Translator

segunda-feira, 12 de agosto de 2013

"O "CHIQUINHO" ERVAS E O SORRISO FALSO"

Francisco Louçã, o Cónego Melo e a Morte do Padre Max: Um Pequeno Esclarecimento Histórico



Nos últimos dias, reacendeu-se a polémica em torno do cónego Melo, devido à estátua recentemente inaugurada em Braga.[1]
Ora bem, guerra é guerra e que eu saiba, na guerra morrem pessoas, certo? Muito bem.
Durante o verão quente de 1975 a esquerda e a direita andavam a degladiar-se em Portugal pela tomada do poder. Tínhamos em mãos uma mini guerra-civil de contornos ideológicos, o padre Max juntou-se à esquerda e o cónego Melo à direita. Depois começou a "caça"...
Ao radicalismo fanático e totalitário da extrema-esquerda, o cónego Melo respondeu com bombas e não há dúvidas de que ele teve um papel fundamental na derrota do Comunismo no norte do país. Sem as bombas do cónego Melo, talvez hoje estivessemos todos a viver numa Cuba versão lusitana, mas parece que poucos se lembram disto...
Por sua vez, a extrema-esquerda respondeu com prisões políticas, tortura e intimidação para fazer a revolução "democrática" avançar. Os "amanhãs que cantam" estavam a ser construídos ao pontapé e à chapada. A direita, apoiada pela Igreja Católica e pelo general Spínola, respondeu à bomba e lenta mas firmemente conseguiu quebrar a resistência comunista no norte que na prática nunca passou de um "tigre de papel". O povo do norte, farto da demência revolucionária, encarregou-se de "limpar os restos" da resistência vermelha e é a ele que os portugueses hoje podem e devem de agradecer por não estarem a viver numa Cuba versão lusitana.
Pelo meio, morreu o padre Max, vitimado por um "acidente de trabalho" ao qual todos os revolucionários estão sujeitos. O padre Max sabia os riscos que corria ao andar de mãos dadas com a extrema-esquerda, da mesma forma que o cónego Melo sabia que se a extrema-esquerda vencesse, ele provávelmente teria de fugir ou enfrentar um pelotão de fuzilamento marxista. Cada um dos participantes desta loucura sabia os riscos que corriam. 
No fim e para resumir, o cónego Melo, a direita e a esquerda moderadas venceram, a extrema-esquerda perdeu. É simples.
Agora o que não é simples, nem limpo, nem justo, é o Dr. Francisco Louçã aparecer com um sorriso falso e hipócrita na televisão a fazer-se passar por "democrata". Mas quem é que esse marxista pensa que anda a enganar? Será que ele realmente acha que os portugueses são assim tão estúpidos?
O Dr. Louçã fala nas "pessoas que sofreram com o cónego Melo". Pois, sim, claro, quando os soldados do exército vermelho sob o comando de Leon Trotsky, violavam, massacravam e usavam armas químicas contra civis durante a Revolução Russa, aí nunca houve "pessoas que sofreram"...
Quando Leon Trotsky levou a cabo os massacres de Kronstadt e de Tambov, aí também não houve "pessoas que sofreram" de acordo com a versão da história branqueada pela extrema-esquerda..
Por Júpiter, como diriam os antigos romanos, se a falta de vergonha desta gente fossem relâmpagos, já tinham caído todos fulminados!
Já que o Dr. Francisco Louçã está tão preocupado com as vítimas do "terror", então que tal ele se deslocar à Colômbia para visitar os milhares de colombianos que nas últimas décadas foram mutilados pelas bombas das FARC? O Bloco de Esquerda, que demonstra tanta preocupação com o "sofrimento das pessoas", podia fazer uma doação para apoiar as crianças colombianas que graças às FARC perderam as pernas e serão umas mutiladas para o resto das suas vidas. Talvez o Bloco de Esquerda pudesse preocupar-se com isto, ao invés de se andar a preocupar com uma estátua de metal frio que não faz mal a ninguém.
Para que o leitor saiba e fique aqui registado, conheço muitas pessoas que viveram esses tempos conturbados e posso garantir que a "democracia" era algo que nunca esteve, nem está nos planos da extrema-esquerda.
Conheço quem tenha sido espancado e ainda hoje exibe as marcas no corpo, outros que foram intimidados e outros ainda que tiveram bens destruídos e confiscados por esses grandes revolucionários "democratas" da extrema-esquerda. 
Portanto e para concluir, pois não estou para perder mais tempo com isto, esta gente que não me venha de nariz empinado e língua afiada falar em "democracia", pois a "democracia" deles sei eu bem qual é...
Estão chateados? Fumem um charro que isso passa...
Notas:
[1] - SILVA, Samuel - Manifestantes Prometem Voltar Enquanto a Estátua do Cónego Melo Permanecer em Braga. Público. Link: http://www.publico.pt/local/noticia/manifestantes-prometem-voltar-enquanto-a-estatua-do-conego-melo-permanecer-em-braga-1602930
João José Horta Nobre,
Licenciado em História pela Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra
13 de Agosto de 2013

