Translator

quinta-feira, 11 de julho de 2013

As capas dos jornais e as principais notícias de Sexta-feira, 12 de Julho de 2013.



Capa do Correio da Manhã Correio da Manhã

Luís Vital Procuna afasta-se da arena
Alcácer do Sal: Encontrada sepultura de mulher com 8 mil anos
Braga: Juiz pede solidariedade
Apanha proibida de bivalves
Polícia atropelado
Brasil: Médicos com tudo pago
Loulé: Turista ferido por onda

Capa do Público Público

Tiroteio no Porto leva alegado envolvido em violência doméstica para o hospital
Cavaco surpreendeu gestores e economistas
PS disponível para o diálogo mas não para apoiar qualquer governo sem eleições
Ferreira Leita diz que PSD nunca aceitaria que o CDS ficasse com a parte de leão do Governo
PCP anuncia decisão do MP que considera “ilegítima” postura de Câmara do Porto sobre propaganda
PCP defende a renegociação da dívida com troika
Governo dos Açores recua e mantém apoios ao ensino particular e cooperativo

Capa do Diário de Notícias Diário de Notícias

Prova de morte
À maneira do doutor Chavetas
FNAM lamenta que médicos se sintam tentados a emigrar
Motociclista morre em colisão com carro
Autoridades ambientais confirmam abundância de microalgas nas praias de Carcavelos e Torre
Jardim coloca Madeira "à disposição" da América Latina
Juiz apela às marcas para não destruir roupa contrafeita

Capa do Jornal de Notícias Jornal de Notícias

Sporting recebe notificação judicial de Bruma a dizer que é um jogador livre
Eanes é o trunfo para mediar compromisso
Mulher mostra fotos de recém-nascido com 19 semanas
Subsídio de 12 euros para barbeiro exigido na Carris
PS insiste em solução com "todas as forças políticas com representação parlamentar"
Cidades brasileiras com novos protestos de rua após bloqueios de autoestradas
Juiz apela às marcas para que não se destrua material contrafeito

Capa do i i

Capa do Diário Económico Diário Económico

As saídas de Belém
As saídas do labirinto de Cavaco Silva
Cavaco queria a irlandesa… saiu-lhe a grega
Troika apanhada de surpresa por Cavaco e quer solução rápida
Estado da Nação em debate com Governo
Empresários entendem Cavaco, mas não acreditam
Passos e Seguro já estão a tentar acordo de salvação nacional

Capa do Jornal Negócios Jornal Negócios

S&P coloca "rating" da Irlanda sob perspectiva "positiva"
Ferreira Leite diz que PSD não aceitaria coligação em que o CDS-PP "fosse a parte forte"
PCP defende a renegociação da dívida
BE: Maioria quer "esconder cortes draconianos" com autárquicas à vista
Santander Totta eleito "Melhor Banco em Portugal" pela revista Euromoney
Governo adequa prazos de execução de obras para minimizar crise
Sonae Sierra levou grupo de retalhistas à Argélia para vender três "shoppings"

Capa do Oje Oje

Aeroportos da Madeira sob gestão da ANA
easyJet tem aval para ampliar frota
Rolls-Royce aposta na navegação de carga
Cosco triplica prejuízo líquido no semestre
Turquia é porta de entrada e parceiro global de negócios para as empresas portuguesas
Construir o futuro com energia renovável
Câmara de Comércio dinamiza expansão de empresas para a Turquia

Capa do Destak Destak

Polícia timorense vai cumprir decisão do governo de impedir artes marciais
Taiwan em alerta com a aproximação do tufão Soulik
Famílias numerosas apresentam hoje impugnação de tarifários de água
Amnistia Internacional prevê clima de restrições durante eleições no Zimbabué
Pelo menos cinco mortos em motins numa prisão indonésia
Governo timorense cria nova Comissão Nacional de Combate ao VIH-SIDA
Washington diz haver "consenso forte" com Pequim sobre a Coreia do Norte

Capa do A Bola A Bola

SAD quer renovar com David Addy
Sandro Lima no ataque
Nélson entra na agenda
Benfica cede Ivan Cavaleiro
Cardozo esperado até domingo
Ricardo Neves é reforço para a baliza
Keita ´decide´ empréstimo

