Translator

domingo, 31 de março de 2013

As capas dos jornais e as principais notícias de Segunda-feira, 1 de Abril de 2013.




Capa do Correio da Manhã Correio da Manhã

Ex-PGR critica pressões sobre tribunal
Marcelo R. Sousa: Gaspar tem de sair
Didier Drogba: “Meu pai Mourinho”
Michel Djotodia: Centraliza poder
Ansião: Choque frontal mata
Cheias: Povoações isoladas
Coruche: Apanhados a roubar

Capa do Público Público

Apple impedida de registar marca iPad Mini
Atlético falha assalto ao segundo lugar da Liga espanhola
Marcelo: Governo deve acelerar remodelação mas "aguentar" com Gaspar "ao colo"
Habemus Constantino
Acidentes causam seis mortos e sete feridos graves na Páscoa
Travessuras de Freddie e Diana, Londres anos 80
Dezenas de estradas cortadas devido ao mau tempo

Capa do Diário de Notícias Diário de Notícias

Populares surpreendem indivíduos que assaltavam oficina
Parem as máquinas: a Angela Merkel nua!
Ex-ministro conta expulsão da faculdade
Qual a importância para o nosso país da gastronomia do mar?
Assalta três vezes um minimercado e sai em liberdade
Cinco feridos em colisão de cinco viaturas em Coimbra
Caudal do Tejo deve subir nas próximas horas e trazer dificuldades às zonas ribeirinhas

Capa do Jornal de Notícias Jornal de Notícias

Subida do caudal do Tejo agrava situação nas zonas ribeirinhas
Tesouradas ilustres fazem 45 anos
Despejados espanhóis levam contestação para a porta dos políticos
Presidente da Galiza foi amigo de traficante
Governo toma posse do túnel do Marão
Bancos têm mais de 20 mil casas novas para vender
Cinco feridos em acidente que envolveu cinco viaturas em Coimbra

Capa do i i

António Costa quer Woody Allen a filmar em Lisboa
Caudal do Tejo deve subir nas próximas e trazer dificuldades às zonas ribeirinhas
Autoridade norte-americana nega à Apple patente de iPad Mini
Mau Tempo: cerca de 150 pessoas resgatadas em Campo Maior
Mais duas povoações em risco de isolamento no distrito de Santarém
Presidência sul-africana diz que estado de saúde de Nelson Mandela continua a melhorar
Nove estradas cortadas e seis inundações em habitações no distrito de Portalegre

Capa do Diário Económico Diário Económico

Portugal regressa a Março de 2011
Chipre ajuda à confusão na Europa
Como reduzir a sua factura fiscal
Metade das famílias vê prestação da casa baixar em Abril
“Mais cedo ou mais tarde Portugal terá de ter um perdão da dívida”
Dívida dos clientes da EDP disparou para 254 milhões
“Não me parece que haja aqui uma lógica de remodelação”

Capa do Jornal Negócios Jornal Negócios

A falar português é que Isabel dos Santos se entende
Agravamento do risco da banca dificulta novas emissões de dívida
Jogo viciado
Há escolas que têm mais pessoas do que muitos concelhos
Escola secundária Padre Alberto Neto: "Não está horrível? Cinzenta... Dizem que é para acalmar os alunos"
As oportunidades e as dificuldades do Sporting
Aplicações da Segurança Social baixam dívida em 1.386 milhões

Capa do Oje Oje

Investimento da Macfarlan Smith em fábrica no Alentejo depende da colheita
Prestações da casa revistas em abril a três meses sobem
Fundo Social do Millennium Challenge Account visa 20 mil famílias cabo-verdianas
PSI20 fecha a perder e acumula queda mensal de quase 3%
Mitsubishi lamenta falta de acessibilidades à fábrica do Tramagal
Anunciado inquérito sobre crise bancária no Chipre
Wall Street segue em alta impulsionada pelo setor tecnológico

