Translator

quarta-feira, 3 de outubro de 2012

As capas dos jornais e as principais notícias de Quinta-feira, 4 de Outubro de 2012.



Capa do Correio da Manhã Correio da Manhã

Romney bem preparado derrota Obama por larga margem
Faro: Ferido em acidente de moto
M. Canaveses: Jovem atropelado
‘Casa dos Segredos’: Nomeadas
Paulo Campos: Acusa Monteiro
Santana Maia: Médico morre
Nuno Crato: Investiga escola

Capa do Público Público

Tenha acesso a mais informação. Torne-se assinante Público.
UGT reúne-se para discutir situação do país
CGTP protesta à tarde à porta de Passos Coelho
Cavaco destaca as vantagens dos países que oferecem melhores salários
António Mendonça duvida que tenha existido algum acto ilícito nas PPP
Unicer em risco de devolver apoio atribuído à fábrica de Santarém
CP, Metro e Rodoviária de Lisboa em greve esta quinta-feira

Capa do Diário de Notícias Diário de Notícias

(d)Eficientes Indignados findam protesto junto ao Parlamento
Derrotem-no que ele gosta
Direção Geral de Saúde admite surto de dengue
Polícia brasileira investiga desaparecimento de português
Duas crianças alemãs resgatadas do mar por banhistas
Violência doméstica e crimes sexuais diminuíram
(d)Eficientes Indignados reúnem-se com Governo

Capa do Jornal de Notícias Jornal de Notícias

EUA ordenam ao Irão, Hezbollah e al-Qaeda pagamento de indemnização a vítimas do 11 de Setembro
Vítor Pereira destaca atuação de alto nível
Ronaldo soma mais de quatro milhões em carros
Câmara de Vila do Conde lança nova escola de bilros e "abafa" a existente
Portugal recebe Jennifer Lopez, a estrela mais poderosa
Mais de 1600 participações de corrupção no site da PGR
Fabricantes de telemóveis estão a usar menos produtos tóxicos

Capa do i i

Governo turco vai pedir autorização parlamentar para acções militares na Síria
Movimento (d)Eficientes Indignados termina protesto após receber garantias do governo
iPad tem quase 30 anos
Estádio do Amazonas para Mundial2014 de futebol com conclusão atrasada em seis meses
PPP. António Mendonça duvida que tenha existido algum acto ilícito
Plataforma contra extinção de freguesias marca jornada de luta nacional para dia 27
Turquia bombardeia alvos na Síria em acção de represália

Capa do Diário Económico Diário Económico

Gaspar anuncia “enorme” aumento de impostos para 2013
Três anos de ‘troika’ destroem 500 mil empregos
Governo garante défice de 5% este ano sem mais medidas de austeridade
Portugal reduz para cinco os escalões de IRS
Governo acaba com travão no IMI
Imposto dos mais ricos sobe para 54,5% em 2013
Van Rompuy quer programas tipo ‘troika’ para a zona euro

Capa do Jornal Negócios Jornal Negócios

O enxovalho de António José Seguro
Falando de equidade...
Veja como um australiano pode concorrer consigo
Um novo tipo de sociedade
Louçã: "Nunca na História de Portugal um Governo se atreveu" a estes aumentos
A primeira página do Negócios da edição de hoje
Portugal visto por fora

Capa do Oje Oje

Livros: “100 coisas para fazer depois de morrer”
Bancos europeus reforçam com 200 mil milhões
Petrobras vende 4,6 mil milhões em ativos
Cinema: “Taken - A Vingança” é servida em Istambul
Livros: “Isto não É um Conto”
GIP encaixa 6,3 mil milhões para novo fundo
Rota do Gosto no Porto até dia 7

Capa do Destak Destak

Artilharia turca voltou a bombardear posições sírias
Portugueses gastaram menos 52 milhões de euros em medicamentos no primeiro semestre
Antigo líder da oposição de Taiwan em visita "particular" à China
Pelo menos 18 crianças soterradas em deslizamento de terras no sudoeste da China
Vendas de veículos importados sobem 5,3% no Japão com Volkswagen a liderar
Republicanos exultantes com desempenho de Romney
Juiz filipino decreta detenção de antiga presidente Gloria Arroyo

Capa do A Bola A Bola

Cardozo pode falhar jogo frente ao Beira-Mar
Real: Kaká surpreso pela titularidade em Amesterdão
Alena Seredova, mulher de Buffon, despiu-se na Rússia
Concurso Imprensa Escrita: A Ética na Vida e no Desporto
Ecos da vitória do FC Porto
FC Porto- PSG: Lesão na origem da saída de Lavezzi
Ajax-Real: «Jogámos muito mal» – De Boer

Capa do Record Record

Valeu o melhor amigo
Elias perdeu estatuto de imprescindível
Derrota não abala
Ronaldo completamente de rastos
Meio-campo tampão vai novamente a jogo
Deco elogia Seedorf antes do reencontro
Sob o signo do nove

Capa do O Jogo O Jogo

Números do Totoloto
"Assunto encerrado, estou feliz"
O JOGO e a Runporto correm juntos
Ancelotti: "FC Porto joga com coragem"
Leonardo Jardim: "Dominámos na primeira parte"
Imprensa internacional elogia James
Eliseu: "Agora o objetivo é o Milan"

