Translator

terça-feira, 20 de março de 2012

DESARRANJOS INTESTINAIS - MERCADORIA QUE NÃO PAGA RENDA É COLOCÁ-LA FORA DE CASA


Estamos em Times Square, .
Se segue a rir pouco clique a seguir que se vai rir mesmo!
http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=wXL6KZJnRtg

FILME HISTÓRICO ENVIADO PELO NOSSO COLABORADOR E AMIGO ADALINO CABRAL


Fim da Segunda Guerra Mundial---- >>>SPF!---- >>> . . .
Freedom never was, is not and never will be free.
~~~A liberdade nunca foi, nao e', e nunca sera' gratuita.
If you liked getting this information, let me know.
~ Adalino
~~~Se gostou de receber esta informacao, diga-me.  Adalino
~ ~ ~ P R O T O C O L O ~ ~ ~
Shared by a friend, to be shared with all ~
------ > Partilha de pesso-A-miga, para se partilhar com todos ~
A b r a c,o
Sempre p'ra frente!
Adalino Cabral, U.S.A.
Film:  Extremely rare (a historic treasure!)
Filme:  Uma perfeita raridade (tesouro historico!)
End of WWII with Japan - 2 Sep 1945 
Fim da Segunda Guerra Mundial
com o Japao - 2 Set 1945 
FILME COM VOZ DO GENERAL (de 5 estrelas)
DOUGLAS MacAUTHUR SO' AGORA FEITO PUBLICO.
ACTUAL VOICE OF
FIVE-STAR GENERAL DOUGLAS
MacARTHUR NEVER BEEN SHOWN TO GENERAL
PUBLIC.
Tokyo Bay, Japan - 2 September 1945.
Baia de Toquio, Japao - 2 Setembro 1945
Click here: _Japanese Surrender_
(http://www.youtube.com/watch_popup?v=vcnH_kF1zXc&feature=player_embedded)
.
Tell me if you liked this. Thanks!
Portingles@comcast.net

 .
Diga-me se gostou. Grato!

CAPRICHOS DA NATUREZA DEGENERADOS



SERÁ QUE TIVERAM O MESMO PAI?
NÃO HÁ DÚVIDA QUE OS PORTUGUESES SÃO EXTREMAMENTE BONS EM CRIATIVIDADE , MAS PÉSSIMOS A TRABALHAR EM PORTUGAL. SÓ SÃO BONS QUANDO INSERIDOS NOUTRAS SOCIEDADES E AÍ SÃO NOVAMENTE MUITO BONS. RAZÃO TEM O MEDINA CARREIRA...

NOTAS VERBAIS:"CARTA DO MINISTRO PLENIPOTENCIÁRIO MARCO ANTÓNIO AO MINISTRO DOS ESTRANGEIROS PAULO PORTAS"

Portas. Escusava de ouvir isto

Meu caro,

Peço desculpa pelo interregno de notícias, mas após uma longa ausência tenho estado ocupado a desfrutar dos prazeres na nossa cidade de Lisboa. Para mais com este sol de Inverno. Todos os dias desço a Calçada das Necessidades e ainda não parei de ser surpreendido com as mudanças que ocorreram desde os meus tempos na Secretaria de Estado. 
 .
Ainda assim, qual não foi o meu espanto quando, este sábado, reparei numa notícia da folha oficial do Palácio das Necessidades: "MNE dá 'vistos gold' a quem investe". 
 .
Não resisti - confesso que tive alguma dificuldade em trocar os Réis que trazia na bolsa à cintura pelos vossos euros - e lá tive de comprar o jornal. Na página 11, sem referência à origem da informação, afirmava-se, em suma, que, quem investir mais de um milhão de euros em Portugal, quem comprar um imóvel por mais de 750 mil euros (nem sei bem quanto é isso em Réis), ou quem crie pelo menos 30 postos de trabalho, terá direito a um visto de residência.
.
Meu caro, não sei se vocês hoje em dia chamam a isto "vistos gold" ou "vistos de investimento". No meu tempo, o nome que lhe dávamos era outro: venda ou tráfico de vistos de residência. 
.
Gostava de saber o que o meu sucessor Sacadura Cabral, antes de ser eleito, diria de um funcionário do Serviço de Fronteiras que fosse apanhado a conceder um visto em troca de, digamos, mil euros. 
.
Pediria justiça? Exigiria a sua demissão? Depois gostava que ele me explicasse qual é a diferença para o que agora se propõe. 
 .
Ou seja: quem vende um visto por mil euros é criminoso e quem o vende por um milhão é ministro?
.
O pior, meu caro, foi ver o meu sucessor a confirmar toda esta informação, em trajes de cavaleiro, num evento partidário que nada tinha a ver com as suas funções de Estado. Sim, meu caro, leu bem, trajes de cavaleiro. E com o ar mais sério deste mundo.