Capa do Destak Destak

Coreia do Norte nomeia novo ministro da Segurança próximo de Kim Jong-un
Coreia do Norte 'meticulosa' a eliminar vestígios de ensaio nuclear -- imprensa
Entrega do IRS pela Internet começa hoje
Preços dos CTT aumentam em média 2,9% a partir de hoje
Novas regras fiscais para agricultores estreiam-se hoje entre dúvidas e críticas
Banco japonês Tokyo-Mitsubishi UFJ planeia reforçar presença na América Latina
Operação "Páscoa 2013" com mais acidentes e mais vítimas mortais face a 2012 -- GNR

Capa do A Bola A Bola

Norberto estreia-se no onze aos 17 anos
Diamantino Miranda quer «retificar resultado» da primeira jornada
Clubes vão discutir alargamento da Liga
Isidoro Sousa procura soluções
Jamal ficou ferido no primeiro jogo do Moçambola
Três baixas para jogo com o Ferroviário de Maputo
Rodrigo Cuba e Gino Guerrero referenciados

Capa do Record Record

Jorge Jesus é sempre "centenário"
Pleno com Sp. Braga é tarefa complicada
Rivalidade acentuada
Houve salvação em pior cenário
Prego a fundo nos corredores
Manuel José já tem convite para renovar
Federação vai reagir às faltas de comparência

Capa do O Jogo O Jogo

Di Canio contratado, vice-presidente demite-se
Fernando Gomes felicita leões pelo pódio na NextGen
Chave do Totobola
"Só uma injustiça nos tiraria o tri"
Lyon KO na luta pelo título
Djokovic é um coelho...
Di Canio eleito para salvar o Sunderland

COISAS QUE POUCOS SABEM SOBRE...PETRÓLEO GREGO!...




A Grécia é o país da UE e do Euro com o maior potencial prospetivo de exploração de petróleo, com cerca de 22 mil milhões de barris no Mar Jónico e 4 mil milhões de barris no Mar Egeu. Por comparação, o poço Lula no Brasil (uma das maiores descobertas da última década) tem cerca de 8 mil milhões de barris.

Este facto é conhecido pela Troika do FMI, UE e BCE desde 2010. Em vez de promover a produção petrolífera para reequilibrar as contas gregas e aumentar a autonomia energética europeia, a ordem é privatizar a única via que o Estado grego dispõe para pagar aos credores.

Eis a razão pela qual russos e chineses digladiam-se para controlar os portos gregos: passam a controlar terminais de distribuição de petróleo e gás para os Balcãs e centro da Europa, e conquistam uma inédita presença estratégica no mediterrâneo.

Ciente desta ameaça, os EUA não dormem e Hillary Clinton deslocou-se recentemente à Grécia para tentar acertar condições de E&P com a Turquia, com o envolvimento da empresa americana Noble Energy. O problema reside em que a Grécia não dispõe de uma ZEE e por isso não tem garantido o direito soberano sobre os recursos no solo marinho.

Por isso, Clinton foi tentar um acordo de repartição entre Grécia, Turquia e a Noble Energy. Na semana seguinte, os russos foram bater à porta dos gregos com proposta semelhante.

Se considerarmos que Israel será um exportador líquido de gás ainda nesta década e que Chipre também tem uma bacia rica em petróleo, concluem-se dois factos:

1- O Mediterrâneo será um foco de tensão geopolítica em torno dos recursos petrolíferos.

2- A UE sofre de uma cegueira estratégica extrema ou a Alemanha já desistiu da Europa, com a importância estratégica de capacidades de exploração submarina para a sustentabilidade dos países.

Para saber mais:

http://www.infowars.com/rising-energy-tensions-in-the-aegean%E2%80%94greece-turkey-cyprus-syria/

KAOS:O Grande democrata

alberto joao jardim o apego ao poder
O Presidente do Governo Regional da Madeira, Alberto João jardim afirmou que, "Tanto quanto eu conheço, ou julgo conhecer as pessoas que estão neste Governo da República, não acredito que se demitam por causa de qualquer decisão do Tribunal Constitucional". "Penso que o actual Governo tem o mesmo apego ao poder que tinha o engenheiro Sócrates e a sua gente".
Ora ai está um verdadeiro democrata a colocar o dedo na ferida. Não havia ninguém com mais moral e prática que o pudesse dizer sem nos fazer rir. Talvez o Salazar mas esse felizmente já enterrou as botas. Será que não têm vergonha na cara?