Capa do Record Record

Internacionalização é o próximo passo
Sucessor de Montero quase foi... leão
Ghilas perdeu no primeiro desempate
Dragões dançam aos pares
Seleções jovens presentes em Ostrava
Garay em espera
Renovação de Addy prioritária

Capa do O Jogo O Jogo

Ivo Oliveira em destaque
TAS rejeita providência cautelar do Rayo Vallecano
Escolas do Barcelona: os melhores golos da época
Alemanha com nulo inesperado
Bruma: contrato é até 2014
Miguel Lopes apresentado no Lyon
Moutinho e o regresso aos treinos

A Frase



É uma jogada de alto risco de um homem que nunca faz jogadas de alto risco. Político. E financeiro. E que só faz sentido porque Cavaco não acredita neste "novo" Governo comandado por Portas e desmandado por Passos. Isto pode correr muito bem ou muito mal. Os próximos dias dirão se Cavaco desceu à Terra ou aterrou em Marte. (...) Um Governo de Salvação Nacional seria uma boa solução. Mas as condições para fazê-lo parecem tão impossíveis que podemos apenas estar a assistir à mesma peça surrealista das últimas semanas. Cavaco pode sair disto como o salvador daqui. Ou Dalí.
Pedro Santos Guerreiro, Jornal de Negócios

MANIFESTAÇÃO NA ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA

Clique na imagem para o video


Manifestantes aos gritos interromperam os trabalhos da Assembleia da República. Um protesto de mais de cinco minutos de Funcionários Públicos e sindicalistas que exigiam a demissão do Governo. A Presidente da Assembleia da República não escondeu a irritação e admite rever agora as regras de acesso às galerias do parlamento.

KAOS:O dia após o discurso de Sua Exª o Sr. Silva de Boliqueime ( a múmia para os amigos)


EÇA EM 1867


O Mundo em 2030--Artigo publicado no "Le Monde"





O Mundo em 2030
Documento elaborado pela CIA, de  quatro em quatro anos, no início de cada novo mandato presidencial nos Estados Unidos, e que Barack Obama recebeu ao tomar posse do seu segundo mandato, tem o título 'Global Trends 2030 - Alternative Worlds' (Tendências mundiais 2030: novos mundos possíveis). Que nos diz? A principal constatação é: o declínio do Ocidente.

Ignacio Ramonet
Data: 12/05/2013
De quatro em quatro anos, no início de cada novo mandato presidencial nos Estados Unidos, o National Intelligence Council (NIC), o departamento de análise e antecipação geopolítica e econômica da Central Intelligence Agency (CIA) publica um relatório que se converte   automaticamente numa referência para todas as chancelarias do mundo.
 
