Translator

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

DA RÚSSIA PARA MOÇAMBIQUE COM AMOR

Rússia perdoa dívida de 144 milhões de dólares a Moçambique

Jornal de Notícias-Feb 12, 2556 BE
A Rússia anunciou esta terça-feira que vai perdoar uma dívida a Moçambique no valor de 144 milhões de dólares, cujo montante será utilizado no reforço da ...

A FRAUDE DA CARNE DE CAVALO E BURRO

Fraude da carne de cavalo: Bruxelas pede testes de ADN a todos os países da UE


A Comissão Europeia pediu a todos os Estados da UE para que submetam a testes de ADN os produtos à base de carne de vaca.
.
Moral da história: "Bruxelas proibiu a circulação, nas estradas, de carroças puxadas por burros e cavalos na Roménia e não mais há, a fazer, que abatê-los (os cavalos e os burros também se abatem) e triturar a carne e misturá-la com a de boi/vaca e exportá-la para o espaço dos países ricos para a paparam. 
.
Diga-se em verdade comeram os burros e os cavalos da Roménia e de outros países, inseridos na UE, vizinhos. 
.
Em 1980 viajei de Banguecoque para Turquia, com escala na Roménia. Quedei-me um dia em Bucareste (altura do regime comunista) e tive uma experiência muito chata.... Paguei hotel duas vezes, meti-me numa bicha para comprar uma sande. A carne dentro do pão era escura e não me deixou-me a mínima dúvida que era mesmo de cavalo ou de burro...!!!" - José Martins

O incrível de um barman ucraniano

 

Barman, em sua concepção, é o profissional que trabalha em bares servindo bebidas alcoólicas aos clientes, uma profissão tão antiga que deve remontar ao tempo das tavernas. Para divertir os clientes muitos agregam habilidades que diferenciem seu atendimento; exemplo dos atuais bartenders cheios de malabarismo, pirofagia, acrobacia, e mágicas. O ucraniano Alexander Shtifanov demostrou seus dotes no programa de talentos da TV ucraniana, Ukraine's Got Talent, deixando a todos boquiabertos


ATENÇÃO DO PAULINHO DAS FEIRAS




Caros Amigos,
Ontem ouvi que a filha do presidente de Angola era a primeira mulher bilionária... (mil milhões de dólares) ... africana.
Hoje ouvi a UNICEF dizer que precisa de... 4 milhões de dólares para ajudar as crianças angolanas sub-nutridas.
Achei preocupante esta sequência de notícias!

 Fonte: AQUI



O BIG BROTHER CHEGOU DISFARÇADO


 Alguém acorde, Ficheiro SAF-T e privacidade                          
Para quem não sabe, estou a trabalhar na área de software de gestão, e como tal, os meus últimos meses têm sido vividos um pouco à volta do ficheiro SAF-T.

Antes de mais, o que é um ficheiro SAF-T e a certificação de documentos:
Um software certificado coloca uma assinatura digital nas suas faturas, que, sem vos aborrecer com os detalhes técnicos, garante que a fatura não é modificada depois de emitida.
O ficheiro SAF-T era, até 1 de Janeiro de 2013, um ficheiro de auditoria, que era fornecido ao inspector das finanças nos (muito raros) eventos de inspecção das finanças

Este ficheiro sozinho garante que a empresa não foge aos impostos (cruzando com dados multibanco e bancários), não altera os valores e dados das suas faturas e é ainda possível conferir mais uma série de dados. Os ficheiros SAF-T são gerados no momento, e podem ser gerados para períodos de tempo diferentes (1 ano, 1 mês, etc)

