Translator

quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

O PAULINHO QUER, TAMBÉM, ESMOLINHAS...!!!

"E me parece que o Paulinho, paneleirinho,  quer ser primeiro-ministro deste pobre país".


Portas quer para Portugal condições do resgate grego


RTP
O ministro dos Negócios Estrangeiros manifestou hoje a sua concordância com a tomada de posição do presidente da República sobre a aplicação a Portugal das condições recentemente oferecidas à Grécia. Paulo Portas aproxima-se assim daquela que foi até agora a afirmação de Cavaco Silva mais demarcada relativamente ao Governo.

OS CÉLEBRES DESTE PAÍS...!!!

Investigação

"Monte Branco" faz buscas em casa de Medina Carreira

por André Rito e RSFHoje
Medina Carreira
Medina Carreira Fotografia © José Mota / Global Imagens
.
O ex-ministro das Finanças e comentador televisivo Medina Carreira viu ontem, quinta-feira, a sua casa sujeita a buscas policiais no âmbito da investigação ao caso "Monte Branco", confirmou o próprio ao DN.

.
"Apareceram as autoridades hoje [ontem] em minha casa com um mandado de busca. Viram tudo o que quiseram ver mas não encontraram nada. Nem podiam encontrar", afirmou o economista ao DN. "Não faço ideia em que circunstâncias surgiu o meu nome. Tenho ligado pouco ao caso, não conheço sequer nenhum nome envolvido. Não tenho nada a ver com o negócio".
.
Medina Carreira afirmou ainda que não constituiu advogado: "Não fiz nada ainda. Os processos têm um começo e um fim. Estou absolutamente tranquilo, não fiz nada".
.
O jornal Sol de hoje faz manchete com o caso, titulando "Apanhado na rede", e avança que a investigação àquele que é "o mais importante esquema de fuga ao fisco e branqueamento de capitais" do país "apanhou" Medina Carreira.

Embaixadores vão começar a estagiar em empresas



Em janeiro, o concurso para diplomatas já irá obrigar a estágios em empresas, também turísticas, avançou o ministro no congresso da APAVT
.
O ministro dos Negócios Estrangeiros, Paulo Portas, frisou que "a diplomacia económica vai estar cada vez mais ao serviço do turismo" na abertura do congresso da Associação Portuguesas das Agências de Viagens e Turismo (APAVT), que decorre em Coimbra até 8 de dezembro.

.
"Quero que os diplomatas percebam a linguagem comercial", declarou Paulo Portas, anunciando que no próximo concurso para embaixadores e diplomatas, a lançar em janeiro, "os que passarem à última fase, de promover Portugal no exterior, vão ter de estagiar primeiro em empresas, e seguramente do turismo".

.
"É a primeira vez que isto sucede em concursos de diplomacia, e tenho a certeza que vai fazer escola", sustentou o ministro.

.
Paulo Portas garantiu que irá apurar junto de todas as embaixadas e consulados portugueses no exterior "quantos vistos turisticos passam e quantos dias demoram, para perceber porque é que uns funcionam bem e outros mal. Se nums postos dão vistos em 24 horas, não há razão para outros demorarem uma semana".

.
Na sua intervenção no congresso da APAVT, o ministro sustentou que o sector público deve funcionar em articulação com o privado, até porque "não foi o sector privado que arranjou um problema de dívida ao país".
  

À MARGEM: Esta do Paulinho Portas nem ao diabo seria capaz de lembrar... Embaixadores a estagiar em empresas e onde se incluem as viradas ao turismo. Já por algumas vezes escrevi que o Paulinho Portas não percebe nada de diplomacia e a pessoa errada no Palácio das Necessidades. 
.
Ainda bem que o "gajo" Paulinho Portas, comerá as filhós de Natal 2012, mas não as comerá no Natal de 2013. 
.
Portugal não pode estar a ser governado por "canalha" igual ao Paulinho Portas, Passos Coelho, Vitor Gaspar, Miguel Relvas e outros marmelos que segue por lá a pastar.  
.
O Paulinho Portas está a desprestigiar e a humilhar a Diplomacia Portuguesa. 
.
No Palácio das Necessidades há por lá gente de cabeça oca igual à do Paulinho Portas, mas, aparte dos que não valem nada, existem diplomatas que bem estão à altura de representar Portugal no Estrangeiro que silenciosamente se encontram confrangidos pelas palavras, públicas,  de um ministro dos Negócios Estrangeiros, palhaço, que não vale a ponta de um "chavelho". - José Martins