MINISTRO PAULO PORTAS - PÉRIPLO AO SUDESTE ASIÁTICO

O ministro dos Estrangeiros Paulo Portas será hóspede do embaixador Torres Pereira, neste belo palacete construído depois de meados do século XIX, durante os 4 dias de permanência na capital do Reino da Tailândia.
.
Chegou ontem a Banguecoque (Tailândia) o ministro Paulo Portas, acompanhado de ministro da Economia Alvaro Santos Pereira, Secretário de Estado para as Comunidades Portuguesas, José Cesário e uma delegação de 10 empresários portugueses, embaixador Francisco Seixas da Costa e António Borges (em representação da Jerónimo Martins), Alberto da Ponte, presidente da RTP, Pedro Reis, presidente do AICEP, Dra. Paula Laborinho, Presidente do Instituto Camões.
.

Ministro Paulo Portas como chefe da delegação, a visita tem em vista o incrementar as relações comerciais, entre Portugal, nesta área do globo nos sete países, sob a jurisdição da Missão Diplomática Portuguesa acreditada no Reino da Tailândia: Cambodja, Laos, Malásia, Myanmar (Birmânia), Tailândia, Vietname e Singapura.
 .
Esperava, no aeroporto internacional da capital tailandesa. o ministro Paulo Portas e individualidades que o acompanhavam, o embaixador Torres Pereira (de partida por estes dias para Pequim e acreditado como representante de Portugal na China), seu homólogo tailandês, representantes da “Thai Chamber of Commerce”  e outras associações viradas para o comércio interno e externo do reino da Tailândia.
.
Segundo apuramos, de fonte da Embaixada de Portugal, o ministro Paulo Portas, depois da permanência de quatro  dias em Banguecoque, partirá com as personalidades que o acompanham para os países do Sudeste Asiático com o propósito de nestes países, amigos, estabelecer representações do AICEP (Diplomacia Económica), Secções Culturais com leitores, ali sediados, para a divulgação da língua de Camões. .
Ministro da Economia Álvaro dos Santos Pereira, veio propositadamente à Tailândia, para assinar o contrato com a mega-empresa multinacional, americana, Mac Donald,  para no futuro, em sistema franchise, confeccionar e colocar à venda no milhar de lojas de comida rápida, na Tailândia, o famoso Pastel de Belém e assim fazer concorrência à emitação “Tart Egg” que nas lojas  galinha frita “Kentaky Chicken” são vendidos um milhão por dia. A assinatura do contrato, em cerimónia simples, vai realizar-se no fim da manhã de hoje na missão diplomática portuguesa.
.
Amanhã em três salões do Hotel Royal Orchid (a portas da Embaixada de Portugal), irão ter lugar  reuniões cujo temas são: “ Portugal no contexto e sucessos da União Europeia e oportunidades de investimentos" presidido pelo ministro Paulo Portas, abrindo a sessão e tendo como oradores, o ministro da Economia Álvaro dos Santos Pereira, embaixador Seixas da Costa e António Borges, em representação da empresa, multinacional, Jerónimo Martins, e no objectivo de expandir seus negócios, de retalho, na Tailândia e países limitrofes.
.