O que está dentro de um ficheiro SAF-T?
?        Os dados gerais da empresa (morada, nome, nif, conservatória, etc)
?        Dados de todos os clientes da empresa (Nome, morada, contacto telefónico, email, nif)
?        Informação de todos os produtos ou serviços vendidos pela empresa (referencia, designação do produto)
?        Dados de faturação (para cada fatura:  data, hora, cliente e nif do cliente, produtos vendidos, valor, valor de iva, etc, etc)
O que acontecia até 1 de Janeiro ? Muitas empresas usavam os talões e vendas a dinheiro, cujo cliente é "consumidor final" e o nif é 99999990, ou seja, informação genérica.
O que aconteceu em 1 de Janeiro? Muito:
1.       Toda e qualquer transacção tem de ter emissão de fatura. Ou seja, os dados da fatura passam para o saf-t com o nº de contribuinte e nome do cliente. Existem as faturas simplificadas que podem ser feitas a um "consumidor final" mas podem ser usadas em apenas casos restritos
2.       Todos os SAF-T de todas as empresas nacionais são enviados para as finanças mensalmente
Vou dar um exemplo:
O Sr. Foo acorda num belo dia de férias de verão. Toma o pequeno almoço no café da esquina (fatura 1) e vai ali á sede do partido X pagar a sua cota mensal (fatura 2). Passa pelo templo da sua religião e paga o dízimo (fatura 3). Almoça no seu restaurante favorito (fatura 4), vai ao cinema ver um filme  (fatura 5), compra 2 "brinquedos" na sexshop da esquina (fatura 6) e janta uma mariscada á beira mar (fatura 7)..
 No fim do mês, as 7 empresas envolvidas no dia do Sr. Foo vão enviar o ficheiro SAF-T para as finanças, e lá vai a informação:
?        O que o Sr. Foo comeu nessa manhã, a que horas e em que local.
?        Qual a sua filiação política, e onde costuma pagar as cotas.
?        A sua religião.
?        O que almoçou, a que horas, e em que local.
?        Que viu o filme Y.
?        Comprou "brinquedos" na loja tal.
?        Jantou uma mariscada, a que horas e em que local.
Isto num dia. Ao fim de um mês, passam a ter os hábitos de cada cidadão, ao fim de um ano? Têm na mão a vida de uma pessoa. Querem mais? Dois informáticos acabados de sair do curso, com acesso a estes dados rapidamente conseguiam fazer cruzamento de dados. Cruzando por exemplo, o Sr. Foo com a sua esposa, Sr.ª Boo:
?        Tomou o pequeno almoço com a esposa, pois foram 2 cafés e 2 croissants, isto porque a Sr.ª Boo comprou a "Maria" 30 minutos depois no quiosque a 50M do café. (todas as transacções têm de ter uma fatura, tudo é seguido)
?       Ela não pagou cotas políticas ou religiosas, o Sr. Foo está nisso sozinho. (cruzamento das faturas do Sr. Foo e Sr.ª Boo)
?        Não almoçaram juntos. Almoço foi 1 menu MacDonalds do Sr. Foo  e a Sr.ª Boo tem uma fatura de almoço no mesmo dia a 150km de distância.  (cruzamento das faturas do Sr. Foo e Sr.ª Boo)
?        O filme era sobre che guevara. Isto, aliado á filiação política e religiosa torna o Sr. Foo alguém a seguir no futuro. (Descrição dos artigos vai no ficheiro SAF-T)
?        A Sr.ª Boo continua com faturas a 150km de distância, os "brinquedos" e a mariscada para 2 ao jantar sugerem uma amante.
E se o Sr. Foo fosse o líder da oposição? Ou dono de uma empresa a concorrer num negócio do estado? Ou o presidente da república? Ou juiz num processo contra um deputado do partido do governo? Sou apenas eu que vê o PERIGO no envio de todas as faturas emitidas em Portugal, mensalmente para o estado?
 E quem tem estas bases de dados? É uma empresa privada? Quem está à frente disto, quem vai garantir a privacidade dos dados? Alguém acorde por favor, alguém nos defenda!
 Os meus receios não ficam por aqui.O ficheiro SAF-T é guardado em plain text! Um curioso informático que ligue o wireless no centro comercial quando a farmácia está a enviar um saft apanha isto(parcial, o ficheiro saf-t inclui, por exemplo, os dados do customer 149):

SystemEntryDate>2012-12-14T19:27:53
CustomerID>149 
ShipTo />
ShipFrom /
Line>
LineNumber>1
ProductCode>177
ProductDescription>Viagra 
Quantity>1
UnitOfMeasure>Un
UnitPrice>370
TaxPointDate>2012-12-14
Description>Viagra 
CreditAmount>370
Isto não é só ridiculo como grave! Não vi um deputado falar sobre isto. Não vi ninguém preocupado com a constituição:

CADILLAC MADE IN CHINA


Clique em baixo

Os nossos banqueiros são de confiança?