KAOS:A União da Esquerda




jeronimo sousa joao semedo catarina martins vem ai os bloquistas

"AS CURVAS DESTE GOVERNO SÃO RETAS PARA NEGÓCIOS"





A renegociação da dívida grega? Simples, será estendida a Portugal. O princípio da igualdade de tratamento ficou decidido em junho pelo Conselho Europeu. Sim? Sim, sim, diz Gaspar devagarinho. Não, não, diz Gaspar com muita pressa. Quer dizer, a seu tempo, emenda Gaspar. Não será nada disso, impõe-se Schäuble. E o número dois do Governo como reage? O número dois? Quem é o número dois do Governo? É Gaspar? É Relvas? Certo. Errado. O número dois é Gaspar, mas também é António Borges, o ministro não ministro, conselheiro, comparsa. Tudo claro: não há ziguezagues. As curvas deste Governo são retas para os negócios. Será o que será. O que não tem conserto nunca terá.
André Macedo, Diário de Notícias

AR: "GASTOS À BARDALHEIRA"



ISTO É PORNOGRAFIA AO MAIS ALTO NIVEL - O.E. PARA A ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA

USEM O VOSSO DIREITO DE CIDADANIA E DIVULGUEM ESTE ESCÂNDALO. (COMO PROVA DO TEXTO JUNTO O RESPECTIVO DR)


140.219.365,00
É quanto nos vai custar em 2013 a casinha da rua de São Bento onde se hospedam os Filhos da Pátria. 

Para tal e para se manter estas situações e outras é que se aumentam brutalmente os impostos se corta nas pensões e vencimentos, saúde e educação e justiça!!

Subsídios de férias e de natal destes parasitas!!!!(vejam o ponto 01.01,14 a amarelo) mais de 1 milhão. Agora venham dizer que os sacrifícios são iguais e para todos!!!!!

Devem outra vez justificar que são de 2011, como recentemente fizeram com os assessores de vários gabinetes!

Estranho como o BE, PCP, PS, UGT e CGPT não falem nisto.

TRABALHO é para os que pagam a crise....
 
SEM CORTES NA DESPESA!

