Translator

sexta-feira, 22 de novembro de 2013

"PINTO DA COSTA AMIGO A FERNANDA ESTÁ CONTIGO!!!..."


As capas dos jornais e as principais notícias de Sábado, 23 de Novembro de 2013.



Capa do Correio da Manhã Correio da Manhã

Cinema King vai fechar
Saiba a chave do Euromilhões
Casal sequestra e rouba 50 euros
Alentejo ganha estrela Michelin
Escola de Viseu suspende alunos violadores
Heroína receitada a doentes
Diretor Nacional da PSP já tem substituto

Capa do Público Público

Durão Barroso devia ter-se demitido da Comissão Europeia
A diferença
Reforma do centralismo?
Comer o bolo e ficar com ele
Cartas à directora
O ABC dos professores
A revelação e recriação de Giovanni Giorgi por García Alarcón

Capa do Diário de Notícias Diário de Notícias

Classificação do agrupamento de Alcanena no "ranking"
As palavras do comissário
As perguntas do Papa Francisco. I
Avaliação sim, mas a sério
Pimenta no próprio cu já não é romântico
Vinte pessoas por dia são vítimas de morte súbita
Manipular e difamar já têm alicerce teórico em tese - ou equivalência

Capa do Jornal de Notícias Jornal de Notícias

Ficou sem prótesee sem o dinheirodas tampinhas
Português cria software que ensina a tocar qualquer música
Paulo Portas "reprova" Mário Soares por "legitimar a violência"
O jovem que sobreviveu a dois acidente de avião
Euromilhões com 'jackpot' de 31 milhões de euros na terça-feira
Milhares de americanos homenagearam John F. Kennedy em Dallas
Turismo foi um dos motores da recuperação económica, afirmou Passos Coelho

Capa do i i

Descoberto novo dinossauro carnívoro nos Estados Unidos
Principais festivais de música fecham calendário para edições de 2014
DGS: taxa de vacinação contra a gripe superior em 40% à do ano passado
Presidente do Eurogrupo diz que alguns países "têm de fazer mais esforços"
Sindicato da polícia: saída do director nacional da PSP "era inevitável"
Avaliação do BCE à banca vai seguir "metodologia rigorosa comum", diz Mario Draghi
Escutas do Face Oculta só serão destruídas depois do julgamento

Capa do Diário Económico Diário Económico

Carga fiscal "tem que ser corrigida de modo permanente"
Empordef prepara venda da participação em empresa de comunicações navais EID
Eurogrupo impõe alterações aos orçamentos de Estado de Espanha, Itália, Finlândia e Malta
Governo nomeia para a PSP outro oficial formado no Instituto de Ciências Policiais
Luis Farinha é o novo director da PSP
"Quebra de regras" na manifestação de polícias "não devia ter acontecido"
"UGT não vai fazer quaisquer acordos" com o Governo

Capa do Jornal Negócios Jornal Negócios

Miguel Macedo: "Os acontecimentos de ontem são absolutamente inaceitáveis"
Pedro Soares dos Santos acumula cargo de "chairman" e administrador-delegado na Jerónimo Martins
Empresas portuguesas continuam entre as mais avessas ao risco
PS: "É absolutamente lamentável" mais um falhanço do Governo depois de mais sacrifícios
Luís Farinha é o novo director da PSP
S&P 500 marca sétima subida semanal consecutiva
Cinco países do Euro em risco de incumprir o Pacto de Estabilidade

Capa do A Bola A Bola

João Ferreira viu agressões de Hulk e Sapunaru no túnel da Luz
A nova esperança é Salim Cissé
Pinto da Costa pode assistir ao jogo com o Nacional
Equipa húngara de andebol prestou homenagem a Miklós Fehér na Luz (com fotos)
«Finalmente Jesus aderiu ao 4x3x3» - Jesualdo
Herrera aponta ao onze
Ronaldo a um hat trick de superar Hugo Sánchez

Capa do Record Record

Seleções desfalcadas no Europeu
Duelo de líderes em Guimarães
João Correia: «Não ter medo de arriscar»
Bruno Pires fica na Saxo-Tinkoff
Fernando Santos: «Não vou lá passar férias»
Melhor sequência de vitórias em mente
Ricardo Carvalho quer ir à Champions

