Translator

terça-feira, 27 de novembro de 2012

As capas dos jornais e as principais notícias de Quarta-feira, 28 de Novembro de 2012.

2.

Capa do Correio da Manhã Correio da Manhã

S. Cacém: Idoso baleado na cabeça
Patã: Colisão de cinco viaturas
EN125: Manutenção não muda
Felgueiras: Recupera arte sacra
C. de Paiva: Jovem atropelado
M. do Corvo: Carrinha mata
Lagoa: Pescador morre em queda

Capa do Público Público

FC Porto discorda da intenção de proibir terceiros de terem passes de jogadores
Goleada do Real frente ao Alcoyano só surgiu no fim
Paços segue só com uma derrota no campeonato
Wall Street fecha em queda penalizada por incerteza orçamental
Euromilhões com jackpot de 33 milhões na sexta-feira
Farmacêutico manda para a troika medicamento mais barato que pastilha elástica
CGD coloca 500 milhões de dívida com procura a superar quase seis vezes a oferta

Capa do Diário de Notícias Diário de Notícias

Notícia das servidões
Jackpot de 33 milhões na sexta-feira
Preventiva para homem que alvejou quatro militares
Cadáver de bebé encontrado em saco no lixo
Empresa online aceita vouchers de 'A Vida é Bela'
Defesa vai requerer cancelamento do julgamento
A crise pode ser boa oportunidade

Capa do Jornal de Notícias Jornal de Notícias

Dilma cancela participação na cimeira da União das Nações Sul-americanas
Secretário-geral da FIFA elogia estádio de Curitiba para Mundial2014
Rita Pereira vende roupa em 2.ª mão
Um dos "10 mais procurados dos EUA" é tão comum que ninguém o apanha
Luis Fernando Veríssimo continua internado sem previsão de alta
Proibida venda de vinho com a marca Salazar
Casa da Escrita de Coimbra homenageia Manuel António Pina

Capa do i i

Paços de Ferreira e Marítimo empatam na Mata Real
Comissão, Parlamento e Conselho decidem novas regras para agências de rating
Prostitutas de Zurique trocam as ruas pelo “drive-in” de sexo
Kesha diz que já teve sexo do outro mundo
Isabel dos Santos integra administração da Zon
Carlos Costa reitera importância de aumentar poupança para financiar economia
Governo quer aumentar para 12 mil os portugueses com serviços mínimos bancários

Capa do Diário Económico Diário Económico

E, agora, é a vez do Tribunal Constitucional
O OE 2013
Deutsche Bank apoia Efromovich na TAP
Angola tem dado uma excelente contribuição para o grupo
Autoeuropa deve começar a produzir novo modelo em 2015
Governo tenta acordo de última hora nos portos
O canadiano que vai mandar no Banco de Inglaterra

Capa do Jornal Negócios Jornal Negócios

Capa do Oje Oje

ConAgra paga 3,8 mil milhões pela Ralcorp
Comerciais quebram 8,7% na Europa
Rémy Cointreau prevê subida nas receitas anuais
Boutique dos Relógios investe 1 milhão para se instalar na Av. da liberdade
Aguirre Newman coloca Jaguar Land Rover
Pedro Rutkowski: "Perante grandes crises, há grandes oportunidades"
Portugal representará boas oportunidades em 2013

Capa do Destak Destak

Aplicação para telefone móvel controla luz de quarto em hotel e mantém hóspedes ligados à receção do hotel em Banguecoque
Aeronave caiu a terra ao finalizar desfile aéreo militar
Tratado de livre comércio entre UE e Tailândia pode encarecer preço das sementes, alertam peritos asiáticos
China está a descobrir o queijo, importações duplicaram em dois anos
Conta corrente da Coreia do Sul com saldo positivo de 4500 ME em outubro
Microsoft vendeu 40 milhões de licenças do Windows 8 em um mês
Lotaria norte-americana Powerball com recorde de 386,5 ME de prémio

Capa do A Bola A Bola

«Mundial de Clubes é mais importante para as equipas sul-americanas que para as europeias» - Benítez
Mourinho somou a 400.ª vitória como treinador principal
Centurión só acima dos 6 milhões
Zico abandona seleção do Iraque
Se pensa invadir o campo... cuidado com o bandeirinha (com vídeo)
Seleção Feminina visitou Bombeiros Voluntários de Oliveira de Azeméis
Ninguém vai esquecer-se da data dos jogos do Barcelona (com fotos)

Capa do Record Record

Juventude basca ataca Kiryat
Rafael Miranda: «Empate é muito bom»
Europeus acertam contas
Antunes: «Fica um gosto amargo»
Perdidos no trilho
José Manuel Ribeiro: «Não há problemas com o treinador»
Pishyar admite reforços em janeiro

Capa do O Jogo O Jogo

Outro Maradona a caminho
José Filipe Lima passa "cut"
"Andamos a sorrir em direção ao abismo"
Mourinho já soma 400 vitórias
Mourinho lança russo para a história
PSG eliminado da Taça da Liga
"O 2-2 foi bom para nós"

Notícia última hora: o próximo Papa é português





  
NAZI POR NAZI, ESTE SEMPRE FALA MELHOR PORTUGUÊS....