Casca-lhes Alberto que me tens por perto


A mim, travestido de Cícero só me ocorre: “quousque tandem odiosus Cuniculus abuteris patientia nostra?”  
.
Governo que só corta em pensionista e funcionário é chupista e ordinário, é classista e salafrário é fascista e sectário.
Entraste, mansinho e furtivo, em S. Bento.
 Mas foste  muito assertivo   a prometer o contrário do que tens feito.
 Ainda assim, percebendo que doutra forma não corríamos com o desastroso zé trocas,  nós  mostrámos querer ajudar-te  a tapar buracos que outros abriram.  

Mas basta!

Para  aceitarmos que nos peças mais, tens primeiro de  pôr na ordem os grandes beneficiários desta enorme desordem.

Os banqueiros que chuparam, e desviaram dos seus fins o dinheiro confiado à sua guarda e administração, os consultores e advogados externos que, por  dolo ou incompetência,   têm induzido o Estado em aventureirismo e asneira, as  empresas quase monopolistas que disso se valem para fixar preços e salários (dos gestores) exorbitantes, as fundações, grupos de trabalho, comissões, missões, empresas, serviços, institutos, observatórios,  excedentários ou inúteis, os múltiplos e dissimulados  interesses  que, sugando o dinheiro que é de todos nós,  medraram e medram  desmesuradamente com  rendas, subsídios e benefícios ilegítimos e despudorados.

Quanto às forças armadas, carecidas de urgentes reformas sempre adiadas,  dá para  perceber que as nossas guerras agora já não são o que eram. Os que nelas militam querem por certo ser úteis. E a nós que as vemos de fora é tempo de nos certificares  que o são.

Ainda a justiça: enquanto continuar a passo de caracol,  os direitos cedem e o   oportunismo campeia.

Teu prazo já é curto. Se ainda podes,  mostra o que vales, cumpre o mandato que te demos e faz  o que é preciso. Se não,  vai-te e não chateies mais. Amavelmente… 
Texto, acima, foi enviado por um leitor deste blogue

Público
 D00CECAA-E168-4F5E-8A65-B38B370E12AC
 



Opinião
 
“O Governo e os funcionários públicos”
 
Por
Alberto Pinto Nogueira
(Procurador-Geral-Adjunto)
 
25/06/2013 - 10:28
Quando Freitas do Amaral me ensinava Direito Administrativo na Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, dizia que funcionário público era o cidadão que prestava funções nos serviços do Estado, em prol do interesse colectivo, apenas ao serviço desse interesse. Também ensinava que, no fim da vida, ou quase, os funcionários tinham direito a uma reforma para o que o Estado lhes sacava todos os meses certa quantia.