O título é provocatório, mas tem a ver com o facto de ter sido dito e redito que a banca portuguesa não só está sólida como nada tem a ver com o que se passa noutros países, onde os escândalos se sucedem com regularidade. 
.
Quanto à solidez, estamos conversados. Três bancos portugueses recorreram já a ajudas estatais (BCP - 2000 milhões, BPI - 1500 milhões, Banif - 1100 milhões), sem as quais não conseguiriam cumprir os rácios exigidos pela EBA, Associação Bancária Europeia. 
.
Quanto aos escândalos, façamos um esforço de memória. Em 2003, Tavares Moreira, presidente não executivo do CBI, é suspenso pelo Banco de Portugal de exercer funções em conselhos de administração de empresas financeiras sob a acusação de declarações falsas, manipulação e falsificação de contas (em 2006, o Ministério Público arquivou o processo). 
.
João Rendeiro, ex-presidente do BPP, que em dezembro de 2008 pediu uma ajuda estatal de 750 milhões para salvar o banco, é acusado pela CMVM de criação de títulos fictícios, violação de deveres relativos à qualidade de informação prestada aos clientes, entre outras irregularidades graves e muito graves. 
José Oliveira e Costa, ex-presidente do BPN, foi detido no final de 2008. Há dois anos que está a ser julgado por sete crimes, devido a ter criado uma contabilidade paralela num banco virtual. A fatura para os contribuintes ronda neste momento os 6000 milhões de euros. 
.
Jorge Jardim Gonçalves, presidente do BCP, acaba de ser condenado a pagar uma coima de um milhão de euros pelo crime de manipulação de mercado, mediante a criação de offshores e falsificação de documentos. Com ele, foram condenados Filipe Pinhal, Christopher de Beck, António Rodrigues, Paulo Teixeira Pinto e Alipio Dias. Todos vão recorrer das sentenças. 
.
O atual presidente do Banif, Jorge Tomé, é arguido num processo relativo à altura em que exerceu funções como administrador da Caixa Geral de Depósitos. 
.
Mais recentemente o presidente do BESI, José Maria Ricciardi, e o administrador do BES, Amílcar Pires, foram constituídos arguidos na sequência de uma queixa da CMVM envolvendo a transação de ações da EDP e um alegado crime de abuso de informação privilegiada. 
.
Finalmente, o presidente do BES, Ricardo Salgado, apressou-se a pagar os impostos devidos por dinheiro que tinha colocado no exterior sem ter sido declarado ao fisco. 
.
Várias destas situações podem redundar em nada e alguns destes responsáveis estarem inocentes. Mas convenhamos que é preocupante o número de banqueiros portugueses que neste momento estão a contas com a justiça. 
.
E a não ser que se considere que o Banco de Portugal e a CMVM estão contra a estabilidade do mercado, talvez seja melhor os banqueiros meterem a mão na consciência e reforçarem os seus códigos de comportamentos. 
.
O bem mais precioso que um banco tem é a confiança dos seus clientes. Quando ela se perde, o banco está perdido. Mas a confiança nos bancos é a confiança naqueles que os dirigem. É bom que os banqueiros nacionais meditem nisso. 
.

O NOVO PAPA




KAOS:Fábrica de Pinóquios




angela merkel passos coelho gepeto e pinoquio
 Fábrica de Pinóquios. Parece que fica lá para a Alemanha.

LIXARAM O ENCANTO DO CARNAVAL DO BRASIL!


Lige o som e: "mudam-se os tempos e mudam-se as vontades...."

SEM COMENTÁRIO


Bloqueados 100 milhões de USA dólares ao Presidente Angolano..........


É UMA VIOLÊNCIA, FAZER TAL PATIFARIA A QUEM TANTO TRABALHOU DURANTE TANTOS  
 .
Para quem gostar de ler novelas sobre malandros!
 .
É POR ISSO QUE A FILHA DE 36 ANOS DE IDADE QUASE QUE É DONA DE PORTUGAL !!!!
  .

Bloqueados 100 milhões de USA dólares ao Presidente Angolano
bomba esta ai. O que fazer?
.
Reflita e repasse