TÔ IDOSO!


Por favor, envie de volta para mim. Não exclua, você vai rir quando vir a mensagem de retorno.
.

Eu nunca trocaria meus amigos surpreendentes, minha vida maravilhosa, minha amada família por menos cabelo branco ou uma barriga mais lisa.
.
Enquanto fui envelhecendo, tornei-me mais amável para mim, e menos crítico de mim mesmo. Eu me tornei meu próprio amigo. ..
.
Eu não me censuro por comer biscoito extra, ou por não fazer a minha cama, ou para a compra de algo bobo que eu não precisava, como uma escultura de cimento, mas que parece tão “avant garde” no meu pátio.
.
Eu tenho direito de ser desarrumado, de ser extravagante.Vi muitos amigos queridos deixarem este mundo cedo demais, antes de compreenderem a grande liberdade que vem com o envelhecimento. Quem vai me censurar se resolvo ficar lendo ou jogar no computador até as quatro horas e dormir até meio-dia?
.
Eu Dançarei ao som daqueles sucessos maravilhosos dos anos 60 &70, e se eu, ao mesmo tempo, desejo chorar por um amor perdido ...
.
Eu vou.
Vou andar na praia em um calção excessivamente largo sobre um corpo decadente, e mergulhar nas ondas com abandono, se eu quiser, apesar dos olhares penalizados dos outros no jet set.

.
Eles, também, vão envelhecer.  Eu sei que às vezes esqueço algumas coisas. Mas há mais algumas coisas na vida que devem ser esquecidas. Eu me recordo das coisas importantes.
.
Claro, ao longo dos anos meu coração foi quebrado. Como não pode quebrar seu coração quando você perde um ente querido, ou quando uma criança sofre, ou mesmo quando algum amado animal de estimação é atropelado por um carro?
.
Mas corações partidos são os que nos dão força, compreensão e compaixão. Um coração que nunca sofreu é imaculado e estéril e nunca conhecerá a alegria de ser imperfeito.
.
Eu sou tão abençoado por ter vivido o suficiente para ter meus cabelos grisalhos, e ter os risos da juventude gravados para sempre em sulcos profundos em meu rosto.
.
Muitos nunca riram, muitos morreram antes de seus cabelos virarem prata.
Conforme você envelhece, é mais fácil ser positivo. Você se preocupa menos com o que os outros pensam. Eu não me questiono mais.

.
Eu ganhei o direito de estar errado. Assim, para responder sua pergunta, eu gosto de ser idoso.  A idade me libertou. Eu gosto da pessoa que me tornei. Eu não vou viver para sempre, mas enquanto eu ainda estou aqui, eu não vou perder tempo lamentando o que poderia ter sido, ou me preocupar com o que será.
.
E eu vou comer sobremesa todos os dias (se me apetecer).  Que nossa amizade nunca se separe porque é direto do coração!
.
Envie este para pelo menos 7 pessoas com mais de 40 e vai ver o que acontece na tela. Você vai rir  Fará bem para sua cabeça.

JORNAL "O CRÁPULA" DE 28 NOVEMBRO DE 2012



O POÇO DE DESEJOS

video

KAOS:Foi dia de vergonha na A.R.



Molhado, com frio, um pouco desiludido com tudo isto e sem grande vontade para fazer muita coisa. Há dias em que nos pomos a pensar se realmente vale a pena o esforço.
Claro que sei que vale, mais que não seja em nome dos meus filhos, mas há momentos em que nos apetece aparvalhar, como tantos outros que comodamente se sentam no sofá.
Como disse nem para escrever estou com muita disposição, (já se começa a tornar um hábito), pelo que deixo o boneco que fiz para ilustrar a aprovação do orçamento.
Trabalhar e pagar cada vez mais impostos, que em vez de serem utilizados onde deviam, na saúde, na educação, na segurança social, no pagamento das reformas é esbanjado a pagar uma renda aos especuladores em nome de uma dívida criada para nos escravizar.
Eu não quero trabalhar para encher a mula dessa canalha nem dos sabujos que por cá lhes prestam vassalagem.
Estou a ficar farto, mas mesmo farto e cada vez com mais ganas de fazer um disparate. Só ainda não sei qual.