Isto foi o que aprendi e ainda consta de qualquer manual daquele ramo do Direito.

Com os actuais gurus da política nacional, profundas alterações teóricas se processaram. Os funcionários públicos e reformados do Estado são agora um bando de centenas de milhares de inúteis, que assaltaram os dinheiros do Estado, que nunca trabalharam, nem trabalham. Por isso são odiados, massacrados, humilhados, como verdadeiros e únicos causadores da dívida e do défice.

Trabalhadores incansáveis, de sol a sol, úteis ao Estado e ao povo são os consultores de privatizações, os Borges e as sociedades de advogados chiques de Lisboa. E pagos a preços de centenas de milhares e mais centenas de milhares de euros.

E as parcerias público-privadas que, só de falar delas, tudo se incendeia como chegar fósforos a enxofre. Os bancos falidos. Os swaps e as rendas. Com  prejuízos de milhões, mais milhões, sempre mais milhões. É o empreendedorismo. A reforma do Estado.

Já toda a gente percebeu, e o Sr. Gaspar também, que, em matéria de cortes de salários ao funcionalismo público e de pensões, já se foi além do razoável e equitativo. Muito além. Um massacre.

O Governo é surdo e mudo e outras coisas. Só ouve, fala e obedece à sinistra troika, vai de derrota em derrota até 2015, se lá chegar e não ficar estilhaçado nas eleições autárquicas. O que bem merece.

Na  governação, como na vida, há um mandamento muito prático a seguir, diz Paulo Rangel: “não humilharás”.

Mentindo e manipulando os números, o Governo faz crer que o funcionalismo no país é muito superior à média europeia, o que é redondamente falso. Esconde que na União Europeia, entre 2005 e 2012, a percentagem do PIB atribuída a remunerações públicas se reduziu em 1% e em Portugal em 29%: 1/3 de redução nas remunerações e pensões. Que quer mais este Governo?

A pomposa reforma do Estado, no que se vê, resume-se a despedimentos, cortes nos salários e nas pensões.
Como se tal não bastasse, os génios da Gomes Teixeira adicionaram-lhe essa vergonha típica do país: os salários e subsídios em atraso.
Autoritário e pequenote , com perrice e mediocridade, amuado como um catraio, não engoliu a decisão do Tribunal Constitucional (TC) que manda pagar subsídios de férias e de Natal aos funcionários e pensionistas. Sem nenhuma razão, afrontou o TC e a lei, decidindo pagar em Novembro o que legalmente devia pagar em Junho. E foi a correr alterar a lei, com o apoio dos do costume.
Que Governo é este?
Um Governo que odeia, massacra e humilha os seus próprios trabalhadores.
Vá humilhando, Sr. Primeiro Ministro, vá humilhando. Não esqueça, porém, a História.
Olhe para o Brasil, Sr. Primeiro Ministro. O Brasil!

Procurador-Geral-Adjunto

A MÁSCARA



Será difícil advinhar (para quem não esteve lá), a máscara desta jovem se de alegria, decepção ou de tristeza.  A face "mascarada" da rapariga é de decepção porque o jogador do seu clube, o Buriram (Tailândia), xutou a bola em direcção à redes e passou a centímetros de uma trave.

A história é antiga, mas nunca é demais fazê-la circular






 Que homem colocaria um pedaço de carne embebido em hidróxido de amónia na boca de uma criança?


O Chef Jamie Oliver acaba de ganhar uma batalha contra a maior cadeia de junk food do mundo. Depois de Oliver ter mostrado como se fazem os hambúrgueres, a McDonald anunciou que vai alterar a receita.

De acordo com Oliver, as peças de carne gordas são "lavadas" com hidróxido de amónio e, em seguida, utilizadas na fabricação do "bolo" de carne para encher o hambúrguer. Antes deste processo, de acordo com o apresentador,  a carne era imprópria para o consumo humano.

