Translator

sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

As capas dos jornais e as principais notícias de Sábado, 29 de Dezembro de 2012.



Capa do Correio da Manhã Correio da Manhã

Estarreja: Ladrão agride mulher
Marinha: Pescador resgatado
Setúbal: Despiste de moto fere quatro
Salários: 43 mil em atraso
Hugo Chávez: Diz estar cheio de fé
Mario Monti: Lidera lista centrista
Pedro Passos Coelho: Assume Facebook

Capa do Público Público

Obama "moderadamente optimista" sobre acordo que evite "precipício orçamental"
Passagem de ano com chuva
Jovem indiana vítima de violação colectiva morreu no hospital
Tiago diz que o Atlético de Madrid está a ter uma época de sonho
Bancos privados do cordão umbilical criticam parecer do Instituto do Sangue
Sorteio do Euromilhões (104/2012)
Delors sugere que Reino Unido saia da UE

Capa do Diário de Notícias Diário de Notícias

Uma crise, vários caminhos
Renegociação da dívida vs. reforço do diálogo social
Maioria dos comboios será suprimida no dia de Ano Novo
Combinação vencedora do euromilhões
Homem morre ao saltar de 2.º andar para fugir à polícia
73% das portagens para ligeiros mantêm preço em 2013
Época de saldos começa em clima de pessimismo

Capa do Jornal de Notícias Jornal de Notícias

Saldos confundem-se com promoções ilegais
Estrelas do ténis desfilam na Tailândia
Débora Monteiro fala das cenas ousadas
Jovem indiana vítima de violação em grupo morreu no hospital
Treinador do PSG descarta contratação de Ronaldo
Maioria dos comboios será suprimida no dia de Ano Novo
"Pedro" do Facebook e o primeiro-ministro são a mesma pessoa

Capa do i i

Passagem de ano chuvosa e com neve acima dos 1400/1600 metros
Grupo Newshold não se exclui nem aceita ser excluído da “corrida” à RTP
CP alerta que maioria dos comboios será suprimida no dia de Ano Novo
Johnny Depp dá nome da namorada a uma praia da sua ilha privada
Presidente do Haiti canta dueto com Julio Iglesias em concerto de solidariedade
Passos Coelho diz que o “Pedro” do Facebook e o primeiro-ministro são a mesma pessoa
Passos Coelho diz que Associação de Municípios foi “parceira” na reforma da Lei das Finanças Locais

Capa do Diário Económico Diário Económico

Wall Street perde 1% e cai pelo quinto dia consecutivo
Passos diz que "é possível chegar à meta de 5%" de défice em 2012
Monti vai chefiar coligação partidária às eleições legislativas
Finanças admitem lapso na publicação de portaria antes do Orçamento
Gaspar publica portaria com base em lei que não existe
Bolsas no vermelho com falta de acordo nos EUA
China reforça controlo da Internet com nova lei

Capa do Jornal Negócios Jornal Negócios

Wall Street fecha em queda sem Orçamento federal aprovado
Mario Monti vai chefiar coligação partidária às eleições legislativas italianas
Facebook lucra 800 milhões de libras, mas declara perdas de 15 milhões
Estado já vendeu apartamento em edifício em que viveu John Lennon
O ministro grego das Finanças que fugiu? ao Fisco
Combustíveis em Portugal sobem menos mas continuam mais caros antes de impostos
Passos Coelho diz que o retorno na privatização da ANA é "o melhor" efectuado até hoje

Capa do A Bola A Bola

Tottenham de Villas Boas tem os dois maiores recuperadores de bola da Premier League
Aveirenses impedidos de inscrever jogadores
SAD faz modificações a pensar na Europa
Iturbe diz que não volta
Aimar e Luisão preparados para o clássico
GNR de Penafiel deteve árbitro
«Flashnews» com Inês Andrade

Capa do Record Record

Responsabilidade
Atenção aos jogos da Taça da Liga
Mourinho eleito melhor treinador do Mundo
SAD aprova alteração do contrato da sociedade
Gonçalo Seabra já tem medalha
Sorteio do Euromilhões
Volta ao Algarve com menos uma etapa