Ainda que obviamente se trate de uma visão muito parcial (a de Washington), elaborada por uma agência, a CIA, cuja principal missão é defender os interesses dos Estados Unidos, o relatório estratégico do NIC apresenta uma indiscutível utilidade porque resulta de uma posição conjunta – revista por todas as agências de segurança dos Estados Unidos – de estudos elaborados por peritos independentes de várias universidades e de muitos outros países (Europa, China, Índia, África, América Latina, mundo árabe-muçulmano etc.).
.
O documento confidencial que o presidente Barack Obama
encontrou na sua mesa de trabalho na Casa Branca no passado dia 21 de janeiro, ao tomar posse do seu segundo mandato, foi publicado com o título: Global Trends 2030 - Alternative Worlds (Tendências mundiais 2030: novos mundos possíveis). Que nos diz? A principal constatação é: o declínio do Ocidente. Pela primeira vez desde o século XV, os países ocidentais estão a perder poder face à subida das novas potências emergentes. 
.
Começa a fase final de um ciclo de cinco séculos de dominação ocidental do mundo. Ainda que os Estados Unidos continuem a ser uma das principais potências planetárias, perderão a sua hegemonia econômica a favor da China . E já não exercerá a sua “hegemonia militar solitária” como o faz desde o fim da Guerra Fria (1989). 
.
Caminhamos para um mundo multipolar no qual novos atores ( China , Índia, Brasil, Rússia, África do Sul) têm como vocação constituir sólidos polos continentais e disputar a supremacia internacional a Washington e aos seus aliados históricos (Japão, Alemanha, Reino Unido, França).
.
Para ter uma ideia da importância e da rapidez da decadência
ocidental que se avizinha, basta assinalar estes dados: a parte dos países ocidentais na economia mundial vai passar dos atuais 56% para cerca de 25% em 2030... 
.
Ou seja, em menos de vinte anos, o Ocidente perderá mais de metade da sua preponderância econômica... Uma das principais consequências disto é que os Estados Unidos e os seus aliados já não terão provavelmente os meios financeiros para assumir o papel de polícias do mundo... 
.
De tal modo que esta mudança estrutural (somada à profunda crise econômico-financeira atual) poderá conseguir o que nem a União Soviética nem a Al Qaeda conseguiram: debilitar durante muito tempo o Ocidente. Segundo este relatório, a crise na Europa durará pelo menos um decênio, isto é, até 2023... 
.
E, sempre segundo este documento da CIA, não é seguro que a União Europeia consiga manter a sua coesão. Enquanto isso, se confirma a emergência da China como a segunda economia mundial e com vocação para se converter na primeira. 
.
Ao mesmo tempo, os demais países do grupo chamado BRICS (Brasil, Rússia, Índia e África do Sul) instalam-se em segunda linha competindo diretamente com os antigos impérios dominantes do grupo JAFRU (Japão, Alemanha, França, Reino Unido).
.
Em terceira linha, aparecem agora uma série de potências intermédias, com demografias em alta e fortes taxas de crescimento econômico, chamadas a se converter também em polos hegemônicos regionais e com tendência a se transformar num grupo de influência mundial, o CINETV (Colômbia, Indonésia, Nigéria, Etiópia, Turquia, Vietnã).
.
Mas de hoje a 2030, no Novo Sistema Internacional, algumas das maiores coletividades do mundo já não serão países, mas comunidades congregadas evinculadas entre si pela internet e pelas redes sociais. 

Por exemplo, ‘Facebooklândia’: mais de um bilhão de usuários... Ou ‘Twitterlândia’, mais de 800 milhões... Cuja influência, na “guerra dos tronos” da geopolítica mundial, poderá revelar-se decisiva. As estruturas de poder esmaecer-se-ão graças ao acesso universal à rede e ao uso de novas ferramentas digitais.
.
A este respeito, o relatório da CIA anuncia aparecimento de
tensões entre os cidadãos e alguns governos numa dinâmica que vários sociólogos qualificam de ‘pós-políticas’ ou ‘pós-democráticas’... Por um lado, a generalização do acesso à rede e a universalização do uso das novas tecnologias permitirão à cidadania atingir altas quotas de liberdade e desafiar os seus representantes políticos ( como durante as primaveras árabes ou na crise dos “indignados”). 
.
Mas, ao mesmo tempo, segundo os autores do relatório, estas mesmas ferramentas eletrônicas proporcionarão aos governos “uma capacidade sem precedentes para vigiar os seus cidadãos”. “A tecnologia – acrescentam os analistas de Global Trends 2030
 
– continuará a ser o grande nivelador, e os futuros magnatas da internet, como poderá ser o caso do Google e do Facebook, possuem montanhas de bases de dados, e manejam em tempo real muito mais informação que qualquer governo”. Por isso, a CIA recomenda à administração dos Estados Unidos que faça frente a essaameaça eventual das grandes corporações da internet ativando o Special Collection Service, um serviço de espionagem ultra-secreto – administrado conjuntamente pela NSA (National Security Service) e o SCE (Service Cryptologic Elements) das Forças Armadas – especializado na captação clandestina de informações de origem eletromagnética. 