Oliver, chef activista radical, que assumiu uma guerra contra a indústria de alimentos, diz: estamos falando de carne que tinha sido vendida como alimento para cães e, após este processo, serve para os seres humanos. Para além da qualidade da carne, o hidróxido de amónio é prejudicial para a saúde. Oliver diz o seguinte: "O Processo de Merda Rosa".

Que homem no seu perfeito juízo iria colocar um pedaço de carne embebido em hidróxido de amónio na boca de uma criança?
Em outra de suas iniciativas,  Oliver demonstrou como são feitos nuggets de frango: Depois de seleccionar os "melhores momentos", o resto: a gordura, pele, cartilagem, órgãos, ossos, cabeça, pernas, são submetidos a separação mecânica, liquefeitos, é o eufemismo usado por engenheiros de alimentos, e, em seguida, a pasta de sangue cor-de-rosa é desodorada, descolorida,  reodorizada e repintada, panados de marshmallow farináceos e frito em óleos parcialmente hidrogenados, ou seja tóxicos.

Nos EUA, Burger King e Taco Bell já abandonaram o uso de amónio nos seus produtos. A indústria alimentar utiliza hidróxido de amónio como um agente anti-microbiano, o que permitiu à McDonald  usá-la nos seus hamburgueres, impróprios para consumo humano.

Mas irritante ainda é a situação em que essas substâncias à base de hidróxido de amónio são consideradas "componentes legítimos procedimentos de produção" na indústria de alimentos, com as bênçãos das autoridades de saúde em todo o mundo. Portanto, o consumidor não pode nunca descobrir que produtos químicos põem em nossa comida.




Ex namorada de Dilma Rousseff vai pedir pensão

Veronica Maldonado que namorou com Dilma Rousseff vai exigir pensão na Justiça
A doméstica Verônica Maldonado (foto), afirma que teve um longo romance com a ex-guerrilheira e atual presidente da república, Dilma Rousseff.
Verônica disse que pode provar a relação amorosa com Dilma, por que tem fotos, cartas e outros documentos e por isto vai mover uma ação contra a ex-guerrilheira pedindo o direito à uma pensão mensal, já que, por mais de quinze anos a doméstica deixou de trabalhar e de estudar para se dedicar apenas a vida conjugal com Dilma.
O advogado Celso Langoni Filho, citou o artigo 226 da Constituição, dizendo que a família é um bem da sociedade e que tem proteção especial do estado. A doméstica que amava Dilma foi escanteada logo depois que a guerrilheira foi trabalhar em Brasília.
 

MAIS TRÊS COM A "PANCA" ÀS COSTAS


.
Mais três "rapazes" que os tribunais impedem de concorrer a outras câmaras porque as que chefiaram, por lei, não os aceitam. 
.
Bem estes rapazes, que se julgam uns "supers"  insubstituidos logo vêem para a praça pública, narcisamente, que receiam que os novos que chegarão lhes estragarão a obra, etc., etçará. 
.
O que estes tipos sabem, a mim, me esqueceu há muito tempo.... Ser presidente de qualquer coisa que pertence ao "povoléu" até dá para estar na vida e por tal se vieram com a "panca às costas" deixam de ter o poder que hajam tido e entram na vulgaridade e porisso se agarram ao poder, que não largam, como o cão chama si osso. 
.
Tempo é de acabar com esta "gandulagem", pavónica e crónica e dar lugar a outra gente mais nova que existe, certamente, em Portugal. 
.
Mas, por fim, os "gandulos" experimenta todas as brechas que na Lei existem para continuar a "xatiar". 
José Martins


António Nabo / José Rui Rodrigues
Os tribunais impediram três candidatos do PSD de concorrerem às Autárquicas por excederem o limite de mandatos permitido por lei, mas permitiram as candidaturas de outros partidos em situações semelhantes.

OS PARAÍSOS FISCAIS E PARA ONDE O SEU "CACAU" MARCHA!




