Translator

terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

As capas dos jornais e as principais notícias de Quarta-feira, 29 de Fevereiro de 2012.


Capa do Correio da Manhã Correio da Manhã

Benfica assinala aniversário com prémios
Menina recupera após perder mãe
Perdoa médica e protege os filhos
Ameaçam e roubam 4 mil euros
Empresa de perfumes vandalizada por grupo
“Senti a arma e pensei no pior"
Vereador falido mantém cargos

Capa do Público Público

Tenha acesso a mais informação. Torne-se assinante Público.
Passos justifica austeridade com herança de anterior Governo
Incêndio em Montesinho dominado
Parlamento grego aprova novos cortes
AMI admite alargar intervenção à toxicodependência e luta contra pobreza
Viegas admite “aperfeiçoar” Acordo Ortográfico até 2015
Homem do Gelo tinha olhos castanhos, tez branca e intolerância à lactose

Capa do Diário de Notícias Diário de Notícias

Futebol não pode ser só negócio
Um livro para Passos Coelho ler
Óscares, batatas fritas e primárias
Chave do Euromilhões
Políticos nacionais apanhados desprevenidos
Montesinho e Peneda-Gerês continuam a arder
Lajes: Carlos César admite necessidade de rever acordo

Capa do Jornal de Notícias Jornal de Notícias

"Costa Allegra" deve chegar quinta-feira à principal ilha das Seychelles
Fotojornalista morre na sequência de enfarte
Dívida das câmaras põe em risco transporte de 300 mil alunos
Souto Moura enterra central de Foz Tua em bunker no monte
Tenor bracarense faz furor no Royal Albert Hall
Passos Coelho justifica maior austeridade com herança do Governo PS
Nem a morte o separou do F.C. Porto

Capa do i i

Capa do Diário Económico Diário Económico

Governo ainda não corrigiu erro nas progressões no Estado
Negócios de futuro têm de ser inovadores e orientados para exportação
O que deve saber antes de se lançar no mercado
Banca aposta no financiamento às empresas
Governo abre quatro novos concursos do QREN
Capitais de risco têm 150 milhões para financiar projectos
Saiba como abrir uma empresa

Capa do Jornal Negócios Jornal Negócios

Passos Coelho justifica maior austeridade com herança mais pesada do que dizia o Governo PS
Pedidos de habitação social às câmaras disparam
A capa do Negócios da edição de hoje
António Costa é o Gandhi da Mouraria
Carlos e Luísa obrigados a reajustar orçamento familiar
Samuel já percebeu que terá que fechar o restaurante
As soluções mais eficazes para comprar e vender casa

Capa do Oje Oje

Cimpor reforça capacidade no Brasil
Recessão mais funda e subida do desemprego
Royal Lankhorst Euronete investe em Viana
Santander e KBC acordam fusão na Polónia
GM negoceia compra de 7% da PSA
Sentimento económico melhora
Investimento em imobiliário de retalho na europa passa 28 mil milhões de euros

Capa do Destak Destak

Ações da Elpida caíram 97,24% no regresso à negociação
Alegações finais do julgamento de providência cautelar contra arresto de bens marcadas para hoje
Polícia detonou engenho explosivo em aeroporto de Boracay
Bolsa de Tóquio fechou em alta ligeira de 0,01%
Sindicatos voltam ao MEC para negociar gestão escolar, sob o signo da troika
Troca de tiros entre polícia e oito assaltantes deixa cinco mortos
Doze mortos num novo incidente violento no Xinjiang

Capa do A Bola A Bola

Gillingham marca três golos nos últimos minutos e vence 5-4
Guarda-redes da segunda divisão vítima de insultos racistas
«Título está no papo!» - Mário Wilson
«David Luiz esteve abaixo do normal» - Mano Menezes
Leandro Salino não assume luta pelo título
Jeffrén já trabalha no relvado
México: Rui Machado perde na estreia

Capa do Record Record

Lesão no pé direito parou Fernando
Apoio do balneário confortou Nilson
Prémio para Melgaço
Uma palestra aberta
Szczesny: «Até as pernas me tremem»
Ozeia no limite do sacrifício
Mou é o mais rápido

Capa do O Jogo O Jogo

Aimar, futebolista do ano
A primeira vez de Gonçalo Pinto
Capel jogou, Rodrigo não
Maxi Pereira será titular
Luís Filipe Vieira: "Seremos muito fortes sexta-feira"
Hulk salva Mano
Ulisses Morais sem dúvidas

KAOS E O LABORATÓRIO DE IDEIAS


Em que laboratório nasceu a ideia deste laboratório de ideias?