O perigo de que um grupo de empresas privadas controle toda essa massa de dados reside, principalmente, em que poderia condicionar o comportamento em grande escala da população mundial e inclusive das entidades governamentais. Também se teme que o terrorismo jihadista seja substituído por um ciberterrorismo ainda mais surpreendente.
.
A CIA toma tão a sério este novo tipo de ameaças que, eventualmente, o declínio dos Estados Unidos não terá sido provocado por uma causa externa, mas por uma crise interna: o colapso econômico ocorrido a partir de 2008. O relatório insiste em que a geopolítica de hoje deve interessar-se por novos fenômenos que não possuem forçosamente um carácter militar. 
.
Pois, ainda que as ameaças militares não tenham desaparecido (veja-se as intimidações armadas contra a Síria ou a recente atitude da Coreia do Norte e o seu anúncio de um possível uso de armas nucleares), os perigos principais que ocorrem hoje nas nossas sociedades são de ordem não militar: mudança climática, conflitos econômicos, crime organizado, guerras eletrônicas, esgotamento dos recursos naturais... Sobre este último aspeto, o relatório indica que um dos recursos que mais aceleradamente se está a esgotar é a água doce. 
 .
Em 2030, cerca de 60% da população mundial terá problemas de abastecimento de água, dando lugar ao aparecimento de “conflitos hídricos”... Quanto ao fim dos hidrocarbonetos, a CIA mostra-se, pelo contrário, bem mais otimista que os ecologistas. Graças às novas técnicas de fraturação hidráulica, a exploração do petróleo e do gás de xisto está a atingir níveis excecionais. 
.
Os Estados Unidos já são autossuficientes em gás, e em 2030 sê-lo-ão em petróleo, o que embaratece os seus custos de produção manufatureira e exorta à relocalização das suas indústrias. 
.
Mas se os Estados Unidos – principal importador atual de hidrocarbonetos– deixar de importar petróleo, é de prever que os preços caiam significativamente. Quais serão então as consequências para os atuais países exportadores? No mundo para que vamos, cerca de 60% das pessoas viverão, pela primeira vez na história da humanidade, nas cidades. 
.
E, como consequência da redução acelerada da pobreza, as classes médias serão dominantes e triplicar-se-ão, passando de 1.000 para 3.000 milhões de pessoas. Isto, que em si é uma revolução colossal, acarretará como sequela, entre outros efeitos, uma mudança geral nos hábitos culinários e, em particular, um aumento do consumo de carne à escala planetária. O que agravará a crise ambiental. 
.
Porque multiplicar-se-á a criação de gado, de porcos e de aves; e isso supõe um aumento do gasto de água (para produzir alimentos), de pastos, de adubos e de energia, com repercussões negativas em termos do efeito de estufa e do aquecimento global...
.
O informe da CIA anuncia também que, em 2030, os habitantes do planeta serão 8.400 milhões, mas o aumento demográfico cessará em todos os continentes menos em África, com o consequente envelhecimento geral da população mundial. 
.
Pelo contrário, o vínculo entre o ser humano e as tecnologias de prótese acelerará a criação de novas gerações de robôs e o aparecimento de super-homens” capazes de proezas físicas e intelectuais inéditas. O futuro é poucas vezes previsível. Não é por isso que há que deixar de o imaginar em termos de prospetiva, preparando-nos para atuar perante diversas circunstâncias possíveis, das quais uma só se produzirá. 
.
Ainda que já tenhamos advertido que a CIA tem o seu próprio ponto de vista subjetivo sobre a marcha do mundo, condicionado pelo prisma da defesa dos interesses norte-americanos, o seu relatório tetranual não deixa de constituir uma ferramenta extremamente útil. A sua leitura ajuda-nos a tomar consciência das rápidas evoluções em curso e a refletir sobre a possibilidade de cada um de nós para intervir e para fixar o rumo. Para construir um futuro mais justo.
.
Artigo de Ignacio Ramonet, publicado em Le Monde Diplomatiqueem espanhol e disponível em monde-diplomatique.es .
Tradução de Carlos Santos para
esquerda.net
JD -

50 centimos há 40 anos




Ainda na linha dos anos 70… sem saudosismo! (mas com saudades da expectativa de, no início de cada ano, ter 1 escudo de aumento no subsídio de refeição!!!) 
Não vale a pena entrar em depressão… isso ainda fica mais caro…
Lembram-se da velhinha nota de 100$00?
Então recordem-se do que se podia fazer com ela há 40 anos...
Comíamos um frango de churrasco no Bom Jardim     20$00
Víamos uma matinée no Cinema S. Jorge (Música no Coração) 10$00
Bebíamos 2 ginginhas no Rossio 3$00