.
Por outro lado, também gostava de saber desde quando é que a Secretaria de Estado passou a ter competência para negociar vistos a cidadãos estrangeiros. Desde que me lembro que essa era uma tarefa que competia ao Serviço de Estrangeiros. 
.
A não ser que tenha havido uma delegação de competências na qual eu não tenha reparado. Houve, meu caro?
.

Ministro Plenipotenciário Marco António

2 comentários:


Anónimo disse...
Gostava de saber se também passam vistos "silver", "Bonze" e porque não "cork" que está tão na moda.
Ferreira, M.S. disse...
De facto, muito, muito mau... cumprimentos

OS NOSSOS MAIS REFINADOS GATUNOS: "MAS SERIA LÁ POSSÍVEL O JOSÉ SÓCRATES PEDIR A BAGATELA DE DOIS MILHÕES DE EURO?"



Augusto Ferreira do Amaral lançou em tribunal novas dúvidas sobre o envolvimento de José Sócrates no caso Freeport. 

O antigo ministro revelou que um dos arguidos lhe disse que Sócrates exigia dois milhões de euros para aprovar o licenciamento do empreendimento em Alcochete. O advogado do antigo primeiro-ministro já reagiu.
.
Fonte: RTP

Ó DA GUARDA! TOQUEM A REBATE OS SINOS...O PASSOS COELHO ESTÁ A VENDER O PAÍS!!!!!

Russos e chineses na corrida aos Estaleiros de Viana do Castelo


RTP
O futuro dos estaleiros navais e dos seus 600 trabalhadores constituem as preocupações da Câmara de Viana do Castelo. A decisão governamental de privatizar na totalidade os estaleiros é criticada pelos partidos da oposição. O Governo anunciou entretanto que investidores russos, chineses e mesmo nacionais já mostraram interesse na compra da empresa pública.

A DOÇURA DO DINHEIRO (EMBORA SE PENSE QUE NÃO) COMPRA TUDO!!!!

Privilégios dos magistrados.....António Marinho Pinto....antes e muitos anos depois do 25 de Abril, estavam dentro das letras da FP, como os médicos, Técnicos Superiores etc e tal......Deviam ter vergonha e estar muito caladinhos.

Um juiz é inimputável......um médico estuda mais do dobro dos anos, é imputável e ganha menos de metade na FP

António Marinho Pinto.jpg

Privilégios dos magistrados (I)