 
O secretário-geral do PS, António José Seguro, apresentou esta segunda-feira o Laboratório de Ideias e de Propostas para Portugal. 
 .
«Não é criado em véspera de eleições para eleitor ver, é uma proposta a pensar em 2024. O resultado do seu trabalho será apresentado aos portugueses em 2015, para executar em duas legislaturas», afirmou Seguro durante a apresentação do projecto. «É necessário uma ruptura política, a começar pela própria forma de fazer a política. Este é o caminho certo, o caminho que aproxima a política das pessoas e as pessoas da política».
 .
Seria de pensar que um partido que se afirma como alternativa ao actual já tivesse soluções e ideias de como deveria ser a governação. Em 2015 onde já irá este governo e certamente não será o Seguro o líder do PS tão fraquinha tem sido a sua prestação.  Também este laboratório já terá encerrado há muito.
.

Já agora aproveito para aconselhar o Seguro que a forma de aproximar as pessoas da politica não é juntar meia dúzia de “iluminados” desejosos de um futuro tacho numa sala a falarem, mas convocar os cidadãos para participarem nesse debate e na apresentação de novas ideias e novos caminhos. 
.
Mas isso, pressupunha que esta gente estivesse minimamente interessada na criação de novos caminhos e em aceitar que muitos dos privilégios e compadrios teriam de terminar que é exactamente aquilo que querem evitar. Mais um grupo de estudo que vai ter o mesmo resultado de todos os outros que foram criados ao longo do tempo pelas oposições; nada.

EMBAIXADOR TADEU SOARES, ENJOADO, PARA MIM: “NOSSO PAÍS É CONHECIDO PELOS MOTORISTAS E CRIADAS DE SERVIR”

História  real (aliás não sei mentir) aquela que vou escrever.José Tadeu Soares, diplomata de carreira, andou por seca e meca e acabou por ser acreditado, como embaixador de Portugal no Reino da Tailândia em meados do ano de 1999. 
.
Tadeu Soares era assim,assim, como um diplomata “menino do coro” cheio de tiques, amaneirados, que os deve ter apanhado por onde, na estranja andou. 
.
Banguecoque foi o primeiro posto (embora ainda não o fosse) com a categoria de embaixador, plenipotençário, com todos os poderes, conferidos e mais alguns que por sua livre vontade tomou o de esmagar os que o serviam bem e optar por outros.


Quando embaixador Tadeu Soares se me apresentou, pessoalmente, me pareceu ser um embaixador “queridinho”, porque os modos com que se me dirigiu a mim era mesmos isso. Tadeu vinha tomar o lugar do embaixador Mesquita de Brito que não terminou a sua comissão e alguém, que nunca se soube o tramou que teve ordem para regressar ao Palácio das Necessidades com um bilhete de avião de um só caminho.
.
Pra mim e porque já seguia há uns anitos nos meandros da diplomacia, na embaixada de Portugal em Banguecoque é sempre uma incógnita, porque (embora antes de assumir funções já sabia dele certos, preliminares, tiques se macho ou maricas) nunca se sabia o que me ía sair na rifa.