Momento de reflexão,..o poder do dinheiro também cai,..
"Suíça ameaça cleptocracia mundial"
.
Bloqueados 100 milhões de dólares do Presidente Angolano
.
"Há dez anos que os tribunais suíços iniciaram um longo processo para bloquear os fundos depositados nos seus bancos por ditadores e políticos corruptos de todo o mundo, cujas fortunas, por vezes colossais, foram obtidas através da espoliação de bens públicos pertencentes aos povos que governam, usando para tal os mais diversos expedientes de branqueamento de capitais.
  .
O processo começou em 1986 com a devolução às Filipinas de 683 milhões de dólares roubados por Ferdinando Marcos, bem como a retenção dos restantes 356 milhões que constavam das suas contas bancárias naquele país. Prosseguiu depois com o bloqueamento das contas de Mobutu e Benazir Bhutto. Mais tarde, em 1995, viria a devolução de 1236 milhões de euros aos herdeiros das vítimas judias do nazismo.
.
Com a melhoria dos instrumentos legais de luta contra o branqueamento de capitais, conseguida em 2003 (também em nome da luta contra o terrorismo), os processos têm vindo a acelerar-se, com resultados evidentes: 700 milhões de dólares roubados pelo ex-ditador Sani Abacha são entregues à Nigéria em 2005; dos 107 milhões de dólares depositados em contas suíças pelo chefe da polícia secreta de Fujimori, Vladimiro Montesinos, 77 milhões já regressaram ao Peru e 30 milhões estão bloqueados; os 7,7 milhões de dólares que Mobutu depositara em bancos suíços estão a caminho do Zaire; mais recentemente, foram bloqueadas as contas do presidente angolano José Eduardo dos Santos, no montante de 100 milhões de dólares.
.
É caso para dizer que os cleptocratas deste mundo vão começar a ter que pensar duas vezes antes de espoliarem os respectivos povos. É certo que há mais paraísos fiscais no planeta, mas também é provável que o exemplo suíço contagie pelo menos a totalidade dos off-shores sediados em território da União Europeia, diminuindo assim drasticamente o espaço de manobra destas pandilhas de malfeitores governamentais.
.
No caso que suscitou este texto, o bloqueamento de 100 milhões de dólares depositados em contas de José Eduardo dos Santos, presidente de Angola há 27 anos, pergunta-se: que fez ele para se tornar o 10º homem mais rico do planeta(segundo a revista Forbes)? Trabalhou em quê para reunir uma fortuna calculada em 19,6 mil milhões de dólares?
.
Usou-se o poder para espoliar as riquezas do povo que governa, deixando-o a viver com menos de dois dólares diários, que devem fazer os países democráticos perante tamanho crime de lesa humanidade? Olhar para o outro lado, em nome do apetite energético? Que autoridade terá, se o fizerem, para condenar as demais ditaduras e estados falhados?
.
Olhar para o outro lado, neste caso, não significa colaborar objectivamente com a sobre-exploração indigna do povo angolano e a manutenção de um status quo anti-democrático e corrupto que apenas serve para submeter a esmagadora maioria dos angolanos a uma espécie de domínio tribal não declarado?
Na Wikipedia lê-se:
.
"Os habitantes de Angola são, em sua maioria, negros (90%), que vivem ao lado de 10% de brancos e mestiços. A maior parte da população negra é de origem banta, destacando-se os quimbundos, os bakongos e os chokwe-lundas, porém o grupo mais importante é o dos ovimbundos. No Sudoeste existem diversas tribos de box imanes e hotentotes. A densidade demográfica é baixa (8 habitantes por Km quadrado) e o índice de urbanização não vai além de 12%.
.
Os principais centros urbanos, além da capital, são Huambo (antiga Nova Lisboa), Lobito, Benguela, e Lubango (antiga Sá da Bandeira). Angola possui a maior taxa de fecundidade (número de filhos por mulher) e de mortalidade infantil do mundo.
.
Apesar da riqueza do país, a sua população vive em condições de extrema pobreza, com menos de 2 dólares americanos por dia." O recente entusiasmo que acometeu as autoridades governamentais e os poderes fácticos portugueses relativamente ao "milagre angolano" (crescimento na ordem dos 21% ao ano) merece assim maior reflexão e, sobretudo, alguma ética de pensamento.
Os fundos comunitários europeus aproximam-se do fim.
.
Os portugueses, entretanto, não foram capazes de preparar o país para o futuro difícil que se aproxima. São muito pouco competitivos no contexto europeu. As suaselites políticas, empresariais e científicas são demasiadamente fracas e dependentes do estado clientelar que as alimenta e cuja irracionalidade por sua vez perpetuam irresponsavelmente, para delas se poder esperar qualquer reviravolta estratégica.
.
Quem sabe fazer alguma coisa e não pertence ao bloco endogâmico do poder vai saindo do país para o resto de uma Europa que se alarga, suprindo necessidades crescentes de profissionais nos países mais desenvolvidos (que por sua vez começam a limitar drasticamente as imigrações ideologicamente problemáticas): Espanha, Alemanha, Luxemburgo, Suíça, Reino Unido, Holanda, Dinamarca, Noruega...
.
No país chamado Portugal vão assim ficando osvelhos, os incompetentes e preguiçosos, os indecisos, osmais fracos, os ricos, os funcionários e uma massa amorfa de infelizes agarrados ao futebol e às telenovelas, que mal imaginam a má sorte que os espera à medida que o petróleo for subindo dos 60 para 100 dólares por barril, e destes para os 150, 200 e por aí a fora...
.
A recente subida em flecha do petróleo e do gás natural (mas também do ouro, dos diamantes e do ferro) trouxemuitíssimo dinheiro à antiga colónia portuguesa.
Seria interessante saber que efeitos esta subida teve na conta bancária do Sr. José Eduardo dos Santos.
.
E que efeitos teve, por outro lado, nas estratégias de desenvolvimento do país. O aumento da actividade de construção já se sente no deprimido sector de obras e engenharia português. As empresas, os engenheiros e os arquitectos voam como aves sedentas de Lisboa para Luanda. É natural que o Governo português, desesperado com a dívida... e com a sombra cada vez mais pesada dos espanhóis pairando sobre os seus sectores económicos estratégicos, se agarre a qualquer aparente tábua de salvação.
E os princípios?
E a legalidade?
.
Se a saída do ditador angolano estiver para breve, ainda se poderá dizer que a estratégia portuguesa é, no fundo, uma estratégia para além de José Eduardo dos Santos.Mas se não for assim, e pelo contrário viermos a descobrir uma teia de relações perigosas ligando a fortuna ilegítima de José Eduardo dos Santos a interesses e instituições sediados em Lisboa (1), onde fica a coerência de Portugal?
.
Micheline Calmy-Rey, Ministra suíça dos Negócios Estrangeiros, veio lembrar a todos os europeus que tanto é ladrão o que rouba como o que fica à espreita ou cobra comissões das operações criminosas."