Orçamento da Assembleia da República - Ano 2013

Pág.6626   Diário da República, 1.ª série  N.º 222  16 de novembro de 2012
U.M. Euro
   .
01. DESPESAS COM PESSOAL 42.174.204,00
01.01 Remunerações certas e permanentes 31.531.365,00
01.01.01 Titulares de órgãos de soberania: Deputados 9.803.094,00
01.01.01a Vencimentos ordinários de Deputados  9.048.644,00
01.01.01b Vencimentos Extraordinários de Deputados  754.450,00
01.01.03 Pessoal dos SAR e GAB- Vencimentos e Suplementos  11.116.950,00
01.01.05 Pessoal além dos Quadros - GP´s 6.127.139,00
01.01.05a Pessoal além dos Quadros - GP´s: Vencimentos  5.563.180,00
01.01.05b Pessoal além dos Quadros - GP´s: Sub.Férias e Natal  518.959,00
01.01.05c Pessoal além dos Quadros - GP´s:
Doença e Maternidade/Paternidade  21.500,00
01.01.05d Pessoal além dos Quadros - GP´s: Pessoal aguardando aposentação 23.500,00
01.01.06 Pessoal contratado a termo  186.000,00
01.01.07 Pessoal em regime de tarefa ou avença  243.200,00
01.01.08 Pessoal aguardando aposentação (SAR)  76.300,00
01.01.09 Pessoal em qualquer outra situação  978.540,00
01.01.11 Representação (certa e permanente)  1.216.479,00
01.01.12 Subsídios, Suplementos e Prémios (certos e permanentes)  33.000,00
01.01.13 Subsídio de refeição 683.393,00
01.01.13a Subsídio de refeição (Pessoal dos SAR)  453.393,00
01.01.13b Subsídio de refeição (Pessoal dos GP´s) 3; 9 230.000,00
01.01.14 Subsídios de férias e de Natal (SAR)  1.017.270,00
01.01.15 Remunerações por doença e maternidade/paternidade (SAR) 50.000,00
01.02 Abonos Variáveis e Eventuais 4.195.074,00
01.02.02 Trabalhos em dias de descanso, feriados e horas extraordin. 470.000,00
01.02.02a Trabalhos em dias de descanso e feriados (SAR)  130.000,00
01.02.02b Horas extraordinárias (GP´s) 3;  340.000,00
01.02.03 Alimentação, alojamento e Transporte 155.000,00
01.02.03a Alimentação  87.000,00
01.02.03b Alojamento  33.000,00
01.02.03c Transportes  35.000,00
01.02.04 Ajudas de custo 3.060.412,00
01.02.04a Ajudas de custo: Funcionários SAR e GAB  143.234,00
01.02.04b Ajudas de custo: Outras  10.650,00
01.02.04c Ajudas de custo: Deputados  2.906.528,00
01.02.05 Abono para falhas  5.000,00
01.02.08 Subsídios e abonos de fixação, residência e alojamento  23.500,00
01.02.12 Subsídios de Reintegração e Indemnizações por cessação 418.342,00
01.02.12a Subsídio de reintegração (Deputados)  395.342,00
01.02.12b Indemnizações por cessação de funções 3.000,00
01.02.13 Outros suplementos e prémios  38.500,00
01.02.14 Outros abonos em numerário ou espécie 24.320,00
01.03 Segurança Social 6.447.765,00
01.03.01 Encargos com Saúde 486.650,00
01.03.01a Encargos com a saúde (SAR)  326.150,00
01.03.01b Encargos com a saúde (GP´s)  40.500,00
01.03.01c Encargos com a saúde (Deputados) 120.000,00
 .
DESPESAS CORRENTES
01.03.02 Outros Encargos com Saúde 1.000,00
01.03.02a Outros encargos com a saúde (SAR)  1.000,00
01.03.03 Subsídio Familiar a crianças e jovens 35.575,00
01.03.03a Subsídio familiar a crianças e a joven s (SAR)  28.830,00
01.03.03b Subsídio familiar a crianças e a jovens (GP´s)  5.225,00
01.03.03c Subsídio familiar a crianças e a jovens (Deputados)  1.520,00
 .
02.02.01a Encargos das instalações: Água  80.000,00
02.02.01b Encargos das instalações: Electricidade  638.000,00
02.02.01c Encargos das instalações: Gás (fornecimento)  65.000,00
02.02.02 Limpeza e higiene  780.000,00
02.02.03 Conservação de bens  658.010,00
02.02.04 Locação de edifícios  72.015,00
01.03.04 Outras prestações familiares e complementares 307.325,00
01.03.04a Outras prestações familiares e complementares (SAR)  211.100,00
01.03.04b Outras prestações familiares e complementares (GP´s)  81.500,00
01.03.04c Outras prestações familiares e complementares (Deputados) 14.725,00
01.03.05 Contribuições para a Segurança Social 2.790.890,00
01.03.05a Contribuições para a segurança social (SAR) 379.120,00
01.03.05b Contribuições para a segurança social (GP´s)  1.116.000,00
01.03.05c Contribuições para a segurança social (Deputados)  1.295.770,00
01.03.06 Acidentes em serviço e doenças profissionais 219.530,00
01.03.06a Acidentes em serviço e doenças profissionais (SAR)  219.000,00
01.03.06b Acidentes em serviço e doenças profissionais (GP´s)  530,00
01.03.09 Seguros 58.450,00
01.03.09a Seguros (SAR)  500,00
01.03.09c Seguros (Deputados)  57.950,00
01.03.10 Outras despesas de segurança social - CGA 2.548.345,00
01.03.10a Outras despesas de segurança social - CGA (SAR)  1.719.745,00
01.03.10b Outras despesas de segurança social - CGA (GP´s)  200.000,00
01.03.10c Outras despesas de segurança social - CGA (Deputados)  628.600,00
.
02. Aquisição de Bens e Serviços 16.324.860,00
 02.01 Aquisição de Bens 1.501.292,00
02.01.02 Combustíveis e lubrificantes  115.290,00
02.01.04 Limpeza e higiene  65.000,00