Comíamos 2 sandes de presunto no Solar dos Presuntos 6$00
Jantar no Parque Mayer (Sardinhas Assadas)               17$50
Assistíamos a uma Revista à Portuguesa no Parque    16$00
Telefone para dizer que tínhamos perdido o último barco 1$00
Dormir numa pensão com pequeno-almoço incluído               25$00
O resto da nota dava para ir de carro eléctrico                       1$50
 
Total 100$00
Hoje... 100$00 são 50 cêntimos e dá para uma simpática(?) e pequena gorjeta!

   
VEJA BEM  A  PORCARIA  DE  MOEDA  QUE  ESTA  UNIÃO  EUROPEI NOS  ARRANJOU !!!

O economista chinês tem alguma razão, não toda a razão,mas o que diz dá que pensar.



 Não estão contabilizadas quais são as condições de produção e de quem trabalha na China, Índia e outros “emergentes”, da zona? Vale tudo para enriquecer e produzir, mesmo explorar desumanamente as pessoas?
Algum de nós gostaria de aí, ser um assalariado?
Tem que haver bom senso e equilíbrio, no Ocidente e no Oriente e há que olhar primeiro, à luz destes princípios para a nossa realidade...
Aqui reside de facto o problema, que a globalização trouxe e não sabe resolver
Um abraço amigo do
Vizela Cardoso

2013 ano da motivação..


O fotógrafo canadiano Patrice Laroche certamente não vai ter problemas para explicar a seus filhos como nascem os bebés.
Durante a gravidez da sua esposa Sandra, o artista criou uma série de fotos explicativas intituladas "Como Fazer Um Bebé".

O casal realizou o seu projecto durante toda a gravidez, com as fotos exactamente no mesmo lugar.                     
 

E assim acaba a aventura de um emigrante que sonhou ser possível mudar Portugal


Santos Pereira
Santos Pereira

Álvaro Santos Pereira chegou ao governo sem padrinhos do PSD ou do CDS. Agora sabe que a economia real, a sério, é uma miragem neste país
.
A remodelação do governo, em curso, que ficará fechada a meio da semana se Cavaco Silva aceitar o novo acordo sólido e "irrevogável" proposto por Passos Coelho e Paulo Portas até 2015, deixará pelo caminho Álvaro Santos Pereira, ministro da Economia e Emprego. 
.
É fácil, é barato e não provocará o rasgar de vestes de ninguém. Independente a sério, sem clientelas do PSD ou do CDS, emigrante no Canadá, aterrou em Lisboa com uma bagagem cheia de sonhos. Sonhos que passavam por muita mudança na economia, na real, na que implica mercado, concorrência, regras de jogo transparentes e iguais para todos, e um Estado regulador, facilitador e afastado de empresas e negócios.
.
Álvaro Santos Pereira devia ter pedido a demissão logo que percebeu que neste país de doutores e aspirantes a doutores é um pecado mortal alguém ter a ousadia de pedir com humildade que o tratem por Álvaro.
.
Álvaro Santos Pereira devia ter pedido a demissão logo que percebeu que neste país em que o mercado é uma ficção e a concorrência um crime sem perdão, cortar as rendas excessivas na energia, leia-se na EDP, e nas poderosas PPP que tanto dinheiro deram e dão a ganhar a construtores civis, bancos, consultores financeiros, escritórios de advogados e partidos políticos do arco da governação é um suicídio político. Álvaro ficou e deixou sair o seu secretário de Estado da Energia, expulso do paraíso por quem manda de facto no país.
.
Álvaro Santos Pereira devia ter pedido a demissão quando quis combater a burocracia do Estado, que começa nos gabinetes do poder, passa pelas direcções- -gerais, institutos, agências do ambiente, comissões de coordenação regional e acaba no mundo autárquico e percebeu que era um combate desigual, impossível de vencer num país em que o Estado foi há muito aprisionado pelos partidos que assim controlam os investimentos, os negócios e os empresários. E quando percebeu que a burocracia é o ganha pão de milhões e o fermento da corrupção que grassa no país.
.
Álvaro Santos Pereira devia ter pedido a demissão quando percebeu que os parceiros da concertação social vivem há anos à sombra do Estado e das migalhas que caem da mesa do orçamento. Odeiam o risco, o investimento e qualquer sinal de mudança é motivo para escândalo e pedidos lancinantes de intervenção de poderes supremos que ponham na ordem quem quer mexer e agitar as águas do pântano há muito instalado.
.
Álvaro Santos Pereira devia ter pedido a demissão quando percebeu que falar em Portugal de reindustrialização, crescimento económico e investimento é motivo de escárnio e maldizer. 
.
Álvaro Santos Pereira devia ter percebido que em Portugal um bom ministro da Economia é o que dá negócios aos empresários do regime e os protege de qualquer tipo de concorrência. Dois anos depois de ter chegado do Canadá, 
.
Álvaro Santos Pereira está de saída do governo sem que uma luminária empresarial ou política do regime verta uma lágrima por este professor de Economia.
.
Álvaro Santos Pereira sai do governo e nos obituários políticos do costume vai aparecer a história do Álvaro, dos pastéis de nata e da omissão imperdoável de um ministro ter estado dois anos no governo sem ter decretado, com a devida solenidade, que a economia portuguesa ia crescer por vontade do governo e do Estado.