Não posso, de principio ter razões de queixas de Tadeu Soares, vi-o como pessoa simpática, o mesmo não foi para a sua secretária a Kung que usava a saia meio palmo acima do joelho, para mostrar a bela perna que Tadeu embirrou com as ditas, torneadas, da rapariga. A Kung, uma excelente funcionária não esteve com meias e sobras medidas partiu e foi para outra banda servir a diplomacia de outro país.
.
Aonde eu quero chegar: “na altura e de quando Tadeu Soares assumiu funções de representante de Portugal para a Tailândia e mais seis países do Sudeste Asiático eu era, também, na parte comercial, o representante, há dois anos, do ICEP legal de Portugal para os mesmo paises de que Tadeu Soares que nunca viu com olhos de ver... 
.
Poderia lá ser um “tipo” que era eu, um assalariado ao serviço do Ministério dos Negócios Estrangeiros, com a licenciatura e o diploma da 4ª Classe da Instrução Primária, representar o comercio de Portugal na missão diplomática que ele vinha assumir seu destino?” 
.
Um osso que eu teria de roer porque Tadeu em vez de me deixar continuar activar o comércio português na Tailândia, promovendo os nossos vinhos, o azeite, as azeitonas, as sardinhas de conserva colocava-me a bater telegramas, de um cozinhado extraído de recortes dos jornais, locais, que muitos dias batia aquela prosa, lixo, até às 10 horas da noite.
.
O comércio português na Tailândia que fosse colher urtigas e o que era preciso seria Tadeu Soares enviar muitos telegramas e faxes para a CIFRA do Palácio das Necessidades e ali ficarem cientes que Tadeu era mesmo aquele barra a produzir serviço.
.
De qualquer forma e feitio lá foi fazendo conforme ia podendo o serviço de dactilógrafo, de arquivos, das constantes emendas da prosa de Tadeu (pois ele também sofria do síndroma da crítica dos colegas dos erros ortográficos) e as funções que me diziam respeito, por obrigação do ICEP. 
 .
Clique na imagem para a ver ao tamano natural


Eu tinha sido convidado pela organização de feiras internacionais de Banguecoque a BITEC, para expor produtos portugueses num pavilhão de 20 metros quadrados, absolutamente gratís, junto a outros de embaixada. Fiz os meus planos dos produtos que lá deveria expor e como deveriam trajar as duas hospedeiras, de pavilhão,  ali estariam presentes a informar os visitantes e a distribuir panfletos, turisticos e outros relativos a Portugal.
.
Apresentei o meu projecto ao embaixador Tadeu Soares onde incluia além da informação bilingue (inglesa e tailandesa) que as duas hospedeiras estariam vestidas com trajes minhotos. 
.
Depois de o informar do traje das meninas, bonitas, (tive sempre o cuidado na selecção) hospedeiras Tadeu Soares em termos de irritado e não menos enjoado: “Portugal é conhecido no Mundo como um país de motoristas e criadas de servir!” 
.
Fiquei (sem dar por isso) estupefacto perante Tadeu Soares e de quando o traje, lindíssimo, de Viana minha filha Maria Martins, vestindo-o dois anos seguidos num concurso de trajes de países na sua escola internacional ficou em primeiro lugar. Voltarei, mais tarde a histórias com Tadeu Soares de quando por três anos e dois meses o servi.
José Martins

MAIS DE 10 MIL EMPRESAS FALIDAS, COMO PODE PORTUGAL SAIR DA CRISE?

O nosso país não vai sair nada da crise e creio que a dívida vai ser paga ao FMI e à União Europeia, só que nós os portugueses ficamos espremidos até à medula e uns pedintes. 
.
Os jovens vão sair do país e em procura de outros países onde podem entrar no círculo do trabalho barato, como por exemplo, os homens, efectuarem serviços que os cidadãos desses países, de acolhimento não querem fazer como recolhedores de lixo, varredores de rua e no campo; as mulheres na ocupação de serviço doméstico ou encarregadas de retretes públicas.  Tenho a convicção daquilo que escrevo e na década 70, do século passado, observei isso na Alemanha, França, Suiça e Londres. 
.
Portugal estará condenado e tenho as minhas dúvidas se terá mais a oportunidade de levantar cabeça. Toda esta desgraça nos aconteceu devido à "sacanagem" dos políticos, sujos, que nos governaram que mais olharam para a vida deles do que a dos contribuintes. 
.
Não tenhamos ilusões porque os novos Messias no poleiro não vão mudar o pano, do cenário político, de Portugal e vão ser cópias, dos outros, tiradas a papel químico.
José Martins

Clique a seguir para  a peça completa

Falências atingem níveis recorde em Portugal


Só no ano passado entraram em falência 10 mil empresas portuguesas, o que representa um aumento de 65 por cento face ao ano anterior. A confirmar-se a recessão prevista para este ano, agora de 3,3 por cento, este cenário de falências pode ainda agravar-se.

NÓS ATÉ FICAMOS MAIS GREGOS QUE OS DA GRÉCIA AO SABERMOS DO QUE SE PASSA POR LÁ...!!!

.

É por estas e por outras, que o mundo está como está!!!