02.01.07 Vestuário e artigos pessoais  80.000,00
02.01.08 Material de Escritório 249.570,00
02.01.08a Material de escritório  63.030,00
02.01.08b Consumo de papel  51.540,00
02.01.08c Consumíveis de informática  135.000,00
02.01.09 Produtos químicos e farmacêuticos  9.000,00
02.01.11 Material de consumo clínico 4.000,00
02.01.13 Material de consumo hoteleiro  15.000,00
 02.01.14 Outro material - peças  3.000,00
02.01.15 Prémios, condecorações e ofertas  81.710,00
02.01.16 Mercadorias para venda  293.250,00
02.01.17 Ferramentas e utensílios 2.000,00
02.01.18 Livros e documentação e outras fontes de informação 262.454,00
02.01.18a Livros e documentação  60.950,00
02.01.18b Outras fontes de informação  201.504,00
02.01.19 Artigos honoríficos e de decoração  36.618,00
 02.01.21 Outros Bens e Consumíveis 284.400,00
02.01.21a Consumíveis de gravação audiovisual  36.000,00
02.01.21b Outros bens  248.400,00
.
02.02 Aquisição de Serviços 14.823.568,00
 02.02.01 Encargos das instalações 783.000,00
02.02.05 Locação de material de informática 1.000,00
02.02.06 Locação de material de transporte 228.000,00
 02.02.08 Locação de outros bens  719.300,00
02.02.09 Comunicações 804.800,00
02.02.09a Comunicações - Acessos Internet  96.200,00
 02.02.09b Comunicações fixas - Dados  30.000,00
 02.02.09c Comunicações fixas -Voz  415.500,00
 02.02.09d Comunicações Móveis  205.100,00
 02.02.09e Comunicações - Outros serviços
 (Consult./outsouc./etc)  12.000,00
 02.02.09f Comunicações - Outros (CTT/Correspondência)  46.000,00
 02.02.10 Transportes 3.588.892,00
02.02.10a Transportes: Deputados  3.317.379,00
 02.02.10b Transportes: Outras situações  271.513,00
 02.02.11 Representação dos serviços  178.160,00
 02.02.12 Seguros  42.670,00
 02.02.13 Deslocações e Estadas 1.401.996,00
 02.02.13a Deslocações - viagens  850.364,00
 02.02.13b Deslocações - Estadas  551.632,00
 02.02.14 Estudos, pareceres, projectos e consultadoria 406.400,00
 02.02.15 Formação  157.450,00
 02.02.16 Seminários, Exposições e similares  92.398,00
02.02.17 Publicidade  69.267,00
 02.02.18 Vigilância e segurança  180.000,00
 02.02.19 Assistência técnica  2.287.198,00
 02.02.20 Outros Trabalhos Especializados 2.329.786,00
02.02.20a Outros trabalhos especializados Diários da Assembleia da República  35.055,00
 -
02.02.20b Serviços de restaurante, refeitório e cafetaria  849.149,00
  02.02.20c Outros trabalhos especializados  1.445.582,00
 02.02.21 Utilização de infra-estruturas de transportes 10.000,00
 02.02.22 Serviços Médicos  28.200,00
 02.02.25 Outros serviços  5.026,00
03. Juros e Outros Encargos 9.000,00
03.06 Outros Encargos Financeiros 9.000,00
03.06.01 Outros Encargos Financeiros  9.000,00
04. Transferências Correntes 46.450,00
04.01 Entidades não Financeiras 39.450,00
04.01.02 Entidades Privadas 39.450,00
04.01.02a Grupo Desportivo Parlamentar  14.450,00
 04.01.02b Associação dos Ex-Deputados  25.000,00
04.09 Transferências Correntes - Resto do Mundo 7.000,00
04.09.03 Países terceiros - Cooperação Interparlamentar  7.000,00
05. Subvenções 880.081,00
05.07 Subvenções a Instituições sem fins lucrativos 880.081,00
05.07.01 Subvenções aos Grupos Parlamentares 880.081,00
05.07.01a Subvenção para encargos de assessoria aos deputados  679.136,00
05.07.01b Subvenção para os encargos com comunicações  200.945,00
06. Outras Despesas Correntes 3.307.248,00
06.01 Dotação provisional 3.000.000,00
06.01.01 Dotação provisional  3.000.000,00
06.02 Diversas 307.248,00
06.02.01 Impostos e taxas  100.000,00
06.02.03 Outras 207.248,00
06.02.03a Quotizações  193.848,00
06.02.03b Outras Despesas correntes não especificadas 13.400,00
 DESPESAS DE CAPITAL 3.874.390,00
07. Aquisição de Bens de Capital 3.354.390,00
07.01 Investimentos 2.194.390,00
07.01.03 Edifícios  440.000,00
07.01.06 Material de transporte  49.000,00
07.01.07 Equipamento de Informática 357.250,00
07.01.07a Material de informática: HW de comunicação 192.250,00
07.01.07b Material de informática: Outro HW  165.000,00
 07.01.08 Software de Informática 449.450,00
07.01.08b Software informático: Outro SW  449.450,00
 07.01.09 Equipamento Administrativo 140.000,00
07.01.09a Equipamento administrativo de comunicação  5.000,00
07.01.09b Outro equipamento administrativo  135.000,00
07.01.12 Artigos e objectos de valor  5.000,00
07.01.15 Outros Investimentos 753.690,00
07.01.15a Equipamento Audiovisual  753.690,00
07.03 Bens de Domínio Público 1.160.000,00
07.03.02 Edifícios 1.160.000,00
08. Transferências de Capital 20.000,00
08.09 Resto do Mundo 20.000,00
08.09.03 Países terceiros e Og. Int. - Cooperação Interparlamentar  20.000,00
11. Outras Despesas de Capital 500.000,00
11.01 Dotação provisional 500.000,00
11.01.01 Dotação provisional 85 500.000,00
 TOTAL DA DESPESA PARA FUNCIONAMENTO 66.616.233,00