Capa do O Jogo O Jogo

José Rocha e Nazret Weldu vencem na Madeira
"Avisei o treinador e o presidente que precisava de jogar"
FC Porto na final com estonianos
Convocados do Benfica B
Árbitro detido por alegada tentativa de extorsão
Reyes pode reforçar Fenerbahçe
Paulo Assunção perto do Corunha

"HONESTIDADE E A VIGARICE"




A moral da história é esta: em Portugal, a diferença entre a honestidade e a vigarice desapareceu. Os regimes caem assim.
Vasco Pulido Valente, Público

CAUTELAS E TRIPAS À MODA DO PORTO SÓ FAZEM BEM!

Ponte de D.Luis primeiro que liga, por terra, Lisboa ao Porto e Norte de Portugal


RTP

Uma portaria assinada em 26 de dezembro pelo ministro das Finanças, Vítor Gaspar, e hoje publicada em Diário da República, invoca a Lei do Orçamento de Estado para 2013, que ainda não foi promulgada. Fonte oficial da Presidência da República contactada pela RTP manifestou "estranheza".

Paulo Ranguel apelou a manifestação do Norte contra "centralismo crescente"

 .
À MARGEM:  Depois que não se queixe o Passos Coelho, o Vitor Gaspar e outros "marmelos" do Governo que sejam vaiados no Porto,  levem com uns baldes do lixo (de merda também) quando visitem a Cidade Invicta. 
.
Com a gente tripeira não se brinca, pois tem a sua identidade própria de estar no Porto. 
.
Ditos muitos antigos: "Porto para trabalhar e mandar-se a umas canecas de "berdinhos", Lisboa para copinhos de leite com um bolinho e passear e Braga para rezar!"
.
O Rei D. Luis I deu importância ao Porto construindo a monumental ponte, metálica, com seu nome em 1881 e em 1887 D. Maria II segue-lhe os passos com a ponte metálica/ferroviária com o seu nome em 1887. Lisboa ergue-se pelo esforço do Porto.  Se não conhecem a história de Porto devem aprendê-la. 
BIBA O PORTO! - José Martins
.

JORNAL "O CRÁPULA" ENCERRADO


Para dar férias ao pessoal na quadra do fim do ano

O Crápula também é seu jornal e colabore com ele.   Escarrapache todos os escândalos que tiver conhecimento (josegomes.martins@gmail.com)
Não necessita de designar seu nome.

Nós assumimos a responsabilidade  sem medo ou receio dos crápulas. Respeita-se o anominato.
Mande tudo que por aí tiver.

O Crápula procura uma sociedade melhor e contribuir para a destruição dessa peste, humana, maligna, de pulhas, corruptos (iguais ao Miguel Relvas) e mais parasitas  que infestam pelo nosso país!
 

KAOS: "....TRETAS DITAS PELO GATUNO DO PASSOS COELHO...."



O General Coelho

by Kaos
passos coelho general da treta
Sei que já passaram alguns dias e tantas têm sido as tretas ditas pelo gatuno do Passos Coelho  que fui adiando o que queria dizer sobre a sua afirmação de que «precisamos de encontrar em cada cidadão um soldado que esteja disposto a lutar pelo futuro do país».
Parece-me desapropriada porque o roubo e a burla não se combatem com soldados mas simplesmente com justiça.
É claro que estamos prontos a lutar pelo nosso futuro mas se o fizermos o inimigo é ele e a cambada que o acompanha na imensa burla em que está transformada a politica neste país.
O inimigo são as grandes corporações, os mercados, os que vivem à custa de dívidas odiosas e fabricadas para escravizar e roubar os países bem como os bandalhos que os servem sem respeitarem o seu próprio povo.
Era bom por isso que o Passos Coelho tivesse cuidado com o que diz e deseja pois os portugueses podem compreender  quais são os seus verdadeiros inimigos e resolvam ser soldados para correr com os traidores e os seus donos.