Publicado em 2011-11-07

Os magistrados portugueses beneficiam de um conjunto de regalias profissionais que constituem verdadeiros privilégios quando comparadas com as de outras funções do estado. E o que é mais escandaloso nem é tanto a existência desses privilégios (sempre os houve em Portugal), mas sobretudo a desfaçatez com que os próprios magistrados os negam, quase sempre apoiados por bem oleadas máquinas de propaganda mediática e recorrendo mesmo a puras falsidades.
.
Uma das mais repetidas falsidade consiste em afirmar que os juízes portugueses são dos mais mal pagos da União Europeia e que o próprio Conselho da Europa o teria reconhecido. Ora, de acordo com um estudo divulgado por esse organismo em 2010, os juízes portugueses em início de carreira auferiam, em 2008 (ano a que se refere esse estudo), 34 693 euros por ano, o que equivale a 1,7 vezes o salário médio de Portugal. 
.
Esse rácio é superior aos da Áustria e da França (1,1 salários médios cada), da Holanda (1,4), da Finlândia (1,5), da Bélgica (1,6) e Dinamarca (1,6). Tudo isso dando de barato que o ordenado médio nacional é de aproximadamente 20.000 euros anuais, o que não é verdade, pois ele é até bastante inferior.
.
Mas a desigualdade é ainda maior quando se faz a mesma comparação com os juízes em fim de carreira. Estes ganhavam, no mesmo ano, 83 401 euros por ano, o que equivale a 4,2 salários médios, o que é bastante superior ao que ganhavam os juízes da Holanda (2,3 vezes a média salarial), Dinamarca (2,3), Áustria (2,6), Islândia (2,7), Suécia (3,2), Noruega (3,2), Luxemburgo (3,3), Finlândia (3,3), França (3,4) e Bélgica (3,5).
.
Os juízes portugueses são, assim, bem melhor remunerados do que os seus colegas dos países mais desenvolvidos da Europa, se compararmos os níveis de vida e as capacidades económicas de cada país.
.
É óbvio que essas remunerações só se tornam privilégios quando comparados com a média das remunerações praticadas em Portugal e não com as remunerações dos juízes dos países desenvolvidos da Europa, muito mais ricos do que nós. 
.
Nestes países todos ganham mais do que em Portugal, a começar pelos chefes de Estado, passando pelos governantes, deputados e acabando nos mais humildes trabalhadores do sector privado. 
.
Comparar o vencimento de um juiz português com o de um suíço ou de um alemão em termos absolutos é misturar falaciosamente realidades diferentes que só pode servir para confundir os incautos ou então para sustentar agendas reivindicativas totalmente desfasadas das realidades económicas do nosso país.
.
Porém, onde o privilégio se torna chocante é quando comparamos os vencimentos dos magistrados com os das restantes funções do Estado em Portugal.            
.
Os juízes de primeira instância com cerca de 15 anos de serviço ganham mais do que um general das Forças Armadas no topo da carreira com mais de 40 anos de serviço
.
 E se for um juiz de círculo (último escalão da primeira instância), a diferença é de cerca de mil euros a mais. Por outro lado, um juiz com apenas três anos de serviço ganha mais que um professor catedrático em dedicação exclusiva numa universidade pública com dezenas de anos de serviço, mais do que um director de serviço num hospital do estado e mais do que qualquer funcionário superior da administração pública em fim de carreira.
.
Outra das falsidades em que os juízes mais insistem é na de que não são aumentados há cerca de 15 ou 20 anos. Ora, os magistrados sempre foram aumentados todos os anos nos mesmos termos e percentagens em que o foram o presidente da República, o primeiro-ministro, o presidente da Assembleia da República e todos os restantes servidores do Estado. 
.
O aumento dos magistrados é automático e reporta-se sempre a 1 de Janeiro de cada ano, ao contrário do que sucede com os funcionários públicos cujos aumentos, em alguns anos, só entraram em vigor meses depois.
.
O que os juízes têm pretendido com essa falsidade é obter aumentos muito maiores do que os dos restantes servidores do Estado, incluindo o próprio presidente da República, unicamente porque se julgam superiores a todos os outros. 
.
Mas como não conseguiram esses aumentos, estão permanentemente a afirmar, com todo o descaramento do mundo, a mentira de que têm os seus vencimentos congelados.

Privilégios dos magistrados (II)