Vejam agora alguns dos valores a título de Subvenções Estatais :
  05.07.01 Subvenções Políticas 63.315.219,00
05.07.01c Subvenções aos Partidos e Forças Políticas representados  14.510.941,00
05.07.01d Subvenções aos Partidos e Forças Políticas NÃO representados  342.518,00
05.07.01e Subvenção estatal p/campanhas eleitorais - FORÇAS POLÍTICAS  48.461.760,00

Em contraponto, para um órgão que DEFENDE os interesses do cidadão comum - Provedoria de Justiça – vejam as correspondentes subvenções:
 04.03.05.52.02 PROV. JUST. - Transferências OE-correntes 4.831.731,00
 08.03.06.52.02 PROV. JUST. - Transferências OE-capital  63.100,00
Total para a Provedoria  4.894.831,00
 Como tudo isto é CARICATO !!!!
 Aqui tendes, finalmente, QUANTO VOS VAI CUSTAR, no ano 2013, ESTA CASINHA
 TOTAL DA DESPESA ORÇAMENTAL 140.219.365,00

CORRUPÇÃO NO MUNDO


Clique  nas imagens

Revolução



                       

   A Nova Ordem Mundial é AMARELA! Leiam.
   

                         JÁ CHEIRA A REVOLUÇÃO
Há cerca de 3 ou 4 meses começaram a dar-se alterações profundas, e de nível global, em 10 dos principais factores que sustentam a sociedade actual. Num processo rápido e radical, que resultará em algo novo, diferente e porventura traumático, com resultados visíveis dentro de 6 a 12 meses... E que irá mudar as nossas sociedades e a nossa forma de vida nos próximos 15 ou 25 anos!
Tal como ocorreu noutros períodos da história recente, no status político-industrial saído da Europa do pós-guerra, nas alterações induzidas pelo Vietname/ Woodstock/ Maio de 68 (além e aquém Atlântico), ou na crise do petróleo de 73.
Façamos um rápido balanço da mudança, e do que está a acontecer aos "10 factores":
1º- A Crise Financeira Mundial : desde há 8 meses que o Sistema Financeiro Mundial está à beira do colapso (leia-se "bancarrota") e sóse tem aguentado porque os 4 grandes Bancos Centrais mundiais - a FED, o BCE, o Banco do Japão e o Tesouro Britânico - têm injectado (eufemismo que quer dizer: "emprestado virtualmente à taxa zero") montantes astronómicos e inimagináveis no Sistema Bancário Mundial, sem o qual este já teria ruído como um castelo de cartas. Ainda ninguém sabe o que virá, ou como irá acabar esta história !...
- A Crise do Petróleo: Há 6 meses que o petróleo entrou na espiral de preços. Não há a mínima ideia/teoria de como irá terminar. Duas coisas são porém claras: primeiro, o petróleo jamais voltará aos níveis de 2007 (ou seja, a alta de preço é adquirida e definitiva, devido à visão estratégica da China e da Índia que o compram e amealham!) e começarão rapidamente a fazer sentir-se os efeitos dos custos de energia, de transportes, de serviços. Por exemplo, quem utiliza frequentemente o avião, assistiu há semanas, a uma subida no preço dos bilhetes de... 50% (leu bem: cinquenta por cento). É escusado referir as enormes implicações sociais deste factor: basta lembrar que por exemplo toda a indústria de férias e turismo de massas para as classes médias (que, por exemplo, em Portugal ou Espanha representa 15% do PIB) irá virtualmente desaparecer em 12 meses!
Acabaram as viagens de avião baratas (...e as férias massivas!), a inflação controlada, etc...
3º- A Contracção da Mobilidade : fortemente afectados pelos preços do petróleo, os transportes de mercadorias irão sofrer contracção profunda e as trocas físicas comerciais que implicam transporte irão sofrer fortíssima retracção, com as óbvias consequências nas indústrias a montante e na interpenetração económica mundial.
4º- A Imigração: a Europa absorveu nos últimos 4 anos cerca de 40 milhões de imigrantes, que buscam melhores condições de vida e formação, num movimento incessante e anacrónico (os imigrantes são precisos para fazer os trabalhos não rentáveis, mas mudam radicalmente a composição social de países-chave como a Alemanha, a Espanha, a Inglaterra ou a Itália). Este movimento irá previsivelmente manter-se nos próximos 5 ou 6 anos! A Europa terá em breve mais de 85 milhões de imigrantes que lutarão pelo poder e por melhor estatuto socioeconómico (até agora, vivemos nós em ascensão e com direitos à custa das matérias-primas e da pobreza deles)!