Pedro Reis, Presidente do AICEP, noutro local de Banguecoque, na "Thai Chamber of Commerce" num seminário apresentará as propriedades, únicas, do tomate português e o  sucesso do mesmo na preparação de cerveja no Japão para onde Portugal exporta largas quantidades. Além do mais a cerveja,(clique a seguir) Tomanuku,
fortificante, produzida do tomate português voltou uma bebida, famosa, entre a juventude nipónica dado à sua propriedade, natural, afrodísiaca, Pedro Reis e Paulo Portas, no passado dia 28, visitaram o Japão e a fábrica de cerveja,  de tomate português da marca, "Tomanuku" que o ministro Paulo Portas provou, saboreou, apreciou e repetiu a dose.
Num salão, contíguo, a Adida Cultural, junto à embaixada, Luisa Dutra proferirá uma conferência dirigida a individualidades, locais e estrangeiras ligadas às artes, cultura e letras sob o tema. “A importância da Língua Portuguesa na ligação da Ásia, Oriente com o Ocidente a partir de 1.500”
.
Noutro salão reunir-se-à o Secretário de Estado para as Comunidades Acolhidas em Países Estrangeiros, José Cesário, com a comunidade lusa e descendente residente na Tailândia. As boas vindas, a José Cesário, em discurso, estão a cargo do Dr. Nuno Caldeira, residente no Norte da Tailândia e na cidade  de Banguecoque.  . Depois da sessão de trabalhos haverá no jardim da residência do embaixador um “buffet” para cerca de 300 convidados onde não faltará a excelente gastronomia portuguesa e o famoso pastel de Belém que será, à vista dos convidados confeccionado no local , num forno móvel ali instalado debaixo da frondosa e secular árvore tamarindeira, por dois pasteleiros, vindos propositadamente, de Lisboa.   
.
Após o repasto, os presentes serão obsequiados pelo embaixador Torres Pereira com um passeio, nocturno, de barco, a jusante e a montante do Rio Chao Prya, com a duraçãp do percurso, de duas horas.  . Nuno Caldeira da Silva (além de bom bebedor de “pinga” de estalo, famosa, tem sido um excelente promotor dos vinhos lusos na Tailândia), elucidará os viajantes da história que esta via aquática encerra e séculos atrás em cima ds relações de Portugal com o Reino do Sião, entre vários temas, divulgados, um dos quais será a epopeia de Fernão Mendes Pinto, de quando mais o pirata  António Faria, naufragaram na embocadura do Rio Mekong e sem bens materiais navegaram num junco chinês até à antiga capital do Reino do Sião onde viriam a ser acolhidos pela comunidade portuguesa ali residente.
.
Alberto da Ponte, presidente  dinamizador da RTP, terá encontros com representantes do Canal 3, de televisão, de Banguecoque, a fim de assinar um protocolo  de intercâmbio de programas da RTP, entre os quais (traduzidos para a língua tailandesas) os futuros comentários, políticos, do ex-primeiro ministro José Sócrates. O Canal 3 tem uma audiência, diária, de 25 milhões de telespectadores.
José Martins

P.S. Seguiremos, hoje a par e passo, as actividades da delegação chefiada pelo ministros dos Estrangeiros Paulo Portas.

O MEU DOMINGO DE PÁSCOA MAIS O HÉLIO MARTINS

Em todos os cantos no mundo há um português! Sejam milhares ou poucos. Ora em Banguecoque está um jovem cuja sua profissão é modelo solicitado para exibir roupas nas passarelas. Hélio Martins, natural de Ermezinda, arredores do Porto, foi contratado, depois de exibir roupas e cuecas também, em vários países da  Europa foi contratado, por três meses, por uma agência de modelos de Banguecoque para várias apresentações na cidade dos anjos. Tive conhecimento, de sua presença, há cerca de um mês, pelo Tiago Calisto. Depois de vários contactos que haja tido com o Hélio, só hoje, domingo de Páscoa, foi possível o encontro.

Levei o Hélio Martins ao bairro português de Santa Cruz. Ei-lo na imagem junto a uma mesa que vende queques genuinamente portugueses e confeccionados no bairro há mais de dois séculos. O melhor que se pode mostrar aos portugueses que visitam a Tailândia são os resto da história do que de nosso por este Reino ficou.
Junto à placa que designa o nome do bairro. Já por ali há portugueses a viver, mas valha-nos ao menos o nome.
Pela parte de trás uma casa mais que centenária está pelo bairro abandonado. Uma obra prima de artistas de marcenaria em trabalhos de madeira de teca. Nunca cheguei a saber quem seria o português ou luso descendente que gozou a bela casa. As casas como as pessoas também morrem!
Na igreja portuguesa de Santa Cruz celebrava-se a missa de domingo de Páscoa e o Hélio Martins, atinadinho e católico desejou assitir à cerimónia.
Colocou-se entre os católicos do bairro e tomou a hóstia oferecida pelo prior da paróquia.
A beleza do altar da igreja de Santa Cruz
E depois de celebrada a missa foi  oferecido aos paroquianos chá, café, chocolate e uma mastiga.
Levei o Hélio a minha casa e ver seu correio electrónico recebido no meu computador.Um acidente fez-lhe pifar o seu Ipod.
 E sai depois uma foto junto ao "velhote" para a posteridade. Fomos almoçar os dois, sem perú, a um restaurante junto a minha casa. Em fim a crise económica, também me atingiu e a minha reforma, com licença de merda, não dá para  adquirir um frango no espeto quando mais um PERÚ!
José Martins 