Publicado em 2011-11-14

Vimos na minha última crónica como são elevados os vencimentos dos magistrados portugueses quando comparados com as remunerações de outros servidores do Estado, nomeadamente militares e professores do Ensino Superior e, sobretudo, quando são olhadas à luz das capacidades económicas do país.
.
Mas, há outro aspecto relevante e que é pouco conhecido do público. Trata-se do apertadíssimo leque remuneratório existente na magistratura judicial. Com efeito, os vencimentos dos magistrados têm vindo a ser uniformizados, chegando-se já ao ponto de a diferença entre o vencimento base do presidente do Supremo Tribunal de Justiça e o dos juízes dos tribunais de círculo (primeira instância), ser apenas de cerca de 500 euros.
.
Esse facto resulta da circunstância de haver um tecto remuneratório correspondente ao vencimento fixado para o presidente da República que limita os aumentos dos vencimentos dos juízes dos tribunais superiores, enquanto os dos outros magistrados, sobretudo os de 1.ª instância, têm uma margem de aumento muito maior. Se as coisas continuarem assim, não tardará muito para que a maioria dos magistrados tenha uma remuneração muito semelhante à do presidente do STJ. 
-
Essa é outra consequência do sindicalismo nas magistraturas.
-
Sublinhe-se que, só com as remunerações dos magistrados, o Estado português gastou em 2010, mais de 220 milhões de euros, dos quais cerca de 182 milhões com as remunerações certas e permanentes e cerca de 40 milhões com remunerações variáveis e eventuais.
.
Mas outro dos mais escandalosos privilégios das magistraturas é o subsídio de habitação que os sindicatos querem que passe a ser denominado de subsídio de compensação e que corresponde a milhares de euros anuais, os quais, por decisão dos próprios tribunais, estão totalmente isentos de impostos.
.
Esse subsídio estava na sua origem ligado a um dos paradigmas mais saudáveis da boa administração da justiça consubstanciado na antiga regra do sexénio, abolida em meados dos anos oitenta, e que consistia na obrigatoriedade de os juízes não poderem permanecer na mesma comarca mais de seis anos. 
.
Era a versão contemporânea da figura do «juiz de fora» do século XIV e que pretendia evitar que as relações pessoais dos juízes pusessem em causa a boa administração da justiça.
.
Com efeito, é de meridiana evidência que um juiz residente durante muitos anos na mesma localidade chegará a um ponto em que, por muito honesto que seja, acaba por não poder fazer boa justiça, precisamente por não se libertar das ligações pessoais e familiares, bem como das amizades e inimizades que a prolongada permanência no mesmo local sempre origina.
.
É óbvio que o sexénio obrigava a grandes sacrifícios, a que o Estado respondia com a atribuição aos juízes de alguns direitos extraordinários, tal como as casas de função, ou seja, residências mobiladas e totalmente gratuitas. E quando não havia residência do Estado, então os magistrados recebiam uma quantia em dinheiro para eles custearem as despesas de habitação.
.
Porém, os magistrados acabaram com a regra do sexénio, mas mantiveram o subsídio para a habitação.
.
Ultimamente, os juízes têm tentado transformá-lo numa parte do vencimento, chamando-lhe subsídio de compensação (compensação de quê?), embora seja óbvio que ele só se refere à habitação, pois os magistrados a quem o Estado atribuiu casa não o recebem.
.
Ou seja, além da remuneração que é das mais elevadas do Estado (basta ver que cerca de 95% de todas as pensões de reforma superiores a 5.000 euros por mês que o Estado paga, incluindo as dos titulares dos restantes órgãos de soberania, são de magistrados), ainda recebem um subsídio pago, indistintamente, a todos os magistrados, incluindo aqueles que já estão aposentados ou os que vivem em casa própria ou de familiares. Mesmo aqueles que vivem juntos na mesma casa recebem esse subsídio como se cada um vivesse em casa própria.
.
Chega mesmo a verificar-se situações em que um casal de magistrados vivendo juntos, a um deles o Estado atribui a casa de função e a outro o subsídio de habitação. Trata-se de situações anómalas que não deviam acontecer ou então que deviam ser corrigidas rapidamente. Mas nesses privilégios não mexe a ministra da Justiça.

O preço dos combustíveis volta hoje a aumentar atingindo o valor mais alto de sempre em Portugal.

O Pilatos da gasolina



Com a segunda subida no preço dos combustíveis em apenas uma semana o preço da gasolina já aumentou 9% desde o início do ano.
 .
Os repetidos aumentos dos combustíveis suscitam preocupação no primeiro-ministro, que prevê danos na economia portuguesa, com prejuízos para particulares e empresas. 
 .
“Com combustíveis mais caros, por factores externos, a economia paga um preço acrescido. Assim sendo, o notícia com esta nunca pode ser positiva” afirmou Passos Coelho. .
 .

Noutros tempos o mesmo personagem argumentava que a economia não podia aguentar preços  tão elevados e que o governo devia intervir para controlar os preços com uma redução de impostos  sobre os combustíveis.
.
Hoje este Passos Pilatos diz que, a culpa não é nossa, é dos mercados pelo que a economia que se aguente parecendo, esquecer que é Primeiro Ministro e governar não é só aumentar impostos e cortar direitos, é também fazer o país funcionar.
.
Assim só nos pode conduzir a uma pobreza e misérias ainda maior daquela que já existe um pouco por todo o lado e muito em muito lado.

"PARA ESTA QUADRILHA QUE JÁ NEM TEM VERGONHA DE MOSTRAR A SUA CANALHICE..."