5º- A Destruição da Classe Média : quem tem oportunidade de circular um pouco pela Europa apercebe-se que o movimento de destruição das classes médias (que julgávamos estar apenas a acontecer em Portugal e à custa deste governo) está de facto a "varrer" o Velho Continente! Em Espanha, na Holanda, na Inglaterra ou mesmo em França os problemas das classes médias são comuns e, descontados alguns matizes e diferente gradação, as pessoas estão endividadas, a perder rendimentos, força social e capacidade deintervenção.
6º- A Europa morreu : embora ainda estejam a projectar o cerimonial do enterro, todos os Euro-Políticos perceberam que a Europa moribunda já não tem projecto, já não tem razão de ser, já não tem liderança e já não consegue definir quaisquer objectivos num "caldo" de 27 países com poucos ou nenhuns traços comuns!... Já nenhum Cidadão Europeu acredita na "Europa", nem dela espera coisa importante para a sua vida ou o seu futuro! O "Requiem" pela Europa e "seus valores" deu-se há dias na Irlanda!
7º- A China ao assalto! A construção naval ao nível mundial comunicou aos interessados a incapacidade em satisfazer entregas de barcos nos próximos 2 anos, porque TODOS os estaleiros navais do Mundo têm TODA a sua capacidade de construção ocupada por encomendas de navios.... da China. O gigante asiático vai agora "atacar" o coração da Indústria europeia e americana (até aqui foi just a joke...). Foram apresentados há dias no mais importante Salão Automóvel mundial os novos carros chineses. Desenhados por notáveis gabinetes europeus e americanos, Giuggiaro e Pininfarina incluídos, os novos carros chineses são soberbos, réplicas perfeitas de BMWs e de Mercedes e vão chegar à Europa entre os 8.000 e os 19.000 euros! E quando falamos de Indústria Automóvel ou Aeroespacial europeia... Estamos a falar de centenas de milhar de postos de trabalhos e do maior motor económico, financeiro e tecnológico da nossa sociedade. À beira desta ameaça, a crise do têxtil foi uma brincadeira de crianças! Os chineses estão estrategicamente em todos os cantos do mundo a escoar todo o tipo de produtos da China, que está a qualificá-los cada vez mais.
8º- A Crise do Edifício Social : As sociedades ocidentais terminaram com o paradigma da sociedade baseada na célula familiar! As pessoas já não se casam, as famílias tradicionais desfazem-se a um ritmo alucinante, as novas gerações não querem laços de projecto comum, os jovens não querem compromissos, dificultando a criação de um espírito de estratégias e actuação comum...
9º- O Ressurgir da Rússia/Índia : para os menos atentos: a Rússia e a Índia estão a evoluir tecnológica, social e economicamente a uma velocidade estonteante! Com fortes lideranças e ambições estratégicas, em 5 anos ultrapassarão a Alemanha!
10º- A Revolução Tecnológica : nos últimos meses o salto dado pela revolução tecnológica (incluindo a biotecnologia, a energia, as comunicações, a nano tecnologia e a integração tecnológica) suplantou tudo o previsto e processou-se a um ritmo 9 vezes superior à média dos últimos 5 anos!
Eis a Revolução!
Tal como numa conta de multiplicar, estes dez factores estão ligados por um sinal de "vezes" e, no fim, têm um sinal de "igual". Mas o resultado é ainda desconhecido e imprevisível. Uma coisa é certa: as nossas vidas vão mudar radicalmente nos próximos 12 meses e as mudanças marcar-nos-ão (permanecerão) nos próximos 10 ou 20 anos, forçando-nos a ter carreiras profissionais instáveis, com muito menos promoções e apoios financeiros, e estilos de vida mais modestos, recreativos e ecológicos.
LEMBRAM-SE DO CHAMADO "PERIGO AMARELO"? COM A GLOBALIZAÇÃO, ABRIRAM-LHE AS PORTAS; A RESPOSTA AÍ ESTÁ!!! O CASO É MUITO SÉRIO E DÁ QUE PENSAR!!!
Repassem pelos vossos contactos.