Sabia que... ?
.
«As companhias gregas de navegação possuem cerca de 4100 navios, cerca de 16% da frota mercante mundial. No ano de 2010 o seu rendimento anual ascendeu a 15.4 milhares de milhões de euros. Sobre isto quase não pagam impostos. As autoridades gregas não podem controlar as suas contas. Estão na Suíça ou em Londres, para todos os efeitos.
.
A Igreja Ortodoxa possui acções no Banco Nacional, hotéis, parques de estacionamento, lojas, negócios, florestas, montanhas.
É o maior proprietário de terrenos no país. A maior parte do seu rendimento é isento de imposto.
.
Cerca de 560 milhares de milhões de euro estão metidos em bancos estrangeiros. Isto é o dobro do PIB grego.
.
E há mais: a França, um país tão desejoso em penalizar a Grécia pelo seu «mau comportamento», vendeu-lhe 3 milhares de milhões em navios de guerra e helicópteros, em 2009.
Sim, não te enganaste a ler a data, em plena crise. De facto, a defesa é o único ministério que não sofreu cortes. Parece que a Comissão Europeia tem mantido um olho fechado, em relação a isto.*»
*Retirado de 

BEIJO ENTRE MARINHEIRO "PANILAS" E SEU NAMORADO CAUSA POLÉMICA

Sgt Brandon Morgan kisses boyfriend Dalan Wells
Sgt. Brandon Morgan abraça e beija seu namorado Dalan Wells
Por STAFF REPORTER
Published: Today at 15:14

ALEMANHA CANCELA CIMEIRA DA ZONA EURO

Relutância alemã cancela cimeira da Zona Euro
legenda da imagem
Robert Schlesinger, EPA



Relutância alemã cancela cimeira da Zona Euro


Foi cancelada a reunião entre os líderes da Zona Euro que estava prevista para a próxima sexta-feira. A Alemanha mantém-se reticente em discutir o reforço do novo mecanismo de financiamento europeu e defende que isso poderá ser feito ao longo do mês de março, o que torna irrelevante o encontro que deveria acontecer após a cimeira da União Europeia a 27.

O encontro entre os líderes dos países da Zona Euro, que estava previsto para arrancar no final da cimeira a 27, foi cancelado, de acordo com diferentes fontes europeias citadas pela agência France Presse.
.
O presidente do Conselho Europeu, Herman Van Rompuy, tinha planeado reunir os líderes da Zona Euro num almoço depois da cimeira de quinta e sexta-feira, para iniciar as discussões sobre a dimensão do novo Mecanismo Europeu de Estabilidade (MEE), que substituirá o atual Fundo Europeu de Estabilização Financeira (FEEF) a partir de julho.

.
No entanto, a Alemanha mantém-se relutante em reforçar o fundo de resgate comunitário e ainda mais em juntar os recursos restantes do FEEF (cerca de 250 mil milhões de euros) aos do novo programa de financiamento (MEE), que em conjunto atingiriam os 750 mil milhões de euros.

.
Na reunião do G20 do passado fim de semana, os líderes mundiais fixaram o mês de abril como prazo para a Europa tomar decisões quanto ao “reforço das suas instituições que promovem o apoio financeiro”, de forma a travar a crise da dívida pública na Zona Euro. Só assim os restantes países estão dispostos a aumentar os recursos do Fundo Monetário Internacional para atacar futuras crises.

.
Contudo, com o prazo a apontar para abril, o ministro alemão das Finanças veio dizer que não seria necessário tomar uma decisão definitiva na reunião de sexta-feira, tornando-a desnecessária. De acordo com Wolfgang Schäuble, a Europa tem todo o mês de março para discutir o assunto.

.
Esta posição da Alemanha – que mantém as dúvidas sobre a capacidade da Europa em sair da crise das dívidas soberanas – parece assim estar na origem do cancelamento da reunião. Mas a cimeira entre os membros da União Europeia, dedicada à assinatura do tratado orçamental que 25 dos 27 se comprometeram a adotar, mantém-se programada.

 .
Tribunal Constitucional Alemão atrasa decisões
.
Entretanto, o Tribunal Constitucional Alemão selou um novo impasse à tomada de posição do país relativamente ao fundo de resgate europeu, considerando parcialmente inconstitucional a nomeação de um painel de nove elementos para tomar decisões urgentes sobre o assunto.
.
A proposta para a constituição do painel tinha sido aprovada pela grande maioria do Parlamento alemão e propunha reuniões secretas entre um grupo de nove deputados, com o objetivo de decidir a posição da Alemanha relativamente ao programa de financiamento europeu.