SELECCIONAMOS A PEÇA A SEGUIR

Quinta-feira, 4 de Outubro de 2012

Governo Passos/Portas – Os bandalhos


Bandalhos! Merecem inteiramente o nome. São um bando de lacaios dos grandes grupos económicos e dos agiotas internacionais, empenhados em derreter tudo o que resta do tecido produtivo e do património nacional, transformando tudo em ganhos para os seus senhores.
Como demonstração (mais uma!) da sua condição de meros lacaios, foram pedir no estrangeiro a bênção para os novos roubos, antes de os comunicarem aos “parceiros” e, sobretudo, àqueles que vão assaltar.
Com a hipocrisia e a mentira a escorrer da voz pastosa, Gaspar teve a lata de dizer, no seu "discurso de palha", que “devolve” subsídios, quando qualquer miúdo com uma maquininha de calcular de dez euros, pode ver que não há devolução alguma e que, para além de outros pesados agravamentos na nossa condição de vida, bastaria o anunciado «aumento enorme nos impostos», mais de mais de trinta por cento só no IRS, para que a mentira fosse desmascarada.
Como bandidos ressabiados e vingativos que são, espicaçados pela contrariedade da contestação generalizada, os bandalhos ripostam com medidas mais gravosas do que as mexidas na TSU, de que tiveram (por enquanto) que desistir.
Tudo feito com a mesma sem-vergonha que permite a Relvas continuar na cadeira. Tudo feito com a frieza de quem sabe estar a prazo, precisando, por isso mesmo, de lavar a cabo o mais depressa possível a agenda fanática e criminosa de que foram incumbidos.
É preciso não lhes dar tréguas!


O Meu Herói ...Tio Henry

  O Henry Allingham faleceu em 2009 com 114 anos!
   

Realmente é NOSSO ÍDOLO !

Esse é O Homem 
Veja
 descrição a seguir: 


Henry Allingham nasceu em Londres em 1896, quando ainda reinava a Rainha Vitória. É veterano da 1ª Guerra Mundial, participou das batalhas de Yopres e Jutlândia e fez parte do primeiro esquadrão da RAF, a força aérea britânica, da qual é o único membro ainda vivo.

Henry diz que viveu seus 112
 aninhos a base de cigarros, uísque, cerveja e muitas mulheres fogosas (ele diz que o grande segredo é não repetir mulher durante uma mesma semana).

Resumindo: 
Viveu intensamente na maior esbórnia! 

E você? 

Comendo salada de soja, bebendo água, feito um filho da puta, cheio dos regimes, preocupado com colesterol, pressão alta, bursite, dormindo cedo, caminhando como um desgraçado, malhando feito louco, suando feito lazarento, queixando de dor nas pernas! ...e tudo isso para comer a mesma mulher !!!! 

Pára com isso, meu! Siga o exemplo desse vitorioso!

Kaos:A nulidade de Boliqueime


Portugal já chegou a uma situação em que não podemos tolerar mais a escumalha que assaltou o poder. Vivemos numa democracia que tem os seus mecanismos constitucionais as ferramentas para resolver o problema; demitir este governo.

O pior é que o personagem que tem nas suas mãos poder fazê-lo é a Múmia de Boliqueime que ocupa Belém e que já mostrou nem ser capaz de defender a Constituição quanto mais assumir uma responsabilidade.

O homem já está na reforma, já deve sentir-se bem é sentado no sofá, de chinelos a ver umas novelas para não ter de ouvir a Maria enquanto faz tempo para mais uma viagem que lhe possibilite não ter de falar da situação de Portugal.

O personagem é uma nulidade completa num momento em que o país necessitava de um homem corajoso que colocasse os interesses dos portugueses acima dos seus. Infelizmente não existe outra forma constitucional de correr com a escumalha, mas se vivemos numa democracia a vontade do povo tem sempre de prevalecer sobre tudo e todos.

Se o Cavaco não o faz pois que o façamos nós, ocupemos as ruas, não um milhão como no dia 15 de Setembro mas dois, três, quatro, os que forem necessários para eles compreenderem que já são cadáveres políticos. Vamos para as ruas e vamos ficar lá o tempo que for necessário até eles sairem a bem ou a mal.

KAOS:10864



Daqui a umas horas vamos ser finalmente informados da forma que o governo escolheu para nos assaltar mais uma vez e nos roubar salários, direitos, dignidade e futuro. 
 
O Ministro Vitor Gaspar virá uma vez mais anunciar austeridade e sacrifícios em nome de um défice e de uma Troika mercantilista. Para nós ainda faltam umas horas que para a Comissão Europeia, a Merkle e o FMI já são conhecidas e até já deram o seu ámen. 
 
Nós somos como o marido traído, os últimos a saber e na realidade estamos a ser traídos todos os dias por esta gente mais interessada em agradar aos seus patrões do grande capital que em servir os portugueses. 
 
Esta corja que mente todos os dias, que nos promete uma coisa e arranja sempre forma de justificar porque não cumpre acabando a culpa por ser sempre nossa, ou porque somos piegas, cigarras ou ignorantes. 
 
Puta que os pariu a todos que já estou farto. Correr com esta cambada já é um dever de todos nós porque o país não aguenta mais continuar a ser assaltado todos os dias e ver-se humilhado por uma Europa de gananciosos. Gatunos para a rua.