ANA É PATRIMÓNIO NACIONAL!


Foi fundada pelos portugueses - Chulos, cabrões e ladrões tomaram conta da ANA. Agora vendem-na a estrangeiros...!!! Portugal está vendido a saldo! Serão os estrangeiros melhores administradores que os portugueses? Claro que não são...Mas a instituição, governamental, foi assaltada por gente, mercenária e apátrida. Ai, ai Portugal por que caminho te levaram!
.
 BREVE HISTÓRIA DA ANA - Aeroportos de Portugal
.
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre
Ir para: navegação, pesquisa
ANA Aeroportos de Portugal, S.A. ANA, SA logo.jpg
Digite Privada
Fundada em 1998
Sede Aeroporto da Portela
Lisboa
Www.ana.pt site
.
Aeroportos de Portugal (
ANA) é a Autoridade do Aeroporto de Portugal. A autoridade administra vários aeroportos, incluindo o maior aeroporto de Portugal, Lisboa-Portela. [1] A autoridade tem a sua sede no Edifício 120 em razão de o aeroporto. [2]
Conteúdo
.
    
1 História
    
2 Grupo
ANA
    3 aeroportos
ANA
    4 Referências
    
5 Ligações externas
.
História
Partidas zona de Lisboa-Aeroporto da Portela
Aeroporto do Porto
.
No final da década de 1980, uma grande expansão tanto na economia eo tráfego aéreo foi testemunhada a nível global e nacional. Para Ana, era um período de investimento em infra-estruturas básicas, com a renovação dos sistemas de controlo do tráfego aéreo e de Lisboa, Porto e Faro. Atividades aeroportuárias também cresceu: free shops, rent-a-car escritórios, estacionamento.
.
Durante este período, o escritório da empresa foi construída de cabeça, além de edifícios para o nosso [quem?] Parceiros: despachantes, concessionárias e companhias aéreas. Foi também um período em que juntou vários organismos internacionais, tais como o Eurocontrol, ICAA (International Civil Aeroportos Association) e AOCI (Aeroporto Operadores Conselho Internacional).
Aeroporto de Faro
.
A década de 1990 começou com a crise do Golfo, que teve um impacto sobre a aviação e da economia mundial. Outras fontes de instabilidade foram a guerra na Jugoslávia, reunificação alemã e da desaceleração da economia dos EUA. Estas circunstâncias significou o fim de um ciclo de auto-financiamento de investimentos para a
ANA, ea empresa foi forçada a procurar crédito para apoiar o seu desenvolvimento. Apesar destas dificuldades, infra-estruturas continua a ser reforçada, em especial a de Lisboa, Faro e Ponta Delgada e, em navegação aérea, o projeto Atlântico.
.
Em 1991, a liberalização do mercado europeu foi prorrogada, com o fim dos monopólios e controles tarifários. Estas medidas trouxeram grandes desafios. Para enfrentar estes, em 1992, a
ANA realizou uma análise minuciosa, as palavras-chave dos quais - Cliente e Eficácia - guiado o crescimento da empresa nos anos seguintes.
.
O resultado dessa análise foi uma nova direção para a empresa para a competitividade. Gestão descentralizada foi adotado, que transferiu capacidade de decisão para as diferentes áreas de negócio: Aeroportos, Centros de controle de tráfego aéreo da Área atividades comerciais e dos Estudos Aeronáuticos Infraestruturas e área de Projetos. A estrutura da organização tornou-se mais simples e eficaz. Uma política nova tarifa foi criada, capaz de atrair grandes clientes com uma maior relação custo / benefício. A rentabilidade comercial dos aeroportos foi ampliado com a atribuição de concessões diversas.
.
Durante este período
ANA demonstrou sua capacidade de prestar serviços a terceiros, em Portugal e além. Os aeroportos do Funchal e Macau foram os primeiros a confiar-nos a sua gestão. Investimento em infra-estruturas continuou, com melhorias nos diferentes aeroportos e na gestão do tráfego aéreo. Em um período de expansão da economia e do tráfego aéreo, com uma intensa concorrência entre destinos e aeroportos, a resposta de Ana era a continuação do crescimento, coberto com níveis recordes de desempenho no ano de Expo98, igualmente em termos de volume de negócios, lucros líquidos e investimentos.
.
No final de 1998, a
ANA Aeroportos, EP, dividido em duas novas empresas, deixando estes um legado de infra-estruturas, indicadores econômicos positivos e empresarial e uma cultura de competitividade. ANA - Aeroportos de Portugal, SA, com foco em gestão aeroportuária, e NAV, EP, com foco em navegação aérea, foram, assim, nascer.
Aeroporto de Lisboa com sinalização
ANA
Aeroporto da Madeira