A Frase


Segundo a lenda, este país tem origem num swap realizado por Dom Afonso Henriques em Ourique, com um Deus indexado ao papado romano. "Estás a ver este símbolo?", disse Deus, "atira-te aos mouros, que são muito mais do que tu, e eu mantenho o reino que daí resultar na tua dinastia até à décima sexta geração. Começarás a trabalhar na área do catering para cruzados e chamarás Portugal à tua start-up".
Rui Tavares, Público

KAOS:Rapar o tacho




mria luis albuquerque rapar o tacho

Deve ser complicada a vida deste governo, não pela governação porque o seu trabalho é mais de rouvo e saque em nome dos mercados e dos grandes especuladores numa altura em que já não há vergonha, respeito ou qualquer tipo de escrúpulos, mas a pouco mais de mês e meio mostrar como o país vai bem e a recuperação já não é uma pequen luz ao fundo do túnel mas sim um enorme viaduto enquanto por outro lado tem de apresentar um orçamento com mais cortes, mais austeridade e mais impostos. É que os números da execução orçamental e das contas e da dívida pública não param de piorar e os buracos aparecem por todos os lados. O próximo orçamento vai ser complicado de fazer dizem num dia depois de no anterior terem cantado vitórias. E vai, porque depois de partirem a bilha e se empanturrarem com o conteudo do tacho já pouco ou nada resta. Ou melhor, resta um governo que já o não é, resta um bando de implicados em tramoias e esquemas financeiros bem escuros à procura de um "salazar" para rapar a massa no fundo ao tacho.

KAOS:Mr. Briefing….Cancelados



poiares maduro mr brefing

Os briefings não vão acabar, garante o Governo, que sublinha no entanto que está a repensar o modelo de comunicação com os jornalistas. A informação é do gabinete do ministro Adjunto Poiares Maduro.
Um génio no governo concebeu a ideia que uma conferencia de imprensa semanal (briefing para ser mais fino), seria uma boa alternativa para o governo fazer propaganda das suas ideias e glorificar a sua governação. Esqueceram-se que mesmo com a comunicação social manietada, mesmo com discursos lindos a realidade do país e sobretudo os escandalos financeiros em que toda aquela canalha que nos governa andou metida obrigatóriamente transformariam esses "brefings" em autenticos pesadelos. Mais que defender as politicas são obrigados a defenderem-se a eles próprios ou aos seus ministros. Há BPN, Swaps, e sei lá que mais a sujar as cracaças dessa gente toda. Mas, por mais bicadas que lhes dêem,  como também não há vergonha tudo fica como está.

As capas dos jornais e as principais notícias de Segunda-feira, 12 de Agosto de 2013.




Capa do Correio da Manhã Correio da Manhã

Caparica: Doença súbita na praia
Portimão: Fogo em mato e pasto
Busto esmaga e mata jovem
Amarante: Menores intoxicados
Vila Nova de Gaia: Resgatados do mar
Odemira: Banhistas socorridos
Guimarães: Despiste fere três

Capa do Público Público

Raio provoca explosão e incêndio em refinaria na Venezuela
Israel vai libertar 26 presos palestinianos nos próximos dias
Fuga de gás em Mangualde causa um ferido grave
Joker: Chave do concurso 32/2013
Papa saúda muçulmanos e apela ao "respeito mútuo"
Sporting está quase no ponto para o arranque do campeonato
Inundações no Sudão fazem 36 mortos

Capa do Diário de Notícias Diário de Notícias

Uma mulher com "queimaduras graves" em incêndio em Aguiar da Beira
Galeria dos vencedores das Construções na Areia
Portugal de atendimento
Joaquim foi o representante angolano e mereceu nota alta
Concentração total até ao momento em que chegou o enorme Panda
Criatividade une gerações e mostra "estrelas" na arte
A Volta é dura para quem é mole