A maravilhosa harmonia da miséria

.
António Borges  mostrou-se surpreendido afirmando “É impressionante a forma como os salários estão a cair, tal e qual como se houvesse uma desvalorização da moeda. Isto está a passar-se na economia com um extraordinário consenso e harmonia social”. Uma maravilha “inconcebível” na Grécia e “vamos ver se os espanhóis são capazes de fazer o mesmo que nós”.
.
Esta personagem maravilha-se com a impressionante harmonia  da criação da miséria social. Contratado pelo governo para ser um Ministro da Economia Privado para a condução das privatizações e que por ser privado pode acumular com um cargo nas empresas do segundo homem mais rico de Portugal. 
.
Para esta quadrilha que já nem têm vergonha de mostrar a sua canalhice a vida corre bem e o país é um universo de oportunidades. Correr com esta cambada é urgente e necessário.

A LOIRA QUE DE BURRA NÃO TEM NADA...!!!



Mas que Reforma  ??? !!! 
Erro! Nome de ficheiro não especificado.

REPASSEM AOS V/ AMIGOS .  A net tem muita força e já que este é o n/ meio, vamos repassar   milhentas vezes  .

Alguém percebe ? !

Se ela continua a trabalhar, está a receber reforma, PORQUÊ?!

Ela é loira, mas de burra não tem nada ... .
.
Sempre a pedirem-nos sacrifícios e  " Eles "  e  " Elas " a receberem reformas, salários, subvenções vitalícias. Como é que isto algum dia  irá para a frente, se todos ELES quando fazem as leis é para zelarem  pelos seus próprios interesses ? *
Se o cidadão normal tem de trabalhar 40 anos (ou  mais) e só tem direito a uma pequena reforma, porque é que eles ao fim de oito anos de serviço já têm direito a reformas gordas ? * 

.
É aqui que o governo tem de começar a cortar as gorduras...mas corta é nos nossos subsídios e eles continuam a fazer as suas vidinhas de nababos .
.

Divulguem !!! Basta de nos tratarem como atrasados mentais ; passem ao maior número de pessoas que possam . .
 .
Foi assim que conseguimos que três ministros abdicassem dos seus subsídios de deslocação, quando (vergonha das vergonhas) têm casa em Lisboa .

.
Assunção Esteves (PSD), a actual Presidente da Assembleia da República, reformou-se aos 42 anos, com a pensão mensal (14 vezes ano) de ? 2.315,51 .
Fica o Diário da República de 30/07/1998 para vossa informação . Para que saibam ainda, a Senhora Assunção 
.
Esteves recebe ainda de vencimento mensal (14 vezes ano) ? 5.799,05 e de ajudas de custas mensal (14 vezes ano) ? 2.370,07. Aufere, portanto, a quantia anual de ? 146.784,82. Ou seja, recebe do erário público, a remuneração média mensal de     ? 12.232,07 (Doze mil, duzentos e trinta e dois euros, sete cêntimos) .

.
Relembramos que também tem direito a uma viatura oficial BMW a tempo inteiro !
.
E vem este  IDIOTA  do Passos Coelho sacar subsídios e pedir sacrifícios aos funcionários públicos e pensionistas !!!  É mesmo preciso ter lata !!! *

COM O PROFESSOR MARCELO NÃO SE APRENDE NADA!



Quem conhecer o Marcelo que o compre.... Procura  simpatia para a sua corrida a Belém, só que o Passos Coelho, nessa altura, (campanha) já foi colher urtigas.

Clique para o video

Marcelo acredita na reeleição de Passos Coelho

Marcelo Rebelo de Sousa acredita que Passos Coelho pode voltar a ganhar as eleições dentro de quatro anos

UM FILME RARO DE CHARLIE CHAPLIN - ENVIADO POR ADALINO CABRAL




The circus of 1928  w/sound c/som  O circo de 1928
 Charlie Chaplin
(A very rare film.  Este filme e' uma raridade. )
A b r a c,o ~
Sempre p'ra frente!
Adalino Cabral, U.S.A. 


video

AS capas dos jornais e as principais notícias de Terça-feira, 20 de Março de 2012.