Capa do O Jogo O Jogo

O belo golo de Gignac
FC Porto-Barcelona é este sábado
"Entrámos no jogo a perder 3-0"
Falcao, Jackson e... Lewandowski
Nomeação de João Capela não agradou
Besiktas dá 3 milhões/ano a Ronaldinho
Ribéry em risco para o Mundial de clubes

ANGOLA: "DIPLOMACIA DA PESADA E FORA DE PORTAS"




Jornalistas holandeses violentamente agredidos à porta da Embaixada de Angola na Haia
22/11/2013 - 11:35
.
Não é claro quem se envolveu nas agressões mais violentas: se funcionários ou diplomatas. Mas, a dado momento, o embaixador Luís de Almeida, com um safanão, diz aos jornalistas que não tem nada para lhes dizer.
.
Dois repórteres da estação de televisão holandesa PowNews foram agredidos na quarta-feira por responsáveis da Embaixada de Angola na Haia, na Holanda. A cena foi captada pela câmara da televisão que, a dado momento, cai ao chão, sem nunca parar de filmar. O caso “está a ser tratado ao nível do Ministério dos Negócios Estrangeiros” holandês, informou ao PÚBLICO fonte da Embaixada da Holanda em Luanda.
.
Os jornalistas queriam ouvir um responsável ou o próprio embaixador sobre os carros mal estacionados frente à embaixada (como vê no vídeo). Começam por bater no vidro dos carros, a pedir explicações, num tom pouco formal, aos motoristas que não respondem. “Come on”, ordena o repórter ao motorista que recusa sair do carro.
.
Já junto à porta principal, que se abre, faz a mesma pergunta: “Por que trazem os carros até aqui?” Um funcionário agride o jornalista, uma primeira vez, e a porta fecha-se. O mesmo funcionário, que pode ou não ser um diplomata, sai, dá uma pancada na câmara e arranca o iluminador, atirando-o para longe. 
.
Perante a insistência dos jornalistas, outros funcionários saem à rua a dizer que os repórteres não têm de estar ali e que o embaixador Luís de Almeida está ausente. Mas o próprio (como o PÚBLICO confirmou através de uma foto) surge, dá um safanão ao jornalista que insiste, e diz-lhe que nada tem a dizer-lhe. Depois afasta-se.
.
A tensão sobe e é então que outro elemento da embaixada começa a agredir violentamente os dois repórteres na cabeça. O PÚBLICO contactou a embaixada, onde não havia ninguém para falar sobre o assunto: nem o embaixador nem qualquer outra pessoa responsável ou assessor de imprensa, que a embaixada não tem, por ser "uma embaixada recente". Angola também tem um consulado em Roterdão.
.
Da parte da estação de televisão PowNews, também não houve resposta aos dois emails enviados pelo PÚBLICO.
.
O ministro dos Negócios Estrangeiros holandês vai decidir o que fazer depois de concluído o inquérito ao que aconteceu.
.


Saibam porque os EUA estão endividados (impagável)



Vejam e fiquem a saber o porquê dos EUA estarem tão endividados ao seu Banco emissor ( Federal Reserve) que é uma entidade privad!