Imagem removida pelo remetente. Image removed by sender.
Por favor »»»»» Isto tem que ser passado a milhares de pessoas. Como pode um povo estar a passar fome para meia dúzia de porcos viverem com fortunas escandalosas ???

Certificados de virgindade na Suazilândia



.
E todas estavam honradas!

Can you believe it !!!! Only in Africa.

Kit Inspection in SWAZILAND.
...Physical inspection has to be done.
......Young ones are not spared!!!!!!
....There has be to witnesses.
....Seal of approval!
............and then certificates are awarded!!!

LUIS FIGO: "PORREIRO PÁ"

.
O Luis Figo não dá pontinho sem nó.... O amor ao club não vale nadinha o que vale são os 100 mil euros brutos (não são limpinhos entendam por aí... Assim o Sporting não vai lá quando um desempregado pede à cabeça tanta massa.... O "gajo" Luis Figo a valer-se do nome...!

Figo acerta detalhes de candidatura à presidência do Sporting

Por Ana Tomás, publicado em 13 Fev 2013 - 12:37 
Portugal Irlanda do Norte Ronaldo e Figo

Luís Figo esteve, esta terça-feira, reunido com José Maria Ricciardi (presidente do BES Investimento) e José Couceiro, numa estância de ski , nos Alpes franceses, para discutir a sua candidatura à presidência do Sporting, avança o Correio da Manhã.
De acordo com o jornal, em cima da mesa estiveram o perdão de parte da dívida do Sporting ao BES, um dos bancos credores do clube, e as condições para Figo assumir a direcção do clube, que poderá aceitar candidatar-se ao lugar de presidente com um vencimento na ordem dos 100 mil euros brutos por mês.
Uma fonte citada pelo Correio da Manhã garante que o jogador está apenas a ponderar questões familiares e que o anúncio da lista coma sua candidatura deverá ser feito ainda esta semana.







Diretamente das Terras do Barroso, para a Troika.

"

 Directamente das Terras do Barroso, a natureza e os homens (alguns) de que Portugal é feito, mandam uma mensagem para a Troika.
É a natureza no seu melhor
 GRANDES TERRAS TRANSMONTANAS

KAOS:Ao correr do dedo



paulo portas toma
Já não sei o que fazer ou escrever aqui. Tanto tempo, tanta velhacaria desta gente que já fez do pior, desde roubar direitos, salários, vidas, esperanças, futuros e sei lá que mais, que já se vendeu a todas as mordomias, mercados, grandes corporações, à banca, à Alemanha, ao FMI, ao José Eduardo dos Santos, à filha, ao governo da China e do raio que os parta a todos, que tudo o que diga já foi dito e pensado e redito.
Já lhes fiz o boneco de palhaços, burros, ladrões, mafiosos, assassinos, chulos, manequins, marionetas, diabos, belzebus, vampiros, santos e anjos e de tudo o que me lembrei.
Não há imaginação que resista, que aguente. Não sei mesmo que mais fazer ou dizer a não ser continuar a fazer o que me sair na ponta dos dedos a cada instante.
Se assim tem de ser assim será enquanto for porque não pode ser de outra maneira.