.
Contudo, o Tribunal considerou que estas decisões, apesar de urgentes, devem ser tomadas por todo o Parlamento ou por um grupo mais amplo, que reflita a relação das forças políticas no hemiciclo. Segundo o coletivo de juízes, é imperativo "respeitar a responsabilidade geral do parlamento pelas questões orçamentais”.

.
BCE suspende temporariamente títulos de dívida grega
 .
Já esta manhã o Banco Central Europeu (BCE) suspendeu a aceitação de títulos de dívida da Grécia como garantia nas operações de financiamento do país junto dos bancos. A medida surge na sequência da descida da notação grega para "incumprimento seletivo" pela Standard & Poor’s e manter-se-á até ao fim da operação de redução negociada da dívida entre o país e os credores.
.
"O conselho do Banco Central Europeu decidiu suspender temporariamente a elegibilidade dos instrumentos de dívida transacionáveis emitidos ou garantidos pela República helénica para uso como garantia nas operações de política monetária do eurosistema", anunciou o BCE num comunicado hoje divulgado.

.
A instituição financeira volta a aceitar títulos de dívida grega em meados de março, quando entrar em vigor o acordo com a Zona Euro, que pretende prestar uma garantia suplementar ao BCE contra possíveis perdas.

.
Os bancos afetados pela decisão podem, contudo, manter os pedidos de empréstimo ao banco central grego em caso de emergência, permitidos ao abrigo do programa de assistência financeira.

 
Standard & Poor’s baixa classificação da Grécia
 .
A agência de notação financeira Standard & Poor’s decidiu esta madrugada baixar a classificação da Grécia, a curto e longo prazo, para o nível de "incumprimento seletivo" (SD), considerando que o perdão de dívida grega, alcançado na sexta-feira, corresponde a um incumprimento.
.
A decisão da S&P já era esperada, uma vez que a agência tinha anunciado que passaria a Grécia para "SD" assim que fosse alcançado o acordo sobre a renúncia de créditos concedidos pela banca privada às autoridades gregas.

.
Contudo, a agência de
rating admitiu que, quando a troca da dívida estiver concluída, poderá elevar a classificação da Grécia para "CCC".
.

FERNANDO PESSOA: "O CONTO DO VIGÁRIO"

.
Enviado pelo amigo e colaborador deste blogue Adalino Cabral



Partilha de Coleg-A-mig-o-brigado, ex-combatente, Angola ~
A b r a c,o
Sempre p'ra frente!
Adalino Cabral, U.S.A.
O Conto do Vigário, por Fernando Pessoa
Segundo informação aparentemente fidedigna, foi publicado pela primeira
vez no diário Sol, Lisboa, ano I, nº 1, de 30/10/1926, com o título de
«Um Grande Português».
Foi publicado depois no Notícias Ilustrado,
2ª série, Lisboa, 18/08/1929, com o título de «A Origem do Conto do Vigário».
"I do believe that loyalty and honesty will be a good business, in future"
Lisboa,
23/02/1929
FP
 Clique nas imagens para ler o texto


"COBARDIA COMO MODO DE VIDA"


Gostei de ler: "Cobardia como modo de vida"

«Há sempre, em todos os regimes, cidadãos que se adaptam ao poder vigente, aceitando as regras, por mais injustas que sejam. De cabeça baixa e tentando não dar nas vistas, apenas se rebelam quando todos já o fizeram. 
.
Há sempre, em todas as escolas, um aluno pouco talentoso que se esfalfa para agradar ao professor, por mais medíocre que ele seja. 
.
O "graxista", assim é chamado pelos colegas, espera as migalhas que a vaidade alheia lhe resolva oferecer. Há, em todas as empresas, quem lamba as botas ao patrão, na esperança de conquistar pela subserviência o que com a competência nunca conseguiria. 

E há Estados iguais a esta gente sem espinha. Que procuram viver na sombra dos poderosos. Neutrais quando de qualquer refrega ainda não se saiba o resultado, insensíveis a qualquer sentido de justiça, sem orgulho, sem qualquer desígnio e capazes de suportar, em silêncio, todas as humilhações.
.
Se olharmos para o Estado português, nos últimos anos, o que vemos é uma Nação oportunista. 
 .
No Mundo, apoiou, em troca de negócios, a ditadura líbia até ao último segundo. Abandonou Kadhafi na 25ª hora, descobrindo nesse momento a importância da liberdade, da democracia e dos direitos humanos. 