Miguel Relvas: um cromo colado a cuspo





Tiago Mesquita (www.expresso.pt)
.
O ministro Relvas é um autocolante, um cromo, com a cola ressequida. Colado a cuspo, teima em manter-se agarrado à caderneta governamental, ocupando há demasiado tempo um espaço que nunca deveria ter sido seu. Sinto vergonha alheia. Dói vê-lo a sorrir enquanto responde às perguntas dos jornalistas, sempre com o ar angelical de madre Teresa. É penoso.
.
Relvas continua a fazer parte deste executivo porque a inação de Passos Coelho o permite. A única explicação para isto é o facto de uma tomada de decisão levar à queda não de Relvas, mas de todo o governo. Passos está, sabe-se lá por que motivo, refém de Relvas. Companheiros de longa data, terão as suas razões.
.
As confusões são muitas. Um radialista afastado da Antena 1 (Pedro Rosa Mendes), as ligações tenebrosas ao ex-espião Jorge Silva Carvalho que levaram às famosas comissões parlamentares que o ministro meteu os pés pelas mãos e deu barraca, a mirabolante historieta da turbo-licenciatura ("Miguel Relvas, além de ter precisado de fazer apenas quatro das 36 cadeiras da licenciatura da Universidade Lusófona, teve também equivalência a cadeiras que não existiam" - Público), as alegadas pressões, nunca esclarecidas, à jornalista do Público que acabou afastada do cargo, as trapalhadas em volta da privatização da RTP, a suposta agressão de um jornalista a um dos seus seguranças nos Açores.
.
Mas continua: as suspeitas levantadas em relação à empresa na qual o atual primeiro-ministro era administrador quando Miguel Relvas era secretário de Estado da Administração Local ("Relvas e Passos agiram em simultâneo para angariar contratos para a Tecnoforma" - Publico) e na ordem do dia o "saneamento político" de Nuno Santos. 
.
Saneamento que para o ex-director de informação da RTP existiu e teve a mão ministerial, como confirmou ontem em comissão parlamentar ("Miguel e o lobo"). Referiu as várias investigações e matérias que incomodavam o governo e foi claro :  "a partir de um certa altura percebeu-se que eu era pessoa ingrata para o Governo (...) durante os últimos meses houve um desconforto crescente de alguns setores do Governo com a forma como a RTP tratava certas matérias." São casos graves a mais.
.
Em relação a todos, sem excepção, o ministro diz ser alheio, inocente ou ignorante. Um rol de acontecimentos que individualmente seriam motivo para o seu afastamento (ou a existir um mínimo de decoro e vergonha, levar ao pedido de demissão pelo próprio) passam incólumes. 
.
Mas, em boa verdade, seria preciso renascer este governo e reconhecer-lhe alguma dignidade, coisa que se perdeu há muito, para que daqui saíssem consequências. Relvas é a imagem do governo. Este governo tresanda a Miguel Relvas. Vão cair juntos.