OS TRÊS EMBUSTES DO REGRESSO DE SÓCRATES





KAOS:O Coelhinho de Páscoa




passos coelho feliz pascoa 2013

Deus é Branco?

ESTÁ BEM ESCRITO, VALE A PENA LER ATÉ AO FIM. 


LEIA ESTE INAUDITO ARTIGO DE UM ESCRITOR ANGOLANO. É longo, mas interessante. LER ATÉ AO FIM

Este artigo escrito por um "patrício" angolano de nome Isomar Pedro Gomes. Trago-vos aqui o mesmo texto e vejam a coragem dele para ter publicado isto em Angola.


Há dias a caminho do Hojy-yá-Henda, a bordo (como habitual) de um dos machimbombos da TCUL Viana vila - Cuca, (privilegio este meio de transporte por ser o mais barato e acessível aos pobres para rotas longas, mau grado a  'sardinhada e a catingada'), um dos vários azulinhos que 'palmilham' as nossas estradas, os nossos emblemáticos táxis colectivos, chamou a atenção do público, exibindo no seu 'traseiro' o seguinte dístico; DEUS È
BRANCO, MULATO É ANJO, PRETO È DIABO.
.
Tal dístico é obvio levantou as mais diversas celeumas entre os passageiros do machimbombo e creio entre todos os 'observadores' e transeuntes por onde o dito azulinho (mini mbombó) 'rasgava' o seu 'popó-show'.
.
Raciocinei com os meus botões e os meus botões comigo, as causas que levaram o proprietário do 'popó' ou do 'chauffeur de praça' a mencionar e exibir tal 'desgraçado ou ditoso (?!)' rótulo. Na busca mental das 'causas', não pude deixar de comparar o modo de vida de hoje e o da administração colonial, quando o País e a grossa maioria dos países do continente Africano, era administrado por indivíduos maioritariamente de raça branca, provenientes da Europa, "os tais colonos", poderia Africa ser comparada a um paraíso? A quem diga que sim, e eu não discordo dele!
.
"Colonialismo caiu na lama!" Lembram-se deste célebre estribilho 1974-1977?
.

A JOÌA COLONIAL

Angola, era mundialmente conhecida como a Joia do império Português e exibia majestosa, todos os pergaminhos de tal título, o Quénia a par da Africa do Sul, a joia Africana do império Britânico, Algéria a joia Africana do império Francês e o antigo Congo-Belga a joia do mini-imperio Belga. Tais países Africanos - no contexto do outrora - prosperavam a olhos vistos (a maioria deles encontravam-se ainda na idade da pedra), as respectiva comunidades autóctone idem em aspas, os índices de desenvolvimento humano dos autóctones inegavelmente estavam lenta e seguramente subindo, as obras dos colonialistas ainda perduram pela Africa adentro.
.
Verdade seja dita, o esclavagismo e as guerras de "kwata-kwata" fizeram irremediáveis estragos em África. Mas também não é menos verdade, que a falta de unidade, ambição, irresponsável individualismo e a sempre necessidade de estupida e insanamente guerrearem, fazerem verter sangue (entre nós Africanos), tornaram bem-vinda "la pax romana" isto é promulgado a força do chicote e da bala, pelos Europeus.
.
As então, gerações de jovens africanos instruídos (pelas respectivas franjas ou instituições da administração colonial) organizaram-se politicamente e fizeram soar a acusação de que os Europeus estavam a sugar as riquezas do solo pátrio em benefício exclusivo das nações colonizadoras, desconsiderando totalmente os interesses dos nativos e das colonias, transformando os autóctones em miseráveis na sua própria terra; "eles vieram com a Bíblia, nós tínhamos as terras, no fim eles ficaram com as terras e nós com a "Bíblia" disse Robert Mugabe, nacionalista e guia da libertação do Zimbabwe.
.
Organizaram-se contra o invasor, protestos, revoltas, guerras, chacinas, a história regista que o movimento e actuação dos 'mau-mau' liderado pelo indomável Jomo Keniata, foi um dos mais cruéis de Africa e o que chamou a atenção da comunidade internacional, para a necessidade da urgente descolonização de Africa. Claro a violência gera violência, os resultados hoje fazem parte da história.
.
A resposta colonial a violência nacionalista africana, sempre foi comedida, por exemplo, se a força policial Portuguesa no 4 de Fevereiro e posteriormente no 12 de Março de
1961, respondesse com o mesmo demonismo com que o MPLA 'respondeu' ao chamado Fraccionismo do 27 de Maio 1977, muitos dos actuais dirigentes, não existiriam, e provavelmente não haveria movimentos de libertação, durante muito tempo.
.
 O ÊXODO