Apoia, em troca de tostões, a ditadura angolana. Apoiou a injustificável guerra do Iraque, servindo de mordomo na cimeira da vergonha. 
.
Apoiou, aliás, todas as guerras, sempre do lado do mais forte. Na Europa, esteve sempre ao lado de quem manda, incluindo em decisões que prejudicavam os países periféricos. 
.
E agora, para não variar, é ao lado do poder do momento que quer estar, não hesitando defender o oposto aos seus legítimos interesses. Sejam Estados ou pessoas, os cobardes conseguem, muitas vezes, sair-se bem na vida (Portugal nem por isso). 
.
Mas não merecem o respeito de ninguém. Nem daqueles a quem servem de espinha curvada.
(…)
Quando a correlação de forças mudar na Europa - e inevitavelmente acabará por mudar -, estou seguro que faremos o que temos feito sempre: estaremos, à última da hora e com a mesma ausência de sentido crítico de sempre, no novo comboio. 
.
Esperando que todos se esqueçam do triste papel que tivemos numa crise que nos dizia respeito. Pode ser que resulte. Pode ser que não. Mas a marca do que somos, como Nação, fica para sempre. Se os outros não se lembrarem, lembrar-nos-emos nós. 
.
Não é por acaso que somos um povo com tão baixa autoestima. Há tanto tempo que, como País, não fazemos nada de que nos possamos orgulhar. É que para contar têm de se correr riscos. E o medo tem sido a base de quase todos os consensos.» - Daniel Oliveira, (artigo completo) no Arrastão.

quem manda? gaspar! gaspar! gaspar!


Rematando o seu discurso com um "Por Portugal" com cheiro a naftalina, o Gasparzinho das Finanças disse esta frase lapidar há pouco, na televisão:  "sabemos onde estamos e o que queremos fazer". Depois não me venham dizer que o homem não faz lembrar o Salazar. O resto foi um chorrilho de auto-elogios. A troika aprovou-nos em exame. Estamos a destruir o Estado Social, mas tudo a bem da nação e da economia. Estamos a escravizar os portugueses, mas o dinheiro está acima das vidas humanas. Por Portugal!

Imagem: 
http://wehavekaosinthegarden.wordpress.com/

KAOS E OS RAPAZINHOS DO GOVERNO

A rapaziada do Governo


Alberto João Jardim afirmou hoje que o país pode necessitar de mais ajuda financeira e considerou que Portugal precisa de medidas que coloquem a economia a crescer e não da prática de cortes “daqueles rapazinhos que estão lá no Governo”.
Quando eu concordo com alguma coisa que o João Jardim algo diz o mundo já está de pernas para o ar.

TAILÂNDIA: MULHER TAILANDESA E HOMEM INGLÊS CONDENADOS A 42 E 21 ANOS DE CADEIA

CRIME
Mãe condenada por obrigar filha e menores, a prostituirem-se por dinheiro

BANGKOK:
- Um tribunal tailandês condenou hoje,  terça-feira, uma mãe de 50 anos de idade a 42 anos de prisão para forçar sua filha, menor de idade, a prostituir-se.
.
Um britânico
, Stuart Hargreaves Lloyd, de 45 anos, também foi condenado a 21 anos de prisão após ser declarado culpado de estuprar menores.
.
O Tribunal
foi informado de que Tim Wongsiri havia ensinado e forçado a filha de menos de 13 anos, e outras duas meninas a prostituirem-se  com o Lloyd e outros homens entre 2004 e 2010 em muitos lugares, incluindo hotéis em Bangkok e Chon Buri.
.
Ambos os
réus, em tribunal, negaram as acusações. Sua filha e outras jovens, no entanto, deram detalhes, verificáveis, ​​dos locais, horários e de montantes de dinheiro recebido.
,
As crianças informaram
os psicólogos, de que Tim, uma ex-prostituta, ameaçou as crianças de deixar de lhes patrocinar a escola se elas, ao menos, não  tivessem relações sexuais com  clientes.
The
Nation 2012/02/28