Capa do Jornal de Notícias Jornal de Notícias

Mulher sofreu "queimaduras graves" em incêndio em Aguiar da Beira
Um raio provocou incêndio em refinaria na Venezuela
Primeiro-ministro norueguês taxista disfarçado
Pacote suspeito encontrado no aeroporto John F. Kennedy
Aos 81 anos salta de casa em chamas e salva-se
Pardilla dispara e veste amarela
A Senhora já não tem assim tanta Graça

Capa do i i

Seguro diz que corte nas pensões é “crime social”
Chuva de estrelas cadentes "Perseidas" pode ser visível este fim de semana
PSP. Criminalidade violenta e grave diminuiu 9,4% no primeiro semestre
Autoridade promete título único para todos os transportes na Área Metropolitana de Lisboa
França revê em baixa previsão de crescimento económico para este ano
PS diz que é impossível preparar adequadamente o próximo ano lectivo
Swap. Poiares Maduro diz ser "muito importante" investigar eventual falsificação

Capa do Diário Económico Diário Económico

Os trabalhos da ministra das Finanças
As cartas mudaram, mas as regras são as mesmas
Os CTT, o IGCP e os instrumentos de dívida pública
Mais de metade das casas vendidas são pagas a pronto
"Estamos a viver uma situação terrível... tem de haver convergência"
Governo quer usar melhoria da economia para suavizar cortes da despesa
Há 51 deputados que nunca faltaram nesta sessão legislativa

Capa do Jornal Negócios Jornal Negócios

Atraso legislativo do Governo trava exportações de materiais de construção
Consórcio da Mota-Engil na "shortlist" de cinco PPP na Colômbia
Empresas que devem ao Estado podem aceder a fundos do Revitalizar
Grupo interessado na Ambar contraria gestores judiciais e quer recuperação
Sonaecom já transferiu 81,8% da Optimus para empresa veículo
Três pontos para a reforma do IRC
Exportações crescem três vezes menos do que em 2012

Capa do Oje Oje

Millennium Challenge Corporation anuncia encerramento em Moçambique
Exportações têxteis portuguesas sobem 1% até junho
Parlamento moçambicano aprova orçamento retificativo
DouroAzul investe 1 milhão em embarcações tipo rabelo
ACS ganha contrato ferroviário de 78,4 milhões nos EUA
Bolsa de Lisboa fecha semana em alta
EDP conclui Estudo de Impacto Ambiental para alta tensão em Foz Tua

Capa do Destak Destak

Erupção de vulcão na Indonésia forçou retirada de mais de 500 pessoas
Fogo em refinaria venezuelana não causou vítimas -- Presidente
Sismo de magnitude 6 abalou norte da Nova Zelândia
PM australiano promete tentar legalizar casamento gay se for reeleito
Coreia do Sul teme falta de eletricidade com paragem de duas centrais nucleares
Dominados dois fogos nos distritos do Porto e Viseu
Apoiantes de Morsi apelam a protestos apesar das ameaças de dispersão

Capa do A Bola A Bola

Kritsyuk cedido ao Lokomotiv
Luís Gustavo quer mostrar-se
Benfica apresenta o plantel
Iturbe em duelo com Kelvin
Vieira assina protocolo na Sérvia
Águias atentas a Alejandro Silva
David Luiz pode hoje oficializar pedido para sair

Capa do Record Record

William Carvalho: «Tenho-me treinado para poder ser opção»
Um estádio talismã para quebrar enguiço
Salvio entra nas contas
Juan Iturbe faz sonhar o River
Leonardo Jardim feliz à segunda
Evaldo e Salomão ficaram de fora
Rinaudo debate com o treinador

Capa do O Jogo O Jogo

Jason Dufner vence Campeonatos PGA
Assim foi a festa do leão
"Sporting está a melhorar"
Tudo começou no golaço de Montero
Rui Patrício de fora com o Arouca
"Estou muito orgulhoso"
Marselha também com o pé direito