ANA, SA surgiu dentro de um contexto de globalização acelerada, com o movimento cada vez mais intenso de pessoas e bens. Sua competitividade e do país era dependente de suas respostas a esta nova situação.

Uma dessas respostas foi uma nova visão estratégica, que definiu
ANA como um grupo de referência em serviços aeroportuários. O grupo inclui, entre outras empresas, Portway, operadora de manipulação desde 2000, e NAER, criada em 1998, para avançar com o novo aeroporto de Lisboa.

A decisão do governo de construir o novo aeroporto não foi apenas uma resposta à saturação relatado no aeroporto da Portela, mas foi também para dar ao país um hub de ligação do Atlântico para a Europa. A localização do novo aeroporto foi decidida em 1999, seguido por seu modelo em 2000: uma parceria público-privada para ser combinada com a privatização da
ANA em si.

Enquanto isso, a expansão continuou na Portela, visando a realização de seu potencial, e um novo plano de desenvolvimento foi criado para o Aeroporto Sá Carneiro, com o objetivo de permitir que ele sirva de todo o Nordeste da Península Ibérica. Aeroporto da Madeira, um exemplo de talento da engenharia, abriu o arquipélago até aeronaves de grande porte, e do Aeroporto de Faro foi renovado, com vista a torná-lo o melhor aeroporto turístico na Península Ibérica.
TAP Portugal, o maior cliente da
ANA

Este foco na expansão e competitividade sofreu um sério revés com os ataques 9/11. A crise na economia e na aviação levou a uma grande perda de renda, agravada pelos custos crescentes de segurança. Instabilidade internacional e as dificuldades económicas de Portugal posta em questão grandes projetos, como o novo aeroporto de Lisboa, que o Governo suspendeu em 2004.

Neste contexto, tornou-se ainda mais importante para adotar uma estrutura mais leve, com menos custos, em que os recursos e os procedimentos podem ser compartilhados por todo o grupo. Esta reestruturação, que teve lugar entre 2002 e 2004, foi mais um passo na criação das condições necessárias para a privatização.
-
De 2004, que não trouxe a esperada aquisição, foi o ano em que o tráfego da
ANA aeroporto começou a crescer novamente. O Campeonato Europeu de Futebol 2004 contribuiu para isso, mas também uma estratégia de sucesso comercial, com preços flexíveis e incentivos que atraiu novas companhias aéreas, especialmente baixos custos. [Carece de fontes?]
ANA - Aeroportos de Portugal situa-se em Portugal
Lisboa
Faraó
Beja
Porto
Aeroportos em Portugal Continental
ANA - Aeroportos de Portugal situa-se na Madeira
Madeira
Porto Santo
Aeroportos portugueses no arquipélago da Madeira
ANA - Aeroportos de Portugal situa-se nos Açores
Ponta Delgada
Terceira
Santa Maria
Horta
Corvo
Flores
Graciosa
São Jorge
Aeroportos portugueses no arquipélago dos Açores
Grupo
ANA

ANA, SA possui cinco companhia de manuseio. [3]
Portway - Handling de Portugal, S.A.Formada em julho de 2000, sua principal função é dar assistência e serviço de aeronaves em escalas nos aeroportos portugueses, comumente referido como o manuseio.