Passado cerca de meio seculo, que a maioria dos países Africanos
'arrancaram' na ponta da espingarda a independência das potências colonizadoras (seguindo a lição do camarada Mao Tsé-Tung), se fizermos o balanço, quais foram os ganhos que os respectivos países e povos obtiveram, poucos são os Países Africanos que diremos, saíram indiscutivelmente a ganhar.
.
"Quando é que a independência afinal vai acabar?"- Indagou desesperado/desapontado um septuagenário angolano nos idos anos 78-80, fatigaderrimo da guerra estupida, de tanta crueldade e injustiça praticada pelos seus patrícios (do regime e da oposição), denominados de nacionalistas de primeira água.
.
Poderia Africa ser hoje comparada ao Inferno ou ao Purgatório? Qualquer um deles serve, Paraíso; NUNCA. Pouquíssimos países Africanos (menos do que os dedos de uma mão) podem aproximarem-se a tal eleição.
.
"HOJE até a Bíblia tiraram-nos, e as terras continuam a não pertencer ao povo" - sintetizou Morgan Tchavingirai, descrevendo a desgraçada e extrema penúria do povo zimbabweano, respondendo ao guia imortal ainda vivo, que diz ter ressuscitado mais vezes que o próprio Jesus Cristo. Zimbabwe no período citado por Bob Mugabe, era o celeiro de África, o povo era detentor de um dos mais elevados IDH do continente.

Por exemplo em Angola. Por vezes quando nas datas históricas, oiço e vejo pela TV, indivíduos a mencionarem o que o 'colono nos faziam', sinceramente não sei se, choro de raiva ou se me mato de 'risada', "porque o colono fazia.blá-blá-blá" - dizem eles - hoje faz-se o pior.
.
O colono se fez, quase que o desculpo, é ou foi colono, é branco não é meu irmão de raça, etc., agora quando o meu irmão Angolano, preto como eu, (ex-companheiro da miséria e das ruas da amargura) faz o que viva e denodadamente repudiávamos do colono, esta ultima ação dói muitíssimo mais do que a ação anterior, dilacera e mutila impiedosamente a alma.
.
Por isso, logo após as independências Africanas, verificou-se o segundo êxodo - o primeiro foi dos brancos a abandonarem África - milhões de Africanos, abandonaram com angústia na alma e os olhos arrebitados de descrença a Africa, a maioria arriscando literalmente as suas vidas (o filme continua até aos nossos dias), seguindo os outrora colonos, porque chegaram a conclusão que afinal não é verdade o que apregoa o político Africano; "eles prometeram-nos o paraíso e dão-nos o inferno a dobrar" disse um jovem africano em Lisboa nos anos 78-80 num programa da RTP.
.
Há mais africanos hoje na Europa do que Europeus em Africa, porque?!
.
A JUSTIÇA EUROPEIA