Andou muito até à Bairrada

Andou muito até à Bairrada

 
SERÁ VERDADE??DESGRAÇADO  PAÍS  QUE NEM PORCOS JÁ
CONSEGUE  PRODUZIR !!!!
Já nem no leitão se pode confiar,... M.Moura e Sá

NICOLAU SANTOS ESCREVE


KAOS:Afinal o que disse o Silva?




cavaco silva caixote na cabeca
Confesso que o Sr. Silve me surpreendeu com o seu discurso, ou no fim talvez não. Esperava que em nome da estabilidade e dos mercados viesse anunciar que o actual governo tinha toda a legitimidade para governar. Surpreendentemente veio atirar achas para a crise governativa ao recusar a proposta feita pelo PSD/CDS e ao exigir a presença do PS num futuro governo que, como todos já sabem, lhe vai fazer um manguito. PS no governo só com eleições e promete-las para Julho de 2014 não satisfaz. Então onde pode isto acabar? Recusa eleições, a sua proposta não tem pernas para andar pelo que só lhe resta manter em funções o actual governo no qual já mostrou não ter a sua confiança. Dai talvez a surpresa não ser assim tão grande e ter sido uma forma de mais uma vez, qual Pilatos,  lavar as mãos das suas responsabilidades. Tentou a união e foi recusada e assim teve de aceitar um governo que não queria. Livra-se da imagem que o colava ao governo do Passos Coelho e demarca-se do novo do Paulo Portas assim como da responsabilidade quando o verdadeiro pesadelo das contas públicas for revelado e o segundo resgate obrigatório.
O que lhe pode correr mal? O Coelho ou o Paulo fazerem uma birra e baterem com a Porta. Ai, seria inevitável eleições e a crise que tanto dizia querer evitar estaria instalada de vez. Nessa altura estaria enterrado, não até aos tomates que nunca mostrou ter, mas até à ponta do nariz que não pára de lhe crescer.

KAOS:Comunicação ao país de sua Exº o Sr. Silva



cavaco silva durao barroso angela merkel christine lagarde comunicacao pais

As capas dos jornais e as principais notícias de Quinta-feira, 11 de Julho de 2013.