    
NAER - Novo Aeroporto, S.A.Criado sob Português Lei Decreto-Lei n. º .109/98 de 24 de Abril, esta empresa, que recebe exclusivamente fundos públicos, foi criada para desenvolver os projetos necessários para a preparação e execução dessas decisões a serem tomadas no processo de planejamento e lançamento de um novo aeroporto no continente Português.
ANAM - Aeroportos e Navegação Aérea da Madeira, SACriado sob Português Lei Decreto-Lei n. º .453/91 de 11 de Dezembro, esta empresa, que recebe exclusivamente fundos públicos, foi criada para estudar, planejar, construir e utilizar os aeroportos da Região Autónoma da Madeira.
ADA - Administração de Aeroportos, Lda.Formado em 12 de Setembro de 1994 em Macau, a sua principal função é a administração de aeroportos, especificamente o Aeroporto Internacional de Macau (
AIM), que abriu em 1995, quatro anos antes da entrega Português de Macau. O contrato de gestão concedido à empresa para o Aeroporto de Macau é válido por 15 anos, com opção de renovação.
FUTURO - Sociedade Gestora de Fundos de Pensões, SA Formada em janeiro de 1988, para gerenciar a gestão de fundos de pensões.

ANA aeroportos

    Beja
    
Faro (Algarve)
    
Flores
    
Horta
    
Lisboa
    
Ponta Delgada
    
Porto
    
Santa Maria

Referências
ANA
"Contatos".
ANA - Aeroportos de Portugal. Página visitada em 09 de setembro de 2010. "Rua D - Edifício 120 - Aeroporto de Lisboa 1700-008 Lisboa - Portugal"


O ARTUR É ISTO...O TIPICAL TUGA QUE PRETENDE DAR NAS VISTAS!

.

A Figura do Ano 2012: Artur Baptista da Silva
Em Portugal há sempre um potencial "Baptista da Silva" em cada esquina. Este tem o enorme mérito relativamente à consistência do discurso revelado. Quanto ao resto, tem ainda muitíssimo a aprender com João Vale e Azevedo. Juntos, todavia, derrubariam Merkel! Mas, como produto genuinamente nacional, irá seguramente ser acarinhado e sairá mesmo como herói de tudo isto. Desenganem-se os jornalistas que pensam o contrário!

Baptista da Silva personifica, no fundo, o português que anseia dar nas vistas, ir à televisão, afrontar os poderosos, "gozar o prato". Ele é o inconsciente colectivo a funcionar. Se vivesse nos EUA, depois de cumprir pena, o sucesso em Hollywood era garantido.

Depois da fase da condenação, descoberto o logro, surgirá a da (re)aproximação por parte dos media. Este Baptista da Silva ainda vai dar muito que falar... Cuidem-se governantes!

E eis como, a escassos 6 dias do fim de 2012, ARTUR BAPTISTA DA SILVA se transforma, por artes mágicas, na figura do ano luso. Qual Passos Coelho, qual Cavaco, qual Troika. A figura está escolhida. Isto é Portugal.
Pedro Quartin Graça
25 de Dezembro de 2012
 

QUANDO SERÁ QUE O "HABILIDOSO" BERARD DEVOLVE O CACAU?





Quando é que Joe Berardo nos devolve o dinheiro?

Henrique Raposo (www.expresso.pt)

7:49 Segunda feira, 29 de outubro de 2012
Nesta terra de Deus, as coisas têm um prazo de validade de iogurte de marca branca. 
.
.
Além de apontar para a típica impunidade das personagenzinhas de 'Lesboa', a tal brincadeira vai custar-nos dinheiro. Sim, a nossa carteira vai ser chamada ao assunto.