Capa do Correio da Manhã Correio da Manhã

Saúde: Dívida aumenta 85 milhões
Recebe 300 angolanos
Cai de telhado e morre
Presos por doping
Morto por máquina
Galos arrasam leão com ajuda do árbitro
Sarkozy eleva alerta antiterrorista para nível máximo

Capa do Público Público

Tenha acesso a mais informação. Torne-se assinante Público.
Sá Pinto quer “avaliar com calma” as decisões do árbitro
Wall Street encerra no verde animada pela Apple
Gil Vicente e Bruno Paixão trouxeram o Sporting de regresso à terra
Dívida total dos municípios ronda os 12 mil milhões de euros
Gaspar garante que Portugal não precisa de novo empréstimo
Cinco turistas morreram em avalancha na Noruega

Capa do Diário de Notícias Diário de Notícias

Destruiram a indústria naval e queixam-se!
Pistas para ler discursos
Empreiteiro morre ao cair de telhado
Triplo homicida não foi enterrado em Beja
Homicídio de Beja: MP ainda não arquivou inquérito
ME abre concurso para 632 trabalhadores não docentes
Mulher salva das chamas pelo vizinho

Capa do Jornal de Notícias Jornal de Notícias

Autoridades brasileiras reforçam alerta para o Egito
Ronaldo "Fenómeno" admite candidatar-se à presidência da CBF
Só três pessoas conhecem o verdadeiro final "Remédio Santo" deixa habitantes de Mundão cheios de saudades
"Gosto de levar a minha ideia avante"
Ronaldo Don Juan em biografia polémica
Aumentam os crimes cometidos entre idosos
Ajuda externa só é previsível ser falhar o regresso aos mercados

Capa do i i

Capa do Diário Económico Diário Económico

Governo prepara plano detalhado para voltar aos mercados em 2013
Avaliadores de casas reúnem amanhã com o Ministério das Finanças
“Estamos a aproximar-nos do meio da ponte”
“É preciso manter constância permanente de rumo”
O regresso a Frankfurt oito anos depois
TC atento à escolha da Ernst & Young para auditar PPP
PS aceita inquérito mas impõe condições

Capa do Jornal Negócios Jornal Negócios

Portugal sem "orçamento ou credibilidade" para "jogar o jogo" de estímulos à economia
Miguel Relvas diz que ANAFRE e oposição não apresentam alternativas à reforma administrativa
Artur Santos Silva defende que devia ser FMI a fazer o "rating" dos países
Dirigentes da administração pública escolhidos por concurso a partir de Dezembro de 2013
Espanha: Moody's mantém "rating" em A3 apesar do novo objectivo para o défice
Euro/Crise: EUA "aliviados" com desenvolvimentos na zona euro
Gaspar: Ajuda europeia caso falhe regresso aos mercados é "seguro precioso"

Capa do Oje Oje

Agora é mesmo para a reforma?
Chineses e russos querem os ENVC
Clima económico com agravamento “ligeiro”
Facebook limita despesa com I&D
Preços industriais desaceleram
IVDP reforça aposta no mercado brasileiro
Carlos Coutinho: "Este ano e os próximos podem ser uma oportunidade para os seguros de saúde"

Capa do Destak Destak

Pelo menos 23 mortos em atentados em várias cidades -- Novo balanço
Mini-tornado causou danos e 15 feridos em Townsville
MNE participa na "reflexão política" sobre a Europa, em Berlim
Pelo menos 15 mortos em atentados em quatro cidades
Rui Pereira deverá ser hoje eleito presidente do Observatório de Segurança
Responsáveis da China e Coreia do Norte tiveram discussão "franca" em Pequim
Estudantes de novo na rua por mais Ação Social

Capa do A Bola A Bola

Ballack quer jogar no New York Red Bulls mas clube prefere irlandês do Aston Villa
Chelsea vai avançar para Hulk no verão
Messi a um golo de tornar-se no melhor marcador da história do Barcelona em jogos oficiais
Flamengo reticente sobre Adriano após novas imagens comprometedoras
Rodríguez pode deixar já o dragão
Godinho Lopes pede irradiação de Bruno Paixão
Nélson Oliveira ataca o dragão com Pablo Aimar ou Cardozo

Capa do Record Record

Quase tudo o que Luz é vitória
Sérgio iguala Daúto com menos jogos
Salvador quer esta taça
O milagre de Calisto traz suspiro europeu
Hélder faz balanço da Liga
Meyong já começa a render pontos
Meireles é nova peça no xadrez de Di Matteo

Capa do O Jogo O Jogo

Isabel Jonet convidada para carregar a tocha olímpica
Sá Pinto: "Foi impossível ganhar este jogo"
Paulo Alves: "A equipa apareceu num momento importante"
Miguel Veloso e Belluschi perderam em Roma
Guardiola não acredita na "remontada"
Tiago Craveiro e Carlos Lucas demitem-se da Liga
Barcelona já pagou 14,5 milhões por Neymar