Os Europeus, muitos deles depois de chacinados em Africa pelas revoltas africanas, de regresso aos respectivos países embora destroçados de dor e amargura, receberam de braços abertos muitos dos antigos carrascos, dando-lhes um lar e emprego decente e uma vida digna, que jamais tiveram nos países de origem; Paz e sossego duradouro.
.
O contrario era possível?. Se ainda hoje 37 anos depois do fim da colonização, os dirigentes Angolanos (por exemplo) ainda se desculpam na presença colonial Portuguesa em Angola, para justificar a Pobreza e outros pesares que "estamos com ele" eles não são, nunca serão culpados, mas o colono (37 anos depois), SIM, estou seguro que, quando Angola festejar o 50º aniversário, os dirigentes Angolanos, ainda estarão a rogar pragas ao colono Português.
.
HOJE ouvimos falar de relatos arrepiantes de governação de 'preto-para-preto' em muitos países africanos; Incompetência criminosa, bajulação estupida como doutrina, ganância e egoísmo exacerbado (primeiro eu - sempre), mentira como regra, assassinatos indiscriminados, prisões em massa, inexistência de liberdade de expressão - a 'Bíblia' citado pelo Morgan Tchavingirai. - (inclusive, gritar; "estou com fome" é crime passível de perder a vida.
.
Kamulingue e Kassule, são a prova viva do facto), vida miserável, falta de empregos, corrupção endémica, justiça injusta e totalmente parcial, cadeias (horror samente infernais) a abarrotar de jovens provenientes das classes desfavorecidas, hospitais que mais parecem hospícios, escolas que mais parecem pocilgas etc. etc.
.
O paradoxo, é, se HOJE em África, usufruímos de um bocadinho de liberdade com sabor a vida, é precisamente graças aos Europeus, isto é aos brancos, que desenvolveram uma nova ordem de conduta internacional e instituições internacionais que vigiam sobre o globo incluindo obviamente Africa. 
 .
As sanções internacionais e outras medidas de contenção paira sobre os dirigentes Africanos, e então, estes por sua vez, fingem praticar a democracia, não porque eles gostam da democracia, porque temem o "deus branco e o seu braço punitivo". Porque se dependêssemos totalmente dos governos de "preto-para-preto" seguramente, não seria possível viver, na vasta maioria dos países Africanos.
.
O protótipo Africano da UE (União Europeia) a chamada UA (União Africana) é uma mentira descabida, a UA é uma instituição falida, decrépita, débil e 'estaladiça' (como a bolacha 'chinesa' de água e sal) que ninguém leva a sério, uns poucos países africanos esforçam-se por dar credibilidade a UA e ao continente, houve até quem propusesse a seguinte designação DUA (DesUnião Africana), por exemplo quando teremos um Tribunal Internacional Africano? Se os tribunais da maioria dos Países membros é do "faz de conta", os Africanos instituíram também uma espécie risível de Parlamento Africano, que ações pratica tal PA já desenvolveu em beneficio dos Africanos?
.
A UA é um club de "compadres" velhacos ditadores, egoístas que sonham com Paris, Londres, Estocolmo etc, ao mesmo tempo que transformam os respectivos países em autênticos 'buracos negros'. As independências em Africa foram 'feitas' para algumas centenas de indivíduos africanos, em detrimento de centenas de milhões, cada vez mais miseráveis.
.
Nunca a Europa 'recebeu' tanta riqueza de Africa como após a chamada "independência dos Países Africanos", os novos-ricos africanos, apressam-se a 'esconderem' os produtos da sua criminosa delapidação na Europa para o gaudio dos Europeus, contrariando aquilo que eles próprios evocaram e prescreveram na convocação para a luta de libertação nacional.
.
"Eu ir a Portugal algum dia?.. NUNCA!.. Nem morto!".-
(1980 na idade de ouro do partido único) Disse, erguendo o punho direito bem alto em sinal de sacro-juramento, em pleno comício em Benguela, um dos então carismáticos dirigentes da "Revolução Angolana" que prescindo de citar o nome, hoje ele próprio, não só é frequentador assíduo e brioso de Portugal e "empresário português" como também é o orgulhoso presidente de uma agremiação desportiva portuguesa em Angola.
.
Quase meio século depois, podemos dizer que o IDH dos povos africanos subiu ou regrediu? Somos melhores tratados hoje pelos nossos irmãos dirigentes? Os ideais que nortearam a luta de libertação colonial ainda estão vivos e recomendam-se? Muitos dos nossos jovens usam orgulhosamente tecnologia de ponta os ipod, 'aichatissa' e 'ipad' fazem a banga da juventude, mas o meio que lhes rodeia é nauseabundo e desolador. O Stress agudo e o AVC matam tanto quanto a malária.
.
FILANTROPOS DA HUMANIDADE