OS NOSSOS MAIS FOLIÕES!|


TEMPO PARA O SR.SILVA PENSAR E REPENSAR...





Militares pedem ao presidente para não promulgar o OE 2013


Fernanda Fernandes/Filipe Martins/Cristina Gomes
.
Os militares estão a promover uma vigília junto do Palácio de Belém. Eles pedem ao presidente para não promulgar o Orçamento do Estado e exigiram uma fiscalização preventiva do documento.

"...NÃO TEM NINGUÉM DECENTE EM QUEM VOTAR"


Ora aqui está um corte na despesa do Estado ao nosso alcance.
Até porque muitos de nós,talvez a maioria, não tem ninguém decente em quem votar.



 

"AMBOS TÊM A LEI DO SEU LADO"



Temos um Presidente da República pensionista, que prescindiu do seu salário de PR para continuar a beneficiar de duas pensões cujo total era mais generoso. E temos uma Presidente da Assembleia da República que prefere igualmente receber uma pensão em vez do seu salário, por este ser inferior àquela. Ambos têm a lei do seu lado. Mas, ao preferir os dois mil euros suplementares da pensão (que não deviam receber) ao salário (que deviam receber) pelo exercício dos cargos que efectivamente ocupam, ambos contribuem para o descrédito da política e para o desprestígio das suas funções.
 
José Vítor Malheiros, Público
.
P.S. A grafia é da responsabilidade deste blogue 

ESPECULAÇÃO FINANCEIRA DA BANCA JÁ VEM DE LONGE

HISTÓRICO

Do livro Filipe II e o seu império, de Joseph Perez.
E os tugas, como sempre, pagando  boa parte da factura...pelo menos a partir de 1580, embora isso por razões óbvias não esteja explícito no texto.


PANELEIRECO DE MERDA


Um "gajo" que não sabe onde a moral mora... Um crápula de pulha!|



E AMANHÃ? De Carlos Guimarães Pinto


E amanhã?


É hoje. Hoje, tudo indica, será aprovado o orçamento com o maior aumento de carga fiscal de sempre. Perante a necessidade de consolidação orçamental e do bloqueio constitucional a cortes de despesa transversais, não houve o esforço e a coragem política para fazer cortes de despesas específicas. 
.
Este esbulho fiscal acontece apesar da retórica anti-impostos de alguns membros da coligação e de nunca ter havido um momento politicamente tão propenso ao corte de despesa pública como o presente. 
.
A maioria parlamentar, confrontado com a própria inércia e a falta de coragem para cortar o rendimento de quem vive à mesa do orçamento, resolveu mais uma vez cortar o rendimento das famílias. 
.
Em 2013 continuará a haver políticos com reformas chorudas, milhares de empresas a viver à sombra do estado e um conjunto de organismos públicos cuja única utilidade é garantir benefícios a quem neles trabalha, mas para algumas famílias este aumento de impostos será o empurrão final para que percam a casa, para que tenham que mudar a escola dos filhos, para que reduzam a qualidade da alimentação e para abandonarem o país. 
.
Tudo isto porque os grupos de pressão levaram, mais uma vez, a melhor sobre os contribuintes e as famílias.
.
Dezasseis anos de governação quase ininterrupta do Partido Socialista tiveram o benefício de fazer aparecer uma leve corrente liberal na internet, na imprensa mainstream e, finalmente, nos partidos à direita do PS. 
.
O liberalismo não é uma ideologia de governo, mas a verdade é que ter liberais nos partidos de poder poderia e deveria fazer alguma diferença. 
.
Alguns daqueles que fizeram parte ou foram influenciados por esta corrente acabaram por se colocar ao lado desta coligação governamental, emprestando-lhe o rótulo de liberal. 
.
Passo a passo, estes elementos foram validando este caminho para o abismo socialista sob a sigla do pragmatismo e da necessidade de consenso, que é outra forma de admitir incapacidade e falta de coragem. 
.
Este governo “liberal” não só não obrigou o estado gordo a uma dieta como ainda forçou o Etíope escanzelado que é hoje o sector privado a amputar mais uma perna para o alimentar.
 .
Daqui a um ano, talvez dois, o governo irá cair e virá o PS (com ou sem bloco de esquerda) substitui-lo. 
.
Nessa altura, o que dirão políticos e comentadores que um dia se assumiram liberais? 
.
Que moral terão para defender a diminuição do peso do estado depois de não o terem feito quando mais era necessário e existiam as melhores condições políticas para o fazerem? 
.
Com que cara irá alguém como Carlos Abreu Amorim queixar-se do quão difícil é ser liberal em Portugal, se quando teve a oportunidade de lutar, decidiu ceder às forças mais conservadoras e estatistas do país? 
.
Como é que um apoiante do CDS conseguirá dizer sem se rir que apoia o partido dos contribuintes depois de aprovarem este OE? 
.
Se estas contradições eram fáceis no passado com um povo de memória curta e uma imprensa centralizada e domesticada, dificilmente se-lo-à no tempo das redes sociais. 
.
Não faltará quem lembre o que fizeram neste dia e as consequências para o país e para a liberdade individual que certamente advirão desta escolha.
.
Hoje será aprovado o orçamento com o maior aumento de carga fiscal de sempre em Portugal, apoiado por muitos antigos defensores do liberalismo. 
.
A credibilidade da jovem corrente liberal levará hoje uma das suas maiores machadas de sempre. E amanhã? Amanhã, começa tudo outra vez.