BATEMOS PALMAS


Em Defesa da Decência


"Não se embarca tirania neste batel divinal. / Pera vossa fantesia mui estreita é esta barca." - Gil Vicente (c. 1465 - c.1536?), Auto da Barca do Inferno
.
Foi organizado esta semana um encontro "patriótico"[1] (ahahahah...) digno do mundo da Alice no País das Maravilhas. Por lá passaram os grandes coriféus do regime cujos nomes me dispenso de citar por uma questão de higiene. Não me irei alongar, pois é desnecessário estar a repetir o que já foi dito e escrito em muitos outros lugares. Apenas julgo que os portugueses devem de pensar um pouco nos personagens que participaram no maldito encontro e reflectir um pouco sobre o seu passado mais recente.
Quando Portugal enfrentou uma das maiores crises da sua história na década de 1960, muitos dos que hoje ladram a palavra "patriotismo", eram os mesmos patifes que nessa época proferiam as maiores barbaridades contra Portugal.
A nação portuguesa combatia então uma guerra em três frentes que durou treze longos anos. Durante estes treze anos, fomos a linha da frente contra o Bolchevismo em África e enfrentámos práticamente sozinhos os movimentos de "libertação" financiados, apoiados, armados e treinados pela União Soviética, essa mesma União Soviética que mantinha milhares de prisioneiros políticos enclausurados, torturava e executava outros tantos e, se necessário, estava pronta a provocar um holocausto nuclear em nome do internacionalismo marxista...
E enquanto os portugueses se batiam em África, o que faziam os velhos e amnésicos que agora andam a organizar congressos ditos "patrióticos"? Pois bem, vilipendiavam por completo a imagem de Portugal no estrangeiro. Uns militavam em lojas maçónicas onde faziam rituais esquisitos vestidos com um avental, outros fugiram para as argélias deste mundo onde passavam os dias a emitir propaganda contra Portugal e incentivavam a que se matassem soldados portugueses negros e brancos, e outros andavam a lançar vivas ao "camarada" Estaline e ao "camarada" Mao Tsé-Tung, entre outros patifes do género... (tudo pessoas de bem e "humanistas" exemplares...).
Entretanto, deu-se um golpe em Abril de 1974 (outra história muito mal contada...) e o caminho ficou aberto para a maçonaria e os marxistas tomarem conta da coisa. E assim o fizeram. Durante 39 anos a escumalha que hoje fala em "patriotismo", foi a mesma escumalha que engordou como nunca antes. Mas houve coisas que ficaram por explicar e que até hoje ninguém compreende muito bem. Quem financiava os "meninos" que andavam na França, Argélia, União Soviética, etc... a emitir propaganda e a conspirar contra Portugal? Quem é que os sustentava? Que interesses é que esta gente representava? Tudo isto e muito mais está ainda por ser convenientemente esclarecido...
A "descolonização exemplar" feita pelos tais "patriotas" redundou em cerca de 1 milhão de mortos e deu origem a mais uma série de estados falhados em África prontos a serem consumidos e estuprados pela alta finança mundial. O PREC foi outro "sucesso patriótico" que apenas serviu para dessincronizar toda a economia nacional e colocá-la de rastos. O abuso que estes "patriotas" deram ao país foi tanto que Portugal, uma nação que em 1973 crescia a 6,9% ao ano, estava já em 1977 dependente do FMI para tirar a barriga da miséria e em 1983 seguiu-se uma nova intervenção do mesmo FMI.
A partir de 1986, o desespero do regime da Terceira República abrandou, pois passámos a ter a CEE ao nosso dispôr para nos pagar as contas e sustentar os excessos do regime. Entretanto, o compadrio entre o poder político e económico não parava de aumentar e a rede nacional de "tachos" também não. As pescas e a agricultura foram arruinadas, a indústria desmantelada e os diktates de Bruxelas trataram de arruinar o pouco que havia sobrado. Tudo muito "patriótico" não hajam dúvidas...
A sorte da escumalha que hoje tenta apagar o passado e branquear a história, é que a falta de vergonha não mata, pois se matasse, já teriam caído todos fulminados! E agora esta mesma escumalha anda com medo, por isso organizam os tais encontros "patrióticos", pois eles sabem bem o extenso rol de crimes pelos quais são responsáveis. Todas as traições, escândalos de corrupção e mortes causadas pela tal "descolonização exemplar" pesam agora em cima dos ombros destes "patriotas" de meia-tigela. 
A pocilga ordinária e falida a que reduziram Portugal é o testemunho vivo da javardice moral da nossa classe política e é bom que esta comece mesmo a ter medo e a preparar as malas para "marchar" pois, ou eu muito me engano, ou esta republiqueta falhada tem já os seus dias contados. Deus tarda, mas não falha...
Notas:
[1] - OLIVEIRA, Octávio Lousada; FREIRE, Carlos Manuel - "É Para Evitar a Violência Que Defendemos a Constituição", Diário de Notícias, 21 de Novembro de 2013. Link: http://www.dn.pt/politica/interior.aspx?content_id=3546634
João José Horta Nobre
22 de Novembro de 2013

A Frase




Os polícias, além de não poderem, como os restantes portugueses, derrubar as grades e galgar as escadarias como se fossem tomar São Bento, têm uma razão suplementar para não o fazer. É que, fazendo, permitem-se aquilo que não permitiriam aos outros cidadãos fazer, quando eles, polícias, estão a exercer a sua função profissional. Claro que deixo toda esta conversa no pressuposto de que o Estado de direito continua vigente. Mas se estamos em insurreição, já não está aqui quem falou.
22 Nov, 2013 Ferreira Fernandes, DN