.
Joe Berardo recebeu da CGD cerca de mil milhões de euros para comprar 5% do BCP, e deu como garantia as próprias acções do BCP. Se tudo corresse bem, Berardo vendia as acções e ficava com o dinheiro. É o que se chama ficar-rico-sem-mexer-uma-palha. Se tudo corresse mal, o prejudicado era a CGD, isto é, o dinheiro dos contribuintes. 
.
Como se sabe, a realidade optou pela segunda via. Acções que valiam mil milhões em 2007 valem hoje um décimo desse valor. Mas, atenção, o esqueminha não acaba aqui. Os 5% comprados com o dinheiro da CGD bastaram para Joe Berardo ajudar a colocar os administradores da CGD, Vara e Santos Ferreira, ao comando do BCP. 
.
Primeira pergunta: num país com tantas leis, não existe por aí uma alínea que considere isto um crime? Esperemos sentados. Segunda pergunta: quem é que paga a conta final desta OPA chico-esperta? Nós. O empréstimo da troika tem lá uns milhões para o sistema bancário, e as imparidades da CGD estão em níveis gigantescos. Só no ano passado chegaram aos 1,2 mil milhões, e este valor continuará a marcar as imparidades do banco estatal nos próximos anos. 
.
Mais cedo ou mais tarde, a CGD realizará aumentos de capital para tapar o buraco, isto é, acabará por receber mais dinheiro dos nossos impostos.

.
Ora, naquele mar de imparidades confirmadas, está já incluído o dinheiro emprestado a Berardo? Se sim, quando é que o sujeito nos devolve o dinheiro? Mais: já que o Ministério Público não vê na negociata um crime mais explícito, não podemos ver ali um daqueles crimes implícitos, assim ao jeito de gestão danosa? Os gestores que deram os créditos que geraram semelhante mar de imparidades não deviam ficar impunes. Mas, claro, a impunidade é o nome do meio desta terra de Deus.  

Palavras-chave  impunidade, CGD, bcp, Joe Berado, Blogues

KAOS:O Natal de 2012 chegou ao fim




passos coelho paulo portas miguel relvas vitor gaspar pedro mota soares assuncao cristasalvaro santos pereira kaos natalicio
Sei que o Natal já lá vai, já foram ditas as mensagens e por este ano acabou, mas não me queria despedir dele sem fazer mais um boneco. Não me perguntem porquê porque também eu não sei, vi esta imagem e apeteceu-me. O que realmente espero é que seja a última vez que vista estes gatunos com a roupa do pai Natal e que para o ano seja gente mais honesta, mais humana e mais séria que ocupe os seus lugares.

CIRCULEM ESTA PEÇA... ESTE GOVERNO ESTÁ FORA DOS CARRETOS!

Vinci fortalecida com compra da ANA enfrenta desconfiança laboral
Tiago Petinga, Lusa


Vinci fortalecida com compra da ANA enfrenta desconfiança laboral

Um papel de “ator internacional de primeiro plano” é o que a Vinci reclama ter alcançado com a aquisição da ANA – Aeroportos de Portugal, ontem selada em Conselho de Ministros. 

.
À MARGEM: Esta empresa é de "caca" sem prestígio nenhum. .
.
Aqui há vigarismo! Aqui há interesses, políticos pessoais. 
.
Os "mercenários" estão a vender os bens do Estado Português ao preço da uva mijona. 
.
A VINCI não presta nem capacidade tem para administrar e melhorar os aeroportos de Portugal.
.
Administra aeroportos no Camboja? Não lixem os bens de Portugal... Os mercenários venderam a alma ao diabo!!!!

A VINCI administra:

Através de sua infra-estrutura e serviços na França e no Camboja, VINCI Aeroportos é um player importante no setor aeroportuário.  
.
Com novos projetos e crescimento do tráfego em 2011, desenvolvido a nossa experiência na gestão de aeroportos e serviços auxiliares.
Références
     Camboja (3 aeroportos)

     Grenoble-Isère
     Chambéry-Savoie
     Clermont-Ferrand Auvergne
     Quimper-Cornouaille
     Rennes e Dinard
  Parque Azul, centro de serviço de aluguer de carro no aeroporto de Nice
     Grand Ouest aeroportos

PLANO DE CONTATO SITE DU MENÇÕES Légales UNE SOCIÉTÉ DE VINCI