Capa do Correio da Manhã Correio da Manhã

Cavaco quer salvação nacional entre PSD, CDS e PS
Há 100 anos registou-se a temperatura mais alta de sempre
Peixe morto retirado
Queda mata turista
S. Tirso: Morre em choque frontal
"Trabalho escravo"
Burlas: Seis ficam na cadeia

Capa do Público Público

Chave do Concurso 55/2013 do Totoloto
Nova aplicação para smartphone detecta terramotos
Oposição de Lisboa aplaude recuo na concessão do Pavilhão Carlos Lopes
Uruguai junta-se à França na final do Mundial sub-20
PS não aceita apoiar Governo sem eleições
Agências noticiosas com interpretações divergentes do discurso de Cavaco
Suspeito da autoria de atentado de Boston declara-se inocente

Capa do Diário de Notícias Diário de Notícias

Homem esfaqueado por cadastrado que tentava acalmar
Remodelação ignorada e Governo a prazo
O solitário copo de Belém que diz tanto...
Ministério Público arquivou processo a 230 arguidos
"Invasão" de colónias de férias são a grande preocupação das autoridades
Casas evacuadas em aldeias ameaçadas pelo fogo
Praia da Torre, Oeiras, sob vigilância mas sem queixas de banhistas

Capa do Jornal de Notícias Jornal de Notícias

Pilotos avião acidentado nos EUA disseram para passageiros ficarem nos lugares
Segurança Social vai apoiar gémeas que perderam cadeiras elétricas em incêndio
Caminha torna-se na mecadas cervejas artesanais
Sem-abrigo têm formação para serem guias turísticos
Confira a chave do concurso do Totoloto
População de Torre de Moncorvo teme avanço das chamas durante a noite
António José Seguro cancela presença em iniciativa autárquica

Capa do i i

Capa do Diário Económico Diário Económico

É pior a emenda do que o soneto
Ministros do Estado de sítio
Uma aberração democrática
Cavaco agrava crise política
Os três pilares do acordo promovido pelo Presidente
Partidos do arco do poder com reservas ao acordo
Crise política atinge país quando já se vêem sinais tímidos de recuperação

Capa do Jornal Negócios Jornal Negócios

Jean-Claude Juncker: O "último dinossauro" da UE
Jean-Claude Juncker demite-se de primeiro-ministro do Luxemburgo
Pedro Saraiva: Ligação ferroviária entre Aveiro e Salamanca é "imperativa"
Cavaco rejeita remodelação e reclama acordo com PS
Fundos de acções nacionais ainda pagam factura da demissão de Portas
Transportes: tarefa inadiável e novo ciclo
Uma questão de estômago

Capa do Oje Oje

Fiat ameaça produzir Alfa fora de Itália
Vendas de ligeiros na China crescem 9,3% com campanhas de descontos
Royal Mail disperso em Bolsa este ano
Burberry vende mais com procura na Ásia e Américas
João Carriço: "O e-commerce é uma oportunidade para sermos mais que um distribuidor"
Retiro dos famosos e cenário de 007 à venda
Requalificado Hotel Praia já está a funcionar

Capa do Destak Destak

Município de Pequim quer "usar Macau como plataforma" para os países lusófonos
EUA pressionam Pequim a acabar com "roubos" através da pirataria informática
Austrália regista em junho a maior taxa de desemprego desde 2009
Movimento civil sai hoje à rua em Washington em defesa de Snowden
Austrália anuncia apoio aos deslocados pela violência na Birmânia
Mark Silveira (PS) quer "novo rumo" para S. Roque do Pico
Fogos nos distritos de Bragança e Guarda mantêm-se ativos

Capa do A Bola A Bola

Azuis recusam cedência de Pelé
Diogo Figueiras deve mudar-se para o Sevilha
Suk no Al-Ahli de Vítor Pereira
Negociações com Racing por Fariña seguem hoje
Bruno Cortez chega à Luz por empréstimo
Bastos no Rostov da Rússia
Jogadores em greve

Capa do Record Record

Manuel Correia: «Personalidade forte»
Mãe de Mangala disse presente
Suk marca de manhã e sai à tarde
Mário Palma: «Estabilidade voltou à Seleção Nacional»
Bueno desejado no eixo do ataque
O doutor Bebiano que já foi só Bio
Alex promovido por Rui Vitória

Capa do O Jogo O Jogo

Bernard marca na Taça dos Libertadores
City não desiste de Pepe
O vídeo que promove o tour do Arsenal pela Ásia
David Caiado conquista Supertaça da Bulgária
"É estranho ter um novo treinador"
Mossoró: "Querem ganhar um título nacional"
Chave do sorteio do Totoloto Nº 055/2013