OS PORTUGUESES VIVEM ALIENADOS DA VERDADE, GARANTE MEDINA







Como é possível os portugueses fecharem os olhos ao interesse nacional e entregarem-se de corpo e alma ás guerrinhas de partidos?
.
Milhares de portugueses insistem na ilusão de que mudar de governo resolveria os problemas nacionais.  (video onde Seguro explica como resolve os problemas)
.
Cegueira partidária e falta de visão é o que o justifica, pois todos sabemos que a seguir ao Coelho vem o Seguro, sem sombra de dúvida... portanto iríamos ter mais do mesmo, ou pior, com a agravante das perdas de milhões do estado português devido à crise politica.
.
Mais as perdas de milhões em salários e despedimentos de Boys... porque assistiríamos à repetição do abuso habitual.
.
O Seguro a despedir os boys do Coelho, pagar chorudas indemnizações de milhões, colocar os seus boys incompetentes como os anteriores, mas bons amigos e compinchas.
.
Depois iríamos assistir a um Seguro que tentaria manter e disfarçar as asneiras do PS/ Sócrates, mantendo as rendas que ele ofereceu ás PPP, à EDP, Parque Escolar, fundações e etc.
.
Despedir o governo apenas faria sentido se o povo tivesse a garantia que quem iria para o poleiro era alguém como competência, com mérito e honestidade comprovada, sem interesses em sustentar partidos e parasitas.
.
Ou seja se houvesse garantias de que seria um Paulo Morais, um Marinho Pinto, um Gomes Ferreira, e outros coerentes cidadãos que temos por esse Portugal fora com provas dadas de mérito e ética.
.
Mas não... os portugueses deixam-se levar pelos interesses da seita do PS, que apenas quer ir para o poleiro, custe o que custar ao país, isso nunca foi a preocupação dos partidos, o importante é que a crise está lixada e eles precisam de começar a espalhar os seus boys no governo para começar de novo a gamar aqui e ali.
.
E o povo alinha, o povo quer mais do mesmo, o povo delira, sem medir as consequências, sem saber o que é melhor para os cidadãos, sem perceber que está sempre a ser soldado numa guerra que é deles, dos partidos... onde nós só padecemos e eles saem sempre a ganhar.
.
Finalmente, é chegado o momento de eu reconhecer que o PSD também não é a solução, mas não é pior que gerar uma crise politica, para meter lá outro igual. Para que não deduzam erroneamente que sou fã do PSD, basta consultar a coluna ao lado direito do blog, para perceberem que sou apenas por Portugal.
.
Eu sei que é um partido estranho, num país onde todos temos que pertencer a um rebanho partidário, a um rebanho de um clube de futebol, a um rebanho de uma religião... ou ao rebanho de uma das novelas... eu, por acaso não tenho feitio para rebanhos... e decidi aderir a um que tem poucos adeptos, - Portugal, justiça e verdade...
.
Ontem o grupo de patriotas deu o golpe final... Mário Soares e etc, querem defender a constituição, a tal que ninguém respeita? Sócrates, por exemplo não respeitou a constituição ao envidar o país ao ponto de perder soberania e colocar em causa a integridade de milhares de famílias, Sócrates fez avançar estradas no
valor de milhares de milhões, sem visto do TC... Passos Coelho viola os direitos dos reformados... afinal quem respeita a constituição?
.
A tal que foi feita de forma antidemocrática ao afastar do poder a vontade do povo. 
E quem se segue no poleiro? Pensem... acordem... o país é nosso, nós é que temos que o defender deles... e não deixa-los brincar com ele, como troféu das suas falsas guerrinhas de partidos. Tudo para saquearem muitos milhões e escravizarem um povo para seu luxo.
.
Salvação nacional
A austeridade que nos impingiram é socialmente insuportável, injusta e está apontada aos
alvos errados. O Estado português tem de pôr as contas em dia.
.
É verdade. Se a receita anual anda na ordem dos sessenta mil milhões e a despesa nos setenta, obviamente que este défice tem de ser diminuído ou até eliminado. O Estado tem de reduzir – e muito – as suas despesas. Mas deve penalizar os que provocaram a crise e não todos os outros.
.
Os nossos leitores gostaram igualmente de