Enganação até quando? A Grécia está falida! | Charles Pennaforte

As capas dos jornais e as principais notícias de Segunda-feira, 3 de Outubro de 2011.


Capa do Correio da Manhã Correio da Manhã

Brasil: Queda de avião mata quatro pessoas no sul do país
Avião da Portugália aterra de emergência na Portela
Vento forte deixa cidades sem luz no Brasil
Caneças: Homem esfaqueado
Lagos: Barra marítima reaberta
António José Seguro: Contra critério
Porto: Homem atropelado

Capa do Público Público

Doze concelhos de Portugal continental em risco máximo de incêndio
Dois milhões de vacinas contra a gripe disponíveis a partir de hoje
Sorteio do Joker (40/2011)
Chave do Totobola (40/2011)
Em Bristol, pintar por cima da arte de rua é “acto de vandalismo”
Duas assistências de Ronaldo na goleada do Real Madrid ao Espanyol
Varela escolhido por Paulo Bento para render Danny

Capa do Diário de Notícias Diário de Notícias

Avião da TAP obrigado a aterragem de emergência
A Bolsa de notícias continuará em alta?
Fiscalização aperta cerco a espião do SIED
Procuradores dão telefones a vítimas de violência doméstica
SNS não envia transplantes para Espanha
Princípio de incêndio no aeroporto "rapidamente extinto"
Dois caçadores detidos no distrito de Beja

Capa do Jornal de Notícias Jornal de Notícias

Lata de leite pode conduzir à mãe de bebé abandonado
Aumentam multas por usar telemóvel a conduzir
Empresário de Ricardinho e mulher morrem em despiste na A1
Casas ameaçadas e perto de 300 fogos registados
Pais mentem na idade dos filhos no Facebook
Fortes confrontos perto do aeroporto de Tripoli
Mulheres e menores eram vítimas de exploração sexual no Peru

Capa do i i

Passos Coelho e Portas vão ter de se entender sobre diplomacia económica
Tribunal absolve Livraria Barata de pagar coima à ASAE
Madeira. Campanha arrancou, ninguém imagina saída de Jardim
Carlos Moreno: "O buraco na Madeira é normal em todo o Estado"
Porque é que a um animal feroz sucede sempre um manso?
José Niza. O pai da senha da revolução
Marcelo. "António Barreto é uma hipótese possível para candidato a Belém"

Capa do Diário Económico Diário Económico

Autarquias têm de pagar 2,5 mil milhões em 90 dias
Estado não paga despesas sem cabimento
Mais de metade das câmaras têm dívidas em atraso
“É um erro partir a AICEP ao meio”
“PS não deve apoiar sacrifícios que vão além da troika”
Freguesias contra extinção forçada
Défice de 8,3% do PIB complica contas do segundo semestre

Capa do Jornal Negócios Jornal Negócios

Martifer vende parques eólicos na Polónia por 86,6 milhões
Salários pagos em Portugal caíram pela primeira vez desde a entrada no euro
Défice a meio do ano obriga a acelerar ritmo de consolidação
Acções da Ásia voltam a cair após pior trimestre em três anos
As notícias em foco na edição de hoje, dia 3 de Outubro, no Negócios
EP sem dinheiro para conservação de estradas
TAP garante crescimento de 9% até Setembro

Capa do Oje Oje

Mercado auto já perdeu 600 milhões em 2011
Ogier vence em França e ameaça liderança
BES liga-se ao banco chinês CDBC
Processos de falência na justiça triplicaram
Pedrosa vence e Stoner aproxima-se do título
Lufthansa compra mais cinco aviões à Embraer
Sporting vence em Giuimarães e União de Leiria trava Sporting de Braga

Capa do Destak Destak

Polícia resgata 293 mulheres vítimas de exploração sexual
Danny fora da Selecção por "razões de ordem pessoal"
David Fonseca aproveita festival para divulgar álbum "Between Waves" no Brasil
Jardim pede uma "sova" eleitoral ao Governo e aos poderes de Lisboa
FC Porto vence em Coimbra e recupera liderança
Gonçalo M. Tavares vence Prémio Fernando Namora/Estoril Sol
Atenas falha metas de défice para 2011 e 2012

Capa do A Bola A Bola

«Benfica segura Javier Saviola» - Correio da Manhã
«Conseguimos o virar de página que pretendíamos» - Moutinho
Carlos Freitas considera que expulsão de Rinaudo foi forçada
Mundial: Hemisférios em `quartos´ separados
Saviola deve ficar até ao final da época
Sub-21: Cristiano Figueiredo dispensado por lesão
Vasco e Corinthians empatam jogo da liderança

Capa do Record Record

Pedro Caixinha: «Falta de sorte é argumento ridículo»
Euforia argentina no arranque do Mundial
De Jong salva ponto ao Twente
FC Porto na final do Lordelo do Ouro
Zurique soma mais um desaire
Cluj já comanda provisoriamente
Palermo testa Lazio para leões

Capa do O Jogo O Jogo

NOTAS VERBAIS - "DIPLOMACIA ECONÓMICA.BICO DE OBRA"


Basílio Horta tem razão nisto. Dividir a AICEP assim ( vai aumentar os problemas que as embaixadas já têm (em alguns casos a justificar o encerramento) retirando também virtualidades que a AICEP ganhou. Até porque há "territórios" da AICEP que abarcam várias embaixadas. 
-
Vai ser a regra de cada cabeça a sua sentença, com atropelos, jogos do empurra, lassidão e permissividade, sabida que é a sageza da "máquina" em proteger os desvios a relações funcionais. E é esta inspeção ou outra semelhante que vai inspecionar a AICEP lá de fora? Que meios tem ou que mais meios se lhe pode dar, nas atuais circunstâncias? 
.
Uma coisa é reformar, outra deformar. E não é apenas questão de fazer feira ou não fazer feira - houve feiras em que os empresários deviam mas é meter a mão na consciência, permitindo quando muito a máquina a tiracolo pelos programas uns desfasados outros inúteis que redundaram em turismo empresarial tal como aconteceu com algumas "comitivas" oficiais que perderam a cauda de credibilidade ou a credibilidade da cauda, tanto faz. 
.
Parece que se meteram no MNE sem saber muito bem o que é o MNE, como se vê pelo esquema das secretarias de Estado que já de si são um atropelo. E quanto ao relatório de sábios, nem falar - são cenários atropelados. Num momento em que se exige tantos sacrifícios ao País, é difícil entender como se propõem coisas ou se pretende fazer coisas de ânimo leve.
0 comentários
.
À MARGEM: Pior a emenda que o soneto! Passos Coelho e a quem ele entregou o AICEP não percebem nadinha. O que é isto? Onde está o diplomata itinerante "barra", das Necessidades, para inspecionar os gabinetes? Que não brinquem com coisas sérias... A brincar e a escrever relatórios a cheirar a cueiros  há por lá muita gente que vai ganhando o deles e gozar que nem uns príncipes à pala do contribuinte! - José Martins