Blog em WordPress.com. | Tema: Able por Automattic.

KAOS:O fim do triunfo dos porcos


Hoje há manifestações à porta do parlamento e em Belém. Nas que são convocadas pela CGTP não haverá certamente problemas porque os manifestantes estarão vigiados por duas polícias. 

A do Miguel Macedo e a da própria CGTP. Nas outras espero que também não, que tudo decorra normalmente pois estar a dar-lhes argumentos para criminalizarem os movimentos sociais não me parece boa ideia. 

Eles sabem que é dai que vem a principal contestação e onde cada vez mais se juntam forças a exigir a mudança, não só deste governo mas dom próprio sistema de alterne em que vivemos. 

Eles sabem que são os cidadãos, auto-organizados que os vão derrubar e construir uma democracia mais participativa e responsavel, onde o país fique a salvo de assaltantes no poder que tudo saqueiam e vendem aos seus donos. 

Eles sabem que a sua hora vai chegar e tudo querem fazer para nos destruir, mas não há governo, por mais polícias que tenha e por mais violência que tente gerar, que possa travar um povo quando ele resolva exigir a mudança. 

É que a história de que todos os porcos são iguais mas uns são mais iguais que os outros já pertence à história e na nova história que vai ser escrita os porcos não passarão de simples porcos.

"NÃO TEM CARCANHOL? TEMOS PENA!


Aprovados cortes nos subsídios de desemprego e doença

 
 
A CANALHA CONTINUA A MASSACRAR...ATÉ QUANDO?
 
26 de Novembro, 2012
.
Os deputados da maioria PSD/CDS-PP voltaram hoje a aprovar o corte de 5% nos subsídios por doença e de 6% no subsídio de desemprego, após o PS ter exigido nova discussão e votação.
.
Sónia Fertuzinhos do PS considerou que esta proposta não faz qualquer sentido na atual conjuntura e que o Governo está com esta opção a "fragilizar a situação de quem tem muita dificuldade em encontrar alternativas".
.
"Perante um cenário de subida galopante de desemprego, este Governo e esta maioria escolhem taxar o subsídio de desemprego e o subsídio por doença, não faz qualquer sentido, tanto não faz senhores e senhoras deputadas, que as pessoas que estão desempregadas hoje têm muita dificuldade em encontrar emprego", afirmou a deputada.
.
Quanto ao subsídio por doença, que sofre um corte de 5% após os primeiros 30 dias, que esta despesa "tem vindo a diminuir consistentemente", que "não é uma despesa que esteja descontrolada, ou que tenha vindo a aumentar nos últimos anos" e que também aqui "são as pessoas mais frágeis, mais vulneráveis que são afectadas em nome de uma ética na austeridade", disse a deputada.
.
Esta proposta já tinha sido alvo de um aceso debate entre a oposição, em especial o PS, e o secretário de Estado da Solidariedade e da Segurança Social, Marco António Costa, na sexta-feira, mas a votação acabou por ser a mesma. PSD e CDS-PP mantiveram a proposta do orçamento e votaram a favor, com toda a oposição a chumbar este corte.
.
Assim, estes subsídios serão sujeitos a uma "contribuição" como diz a lei de 5% no caso dos subsídios por doença, que não é aplicada nos primeiros 30 dias, e de 6% no caso do subsídio de desemprego.
Lusa/SOL