A mais recente iniciativa de alguns dos milionários do planeta, comoveu muita gente. Há algum Africano entre os homens que protagonizaram tal feliz iniciativa? Todos eles (os citados filantropos) são homens que dedicaram a maior parte da sua vida na produção de riqueza, não o 'tiraram' de algum saco azul, nem tão pouco delapidaram o erário público nacional, mas, sentiram-se na necessidade de "repartir com o necessitado" de todo o mundo.
.
Ontem, os milionários Africanos orgulhavam-se de 'aparecerem' na revista forbes e congéneres, hoje face a iniciativa acima mencionada, publicam como que envergonhados; "não somos milionários" chegam ao ponto alguns de dizerem que o que têm é produto do salário.
.
AFRICA DO SUL

Fiquei arrepiado com as imagens da actuação da polícia Sul-Africana em Dobsonville (será esta a cidade?!) que vitimou o jovem moçambicano Mido Macia (MM), na flor da sua juventude (27 anos). Imagens próprias de uma 'cena' do Faroeste no seculo XIX ou da era do Drácula no país da Draculândia.
.
Quando vivi na Africa do Sul, tinha um medo atroz e justificado da polícia Sul-africana, principalmente dos pretos. A maioria do polícia Sul-africano preto chega a ser muito mais impiedoso e selvático que o mais impiedoso policia Sul-Africano branco. O polícia preto (na sua maioria) é absolutamente xenófobo, perverso, contra a lei, corrupto e desalmado.
.
O policia branco, estou certo não faria tal coisa, e muito menos os
tais policiais pretos fariam isso se MM fosse branco.
.
A xenofobia na Africa do Sul, é extremamente incentivada e alimentada pela polícia Sul-africana e é planificada nas esquadras de polícia, um dia hei-de descrever as minhas experiencias com a corporação policial daquele País, que apesar dos pesares amo muito sinceramente.
.
Fizeram certamente Nelson Mandela, banhar-se em lágrimas. O único Preto que chegou aos patamares dos 'deuses'.
.
AFINAL QUEM CAIU NA LAMA?

Há em algum país da Europa, a amálgama descriminada e promiscua, esgoto a  céu aberto, suja e podre de 'bairros' que vimos e vemos principalmente nas periferias das capitais Africanas (quase todas elas) principalmente dos chamados; País Especial.
.
Os dirigentes Africanos, nem conseguem combater eficazmente o mosquito, causa do paludismo e malária que dizima á meio século, diariamente milhares de almas (principalmente crianças) pelo continente adentro, as doenças diarreicas (produto da falta de sanidade básica) faz de igual modo uma 'ceifa' aterradora. Doenças que o colono quase já tinha debelado como a mosca do sono, ameaçam 'engolir' povos inteiros.
.
Tudo isso acontece perante a pecaminosa insensibilidade de um grupinho de "iluminados africanos" (abençoados pelas igrejas) que preferem comprarem castelos de milhões de Euros na Europa e em orgias depravadas (preferem dar de comer os cães), do que ajudar os seus irmãos, que não lhes pede mais do que apenas: BOA GOVERNAÇÃO. Gerirem o erário público para o bem de TODOS e da nação.
.
E há quem tem o desplante de vir a público protagonizar uma perversa peça teatral, choramingando; "O colono blá-blá-blá".
.
Quanto ao anjo, prefiro não comentar. Deus é Branco?.. Até posso aceitar, porem de uma coisa estou certo, preto, é que não é de certeza